ALTAS HABILIDADES/SUPERDOTAÇÃO NA TERCEIRA IDADE: O DESPERTAR DE UMA ARTISTA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.1983-0378.v44i1a2023.3349

Palavras-chave:

Altas habilidades/superdotação, Idoso, Artes.

Resumo

O presente artigo aborda o conceito de altas habilidades/superdotação (AH/SD), o qual mesmo tendo passado pela ampliação de debates e discussões, ainda é desconhecido por parte da sociedade, inclusive, por indivíduos que apresentam AH/SD e não se reconhecem como tal. O artigo tem como objetivo fazer a análise da presença dos indicadores de AH/SD em uma mulher idosa e investigar os fatores que contribuíram para o desenvolvimento de suas habilidades na área artística. Vale ressaltar que a faixa etária que compreende o público idoso é pouco investigada, embora não haja um limite de idade quando se trata de desenvolver e/ou descobrir a presença dos três anéis descritos por Renzulli (2004), principal referencial teórico deste estudo. De natureza qualitativa, a pesquisa caracteriza-se como documental e se vale de reportagens de jornais e vídeos de programas televisivos sobre a vida e obra de uma artista fortemente reconhecida no estado do Mato Grosso do Sul, Brasil, e no país da Bolívia, devido ao seu talento com as artes plásticas. Optou-se por submeter o material à análise de conteúdo de Bardin (2016), e os resultados revelaram a presença de AH/SD, bem como contribuições materiais e imateriais para a descoberta e desenvolvimento do talento. Espera-se colaborar para a quebra de preconceitos em relação às pessoas idosas, muitas vezes vistas como em estágio final de vida e de pouca contribuição à sociedade, além de evidenciar que as AH/SD não se encontram somente na área acadêmica e que não há idade para o descobrimento de potencialidades.

Biografia do Autor

Bárbara Amaral Martins, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – Campus do Pantanal (UFMS/CPAN).

Possui doutorado em Educação pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (2018) com período sanduíche na Universidade do Minho - Portugal (Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior - PDSE, fomentado pela CAPES). Tem graduação em Pedagogia pelas Faculdades Integradas de Botucatu (2007), especialização em Psicopedagogia pela Universidade do Sagrado Coração (2010) e mestrado em Educação pela Unesp, Campus de Marília (2013). Atualmente, é professora adjunta da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Campus do Pantanal (CPAN), coordena o Programa de Pós-Graduação em Educação - UFMS/CPAN e é líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Inclusiva - GEPEI (UFMS/CPAN). Integra a Red Internacional de Investigación, Intervención y Evaluación en Altas Capacidades Intelectuales (REINEVA) e a Associação para o Desenvolvimento da Investigação em Psicologia da Educação (ADIPSIEDUC), ambas redes internacionais que reúnem pesquisadores de países de língua portuguesa e espanhola.Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Especial, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores, autoeficácia docente, altas habilidades/superdotação (AH/SD) e práticas educacionais inclusivas.

Amanda de Oliveira Felizardo, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro – Campus Nova Iguaçu (UFRRJ).

Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: educação especial, aluno superdotado e excepcionalidade mental. Graduanda em Pedagogia pela UFRRJ - Nova Iguaçu. Integrante do GEPEI (Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação Inclusiva).

Larissa Taynara dos Santos Brandão, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – Campus do Pantanal (UFMS/CPAN).

Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) Campus do Pantanal (CPAN). Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Inclusiva - GEPEI.

Daiane Bogado Pereira da Silva, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – Campus do Pantanal (UFMS/CPAN).

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, participou como Bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) e Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Inclusiva - GEPEI.

Downloads

Publicado

13-07-2023

Como Citar

MARTINS, Bárbara Amaral; FELIZARDO, Amanda de Oliveira; DOS SANTOS BRANDÃO, Larissa Taynara; PEREIRA DA SILVA, Daiane Bogado. ALTAS HABILIDADES/SUPERDOTAÇÃO NA TERCEIRA IDADE: O DESPERTAR DE UMA ARTISTA. Revista Signos, [S. l.], v. 44, n. 1, 2023. DOI: 10.22410/issn.1983-0378.v44i1a2023.3349. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/signos/article/view/3349. Acesso em: 24 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos