AS TRADUÇÕES DO CONCEITO DE SAÚDE NOS PROCESSOS DE APRENDIZAGEM E AS ESCRILEITURAS NA FORMAÇÃO EM SAÚDE

Autores

  • Larissa Cavalcante de Souza Universidade de Brasília
  • Emília Carvalho Leitão Biato Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.1983-0378.v44i2a2023.3504

Palavras-chave:

saúde, formação em saúde, escrileitura.

Resumo

No Brasil, a criação do Sistema Único de Saúde (SUS) trouxe o princípio de integralidade e junto com ele a necessidade de que os profissionais percebam a saúde como modos de conduzir a vida. Visando a formação mais efetiva desses profissionais e a diversificação de cenários de ensino e aprendizagem, a leitura e a escritura de textos literários e narrativas vivenciais podem ser um exemplo de atividade provocadora do pensamento e que permita aproximações com experiências e elaborações relacionadas à saúde. O objetivo deste estudo é analisar, a partir de produções textuais de estudantes de Odontologia, os efeitos e o valor da escrileitura na composição do conceito de saúde e no processo formativo na área. O presente artigo realiza essa análise baseado no método da Timpanização, que se fundamenta no pensamento de Derrida e se propõe a lidar com a produção textual em uma via de fuga ao pensamento dualista. Esse método consiste em três gestos: tatear escombros; disseminar sentidos e criar cadeias suplementares. A partir dos textos estudados percebem-se os efeitos e o valor da leitura e da escrita na composição do conceito de saúde e no processo formativo na área da saúde. Desse modo, a inclusão de textos literários e produção escrita em sala de aula – tomados como escrileituras – pode provocar a criação de novos sentidos para conhecimentos e práticas de atenção e educação em saúde.

Biografia do Autor

Larissa Cavalcante de Souza, Universidade de Brasília

Odontologia e Saúde coletiva

Downloads

Publicado

29-12-2023

Como Citar

SOUZA, Larissa Cavalcante de; BIATO, Emília Carvalho Leitão. AS TRADUÇÕES DO CONCEITO DE SAÚDE NOS PROCESSOS DE APRENDIZAGEM E AS ESCRILEITURAS NA FORMAÇÃO EM SAÚDE. Revista Signos, [S. l.], v. 44, n. 2, 2023. DOI: 10.22410/issn.1983-0378.v44i2a2023.3504. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/signos/article/view/3504. Acesso em: 23 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos