A implementação dos objetivos de desenvolvimento do milenio no Brasil e na Argentina: uma análise da formação da agenda dos ODMs a partir do modelo de coalizão de defesa

Imagem em miniatura
Data
2018-01-24
Autores
Nunes, Graziela Johann Reckziegel
Título do periódico
ISSN
Título do Volume
Editor
Resumo
Nos anos 2000 a Organização da Nações Unidas (ONU) liderou um movimento com o objetivo de diminuir a extrema pobreza. Os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), foi o meio pelo qual a organização expressou as ações que deveriam ser tomadas para sanar as preocupações mundiais do milênio, momento em que 191 países se comprometeram com a causa. Nesta perspectiva, a monografia a seguir tem como objetivo identificar se a ONU de fato inseriu seus valores e crenças, através das metas propostas, nas agendas de políticas públicas do Brasil e da Argentina, países escolhidos para serem analisados. Ou seja, como o modelo de coalizão de defesa das políticas públicas inseriu os ODMs nas agendas e na formulação das políticas públicas nos referidos países. Para tanto, foram feitas abordagens teóricas sobre os temas envolvidos, foram investigados, através da análise teórica metodológica do modelo de coalizão de defesa, a formação da agenda de cada país, bem como os resultados obtidos pelos mesmos. Feito o estudo, foi concluído que a organização inseriu suas crenças nas agendas de ambos os países, porém, que esta inserção foi assimétrica, fato este que representa os interesses de cada país.
Descrição
Palavras-chave
Organização das Nações Unidas, Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, Formação da Agenda de Políticas Públicas, Modelo de Coalizão de Defesa
Citação
NUNES, Graziela Johann Reckziegel. A implementação dos objetivos de desenvolvimento do milenio no Brasil e na Argentina: uma análise da formação da agenda dos ODMs a partir do modelo de coalizão de defesa. 2017. Monografia (Graduação em Relações Internacionais) – Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 01 dez. 2017. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/1980.