Design

Design: um presente inclusivo

Postado por Ágatha Strapasson

compartilhe

Traçar e mostrar uma direção são as principais características de um designer.  Além de se preocupar com a estética de um produto, o profissional busca a sua funcionalidade, ou seja, cria e desenvolve projetos de comunicação que passem uma mensagem significativa ao receptor.

A inclusão está presente em todos os lugares. Entendendo isso sabe-se que um design bem pensado iguala-se a um projeto que possa ser adaptado e utilizado por todas as pessoas, incluindo deficientes físicos que possuem dificuldades de locomoção. As entidades sociais com fins beneficentes também sofrem carência na área da comunicação e divulgação de suas ideias, e muitas vezes acabam perdendo força e ficando ocultas diante da sociedade.

Ana Amélia Ritt

Pensando justamente nessa inclusão, não só de deficientes, mas também de entidades, o curso de Design da Univates busca unir a vida acadêmica a uma realidade de mercado. Sendo assim, a instituição instiga os alunos a efetuarem essas práticas, como a realização de um projeto voltado a uma entidade de cultura negra de Venâncio Aires, à qual foi apresentada uma nova identidade visual para o grupo “Negó”. O projeto foi desenvolvido a partir de pesquisas sobre a cultura africana em suas formas geométricas e suas grafias, de modo a representar a história da entidade.

Além deste, outros trabalhos já se destacam no curso, como a publicação internacional de um projeto de criação de armário adaptado para cadeirantes. A ideia surgiu a partir de uma pesquisa teórica e uma imersão com o público-alvo, que destacou essa dificuldade. A partir daí os alunos buscaram solucionar o problema projetando um armário com 1,30 m de altura e 65 cm de largura. O projeto foi selecionado para o evento Design 4 Health, que acontece anualmente na Austrália.

 

E-book

[E-BOOK] Saiba qual profissão é a sua cara!

Receba este e-book gratuitamente.

quero esse e-book
Fale com a gente