Será que o curso de Engenharia Biomecânica é uma boa para você? Podemos te ajudar a descobrir!

Postado por Rafael

compartilhe

Grande demanda do mercado

As tecnologias para a área da saúde crescem não só no Brasil, mas em todo o mundo. Para desenvolver essas tecnologias são necessários muitos profissionais, afinal, são muitos campos de atuação! Veja alguns números:
- o Brasil importa 80% dos equipamentos médico-hospitalares, ou seja, temos uma grande demanda para fabricar dispositivos médicos no país;
- existem apenas 350 engenheiros biomédicos no Brasil, com empregabilidade de 81% nos primeiros seis meses depois de formados;
- no Rio Grande do Sul praticamente não temos engenheiros biomédicos;
- há demanda também para atuar em engenharia clínica, otimizando as rotinas do sistema hospitalar e realizando manutenção de equipamentos e gestão de tecnologia.

Curso de Graduação em Engenharia Biomédica

Tuane Eggers

Grande campo de atuação

Além da elaboração de dispositivos médicos, o campo a ser explorado nas áreas de biomecânica e engenharia de reabilitação é imenso. Nessas áreas, o profissional desenvolve trabalhos de reabilitação ou melhorias na atividade esportiva em parceria com profissionais de diferentes áreas, como educação física, fisioterapia, medicina e psicologia.

 Curso de Graduação em Engenharia Biomédica

Ana Amélia Ritt

A área de impressão 3D, uma das linhas de pesquisa do curso, possui diversas aplicações, desde confecção de próteses até produção de dispositivos que sejam utilizados na área médica. Um exemplo é a reprodução de uma fratura para melhor entendimento do paciente e visualização da melhor maneira de realizar a cirurgia.

Área com grande possibilidade de inovar e empreender

- Um ponto forte do curso são os trabalhos práticos a serem realizados pelos alunos nas três grandes áreas (engenharia clínica, biomecânica e engenharia de reabilitação e biomateriais).
- Outro ponto forte do curso é a possibilidade de vivência em atividades práticas no Centro Clínico Univates.
- Mais um destaque é a parceria com hospitais e empresas que fabricam dispositivos na área da saúde. Convênios com grandes institutos já foram formalizados para que os alunos tenham oportunidade de estar em contato permanente com os produtores de tecnologia de ponta no Brasil.

Curso prático e dinâmico

O curso de Engenharia Biomédica da Univates também é voltado para a área de biomateriais. Nesse campo é explorada a biocompatibilidade dos diversos materiais (metálicos, poliméricos, cerâmicos e compósitos) utilizados para a produção de implantes ou qualquer outro dispositivo médico. Essa área tem muita necessidade de pesquisa e desenvolvimento de novos materiais e aplicações.

Possibilidade de vivência internacional

Além da possibilidade futura de intercâmbio para a Universidade de Ciência e Tecnologia de Xangai (USST), há outros convênios sendo preparados com grande potencial para intercâmbio dos alunos mais avançados no curso.

E-book

[E-BOOK] Com que curso eu vou?

Receba este e-book gratuitamente.

quero esse e-book
Fale com a gente