Conteúdo Digital Estudos

Alimentos que ajudam a melhorar a concentração

Postado por Lais Pontin Matos

compartilhe

Quando a fome aparecer, que tal acabar com ela consumindo alimentos que ajudam a melhorar a concentração e que farão você render mais nos estudos? Como um de nossos objetivos é tornar sua experiência de aprendizagem a melhor possível (seja na escola ou na universidade), elaboramos um menu 🍴 com opções saudáveis e saborosas de entrada, prato principal e sobremesa (pensou que esqueceríamos das 🐜🐜 de plantão?) que poderão contribuir para o aumento das suas notas em provas e trabalhos cabeludos. Sua mesa em nosso restaurante cinco estrelas Michelin* já está reservada, fique tranquilo. Tudo o que você precisa fazer agora é acomodar-se nela, pedir ao primeiro garçom que passar ao seu lado uma bebida para acompanhar a refeição e, claro, arrumar uma forma de manter o gostinho da comida e o conteúdo visto em sala de aula sempre na ponta da língua. 😋

Entrada 🍴

Divulgação/Univates

Opção um: cereais integrais 🥣

265 kcal (100 g)

Beneficios: conforme explica a nutricionista Renata Furlan Viebig, os cereais integrais ajudam a melhorar a concentração de quem os ingere, pois são fontes de fibras alimentares e vitaminas do complexo B. Essas propriedades desempenham um importante papel neuroprotetor, prevenindo o declínio cognitivo. 

Hum, que delícia: você pode consumir cereais integrais na forma de mingau de aveia ou misturá-los a bebidas como leite e iogurte. O alimento também é utilizado na preparação de bolos, pães e massas integrais.

Opção dois: café 

2,2 kcal (uma xícara de 50 ml de café “puro”, sem adição de açúcares ou adoçantes) 

Benefícios: o café tem cafeína e propriedades antioxidantes. Essas substâncias ajudam a manter o cérebro em estado de alerta, melhorando a concentração e os processos de aprendizagem. 

Hum, que delícia: cappuccino, mocaccino, affogato, espresso italiano… Existem diversos tipos de café, sabia? Cabe a você eleger aquele que for mais agradável ao seu paladar.

Prato principal 🍴

Divulgação/Univates

Opção um: peixes 🍤

123 kcal (1 filé de peixe grelhado)

Benefícios: a nutricionista Lara Natacci, da Clínica de Nutrição, Saúde e Bem-estar Dietnet, localizada em São Paulo, recomenda incluir rotineiramente no cardápio alimentos como salmão, atum, sardinha, arenque e cavalinha. De acordo com a profissional, a carne de peixe é rica em fósforo e ômega-3. Essa última substância atua na conexão de neurônios cerebrais, contribuindo para melhorar a plasticidade sináptica. “A ‘conversa’ entre as células do nosso cérebro flui tranquilamente. A gordura presente no ômega-3 ainda ajuda na produção de neurotransmissores e sua ação anti-inflamatória permite a regeneração celular”, explica Lara. Há estudos que comprovam que o peixe é um ótimo aliado na prevenção ao Alzheimer.

Hum, que delícia: o peixe é um alimento muito empregado na culinária. Você pode usá-lo para preparar, por exemplo, um arroz de bacalhau bem gostoso, bolinhos de merluza fritos e sardinhas na panela de pressão.

Opção dois: ovos 🥚

146 kcal (1 ovo cozido)

Benefícios: ricas fontes de proteínas, os ovos auxiliam a prevenir o declínio cognitivo e a turbinar a memória. No alimento podemos encontrar uma vitamina do complexo B chamada colina, que atua na formação de neurotransmissores reguladores do aprendizado no córtex cerebral. Além disso, os ovos possuem propriedades que ajudam a melhorar a produção de colágeno, composto responsável por manter a saúde das unhas e dos cabelos sempre em dia. 

Hum, que delícia: os ovos são ingredientes-chave em várias receitas. Com o alimento torna-se possível preparar bolos, sanduíches, saladas e até mesmo suflês.

Opção três: chá verde 🍵

2 kcal (1 caneca de chá de 240 ml, sem adição de açúcares ou adoçantes)

Benefícios: o chá verde, de sabor levemente adstringente, é preparado com a erva Camellia sinensis, que tem propriedades antioxidantes. A bebida, que contém ainda compostos como cafeína e l-teanina, pode blindar o hipocampo (região cerebral associada à memorização e ao aprendizado) de determinadas agressões. Uma revisão de estudos mostrou também que, além de exercer função neuroprotetora, o chá verde ajuda a melhorar os sintomas de ansiedade, favorecendo o desenvolvimento cognitivo.

Hum, que delícia: sachês de chá verde são vendidos em supermercados e farmácias. Se preferir, você pode preparar a bebida em casa utilizando folhas da erva Camellia sinensis.

Sobremesa 🍴

Divulgação/Univates

Opção um: chocolate meio amargo 🍫

550 kcal (100 g) 

Benefícios: é claro que não poderíamos esquecer das 🐜🐜 devoradoras de doces que leem nosso blog! Pensando justamente nelas, escolhemos falar do chocolate meio amargo, que, quando degustado com moderação, ajuda a melhorar até mesmo a circulação sanguínea. A matéria-prima desse alimento, o cacau, apresenta em sua composição substâncias (teobromina, cafeína, teofilina e alcaloides purínicos) que estimulam o sistema nervoso central, deixando-o alerta. Uma pesquisa realizada na Itália e publicada no periódico Frontiers in Nutrition mostrou que os benefícios do chocolate recaem principalmente sobre a memória de trabalho, cognição e concentração. De quebra, o consumo da guloseima reduz o risco de problemas cardíacos. 

Hum, que delícia: o chocolate meio amargo é um alimento que pode ser degustado em sua forma pura ou então incluído em receitas de mousses, brownies, bolos, tortas, trufas, entre outras.

Opção dois: frutas vermelhas 🍒

43 kcal (1 amora-silvestre, por exemplo)

Benefícios: amoras, morangos, cerejas, framboesas e mirtilos são exemplos de frutas vermelhas ricas em propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Existem estudos que comprovam que, além de retardarem o envelhecimento, essas frutas ajudam a melhorar as funções cerebrais. 

Hum, que delícia: você pode adquirir frutas vermelhas em supermercados ou mercearias. Elas também estão presentes em sucos, vitaminas, bolos, tortas, cheesecakes e cupcakes, por exemplo.

Acabou-se o que era doce, quem comeu regalou-se! 😋
Provérbio popular

Agora que você já conhece alguns alimentos saborosos que ajudam a melhorar a concentração, que tal se deliciar com eles imediatamente? Aproveite que hoje seu lanche aqui no restaurante é por nossa conta! Esperamos vê-lo em nosso espaço mais vezes, viu? Buon appetito** e até a próxima refeição! 🍲

*Estrelas Michelin: uma das classificações mais importantes do mundo da gastronomia.

** Buon appetito: bom apetite, traduzido do italiano. 

E-book

[E-BOOK] Por que estudar na Univates?

Receba este e-book gratuitamente.

quero esse e-book
Fale com a gente