Utilizamos cookies neste site. Alguns são utilizados para melhorar sua experiência, outros para propósitos estatísticos, ou, ainda, para avaliar a eficácia promocional do nosso site e para oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações sobre os cookies utilizados, consulte nossa Política de Privacidade.

PPGCM

Estrutura Curricular

Estrutura Curricular

CARGA HORÁRIA MÍNIMA A CURSAR
CATEGORIA MESTRADO
Obrigatórias 210
Eletivas 120
Orientação 90
Atividades Complementares 30
Total 450 horas

Disciplinas Obrigatórias:

Seminário Integrador
CH: 15h-a
EMENTA:
Apresentação do Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas (PPGCM), sua área de concentração, linhas de pesquisa, projetos desenvolvidos e seus docentes. Esta disciplina tem o objetivo de introduzir os discentes às temáticas do PPGCM, bem como de apresentar o Regimento e normativas do Programa, assim como toda a infraestrutura institucional disponível.

BIBLIOGRAFIA:
Artigos científicos selecionados de acordo com a necessidade.
Regimento do PPGCM.
Epidemiologia Clínica
CH: 30h-a
EMENTA:
Aprofundar os conhecimentos em Epidemiologia Clínica e introduzir conceitos de Avaliação de Tecnologias em Saúde (ATS) e Avaliação Econômica em Saúde (AES). Formar alunos que compreendam e saibam aplicar o método epidemiológico para aprimorar sua capacidade de autoaprendizagem, usar de ferramentas para a formação médica continuada e julgamento crítico da literatura médica, e, por fim, incrementar a qualidade metodológica de seus projetos no âmbito da pesquisa clínica. Serão abordados os delineamentos de estudos primários de pesquisa epidemiológica clínica (estudo transversal, de caso-controle, de coorte e ensaio clínico) e secundários (revisão sistemática e meta-análise), assim como algumas das análises de AES (custo-efetividade e custo-utilidade) usadas em ATS.

BIBLIOGRAFIA:
BORENSTEIN, Michael (ED.). Introduction to meta-analysis. Chichester, U.K: John Wiley & Sons, 2009.

DRUMMOND, Michael F. (ED.). Methods for the economic evaluation of health care programmes. 3. ed., reprint ed. Oxford: Oxford Univ. Press, 2007.

EGGER, Matthias (ED.). Systematic reviews in health care: meta-analysis in context. 2. ed., [Nachdr.] ed. London: BMJ Books, 2009.

FLETCHER, Robert H.; FLETCHER, Suzanne W. Epidemiologia clinica: elementos essenciais. Porto Alegre: ARTMED, 2006.

FUCHS, Flavio Danni; WANNMACHER, Lenita. Farmacologia clínica: fundamentos da terapêutica racional. Rio de Janeiro (RJ): Guanabara Koogan, 2010.

GLICK, Henry (ED.). Economic evaluation in clinical trials. Oxford; New York: Oxford University Press, 2007.

GRAY, Alastair (ED.). Applied methods of cost-effectiveness analysis in health care. Oxford; New York: Oxford University Press, 2011.

HULLEY, Stephen B. et al. Delineando a pesquisa clínica uma abordagem epidemiológica. Porto Alegre: Artmed, 2008.

ROTHMAN, Kenneth J. et al. Epidemiologia moderna. Porto Alegre: Artmed, 2011.
Bioestatística
CH: 30h-a
EMENTA:
Capacitar o aluno a entender e interpretar fenômenos biológicos por meio da estatística, familiarizando-os nos diferentes conceitos utilizados em pesquisas científicas como, por exemplo, organização de dados quali-quantitativos, medidas de tendência central, posição, dispersão e variabilidade, teste de hipóteses, correlação linear simples. Todos esses conceitos serão abordados por meio de aulas expositivas, assim comom através de discussões de artigos.

BIBLIOGRAFIA:
Callegari-Jacques, S.M. Bioestadística. Princípios e Aplicações. Porto Alegre: Artmed, 2003

SIQUEIRA, A. L.; TIBÚRCIO, J. D. Estatística na Área da Saúde: conceitos, metodologia, aplicações e prática computacional. Belo Horizonte: Coopmed, 2011.

PAGANO, M.; GAUVREAU, K. Princípios de Bioestatística. 2. ed. São Paulo: Pioneira Thompson Learning, 2004.
Bioética
CH: 30h-a
EMENTA:
Evolução histórica da Ética e origem da Bioética como ciência, com o objetivo de discutir os aspectos envolvidos na adequação das ações realizadas na área das ciências médicas e biomédicas. Discussão e reflexão de diretrizes, códigos, leis, declarações e recomendações nacionais e internacionais, referentes ao desenvolvimento de pesquisas no âmbito da saúde. A disciplina incluirá reflexões sobre privacidade e confidencialidade, plágio e fraudes científicas.

BIBLIOGRAFIA:
Aulisio MP. (Meta-) Methodological Lessons for Ethics Consultation. In: Finder SG, Bliton MJ,editors. Peer Review, Peer Education, and Modeling in the Practice of Clinical Ethics Consultation: The Zadeh Project. [Internet]. Cham (CH): Springer; 2018.

Burke W, Clayton EW, Wolf SM, Berry SA, Evans BJ, Evans JP, Hall R, Korngiebel D, Laberge AM, LeRoy BS, McGuire AL. Improving recommendations for genomic medicine: building an evolutionary process from clinical practice advisory documents to guidelines. Genet Med. 2019 Jun 4. doi: 10.1038/s41436-019-0549-3.

Scher S, Kozlowska K. Rethinking Health Care Ethics [Internet]. Singapore: Palgrave Pivot; 2018.

Goldim JR. Bioética Complexa: um enfoque englobante para o processo de tomada de decisões. In Raymundo, MM., Gutiérrez-Martínez, D. Bioética e Laicidade: vida e diversidade em conexão. Curitiba: Prismas; 2014:37–56.

Clotet J, Goldim JR, Franciscon CF. Consentimento informado e a sua prática na assistência e pesquisa no Brasil. 2000. EDIPUCRS. 130 p.
Tópicos Avançados em Medicina Translacional
CH: 30h-a
EMENTA:
"Aprofundar os conhecimentos sobre a pesquisa translacional e ressaltar sua importância no cenário atual das ciências médicas, com ênfase no desenvolvimento de novas estratégias diagnósticas e terapêuticas a partir do conhecimento dos mecanismos fisiopatológicos de diversas doenças.

BIBLIOGRAFIA:
Brambilla D, Chiari M, Gori A, Cretich M. Towards precision medicine: the role and potential of protein and peptide microarrays. Analyst. 2019 Aug 6. doi: 10.1039/c9an01142k.
Maggio LA, Aakre CA, Del Fiol G, Shellum J, Cook DA. Impact of Clinicians' Use of Electronic

Knowledge Resources on Clinical and Learning Outcomes: Systematic Review and Meta-Analysis. J Med Internet Res. 2019 Jul 25;21(7):e13315. doi: 10.2196/13315

Mastellos DC, Ricklin D, Lambris JD. Clinical promise of next-generation complement therapeutics. Nat Rev Drug Discov. 2019 Jul 19. doi: 10.1038/s41573-019-0031-6.

Outros artigos científicos conforme necessidade.
Seminário I
CH: 30h-a
EMENTA:
Discutir tópicos de interesse da área de Ciências Médicas e Biomédicas, organizada sob a forma de ciclo de seminários. Os seminários são ministrados por docentes para que os alunos tenham conhecimento sobre os trabalhos que estão sendo desenvolvidos nas diferentes linhas de pesquisa do Programa.

BIBLIOGRAFIA:
Artigos selecionados conforme a necessidade.
Seminário II
CH: 30h-a
EMENTA:
Apresentação de projetos pelos próprios discentes, assim como apresentações de resultados parciais (bancas de qualificação). Seminários de apresentação de artigos sobre temas que abordam aspectos relevantes e atualizados da área de Ciências Médicas e Biomédicas, ministrados pelos alunos do Programa.

BIBLIOGRAFIA:
Artigos selecionados conforme a necessidade.
Estágio de Docência
CH: 15h-a
EMENTA:
Permitir ao aluno a prática docente em disciplinas de graduação em área afim a sua dissertação, sob a supervisão do seu orientador, proporcionando experiência na área de ensino e capacitando o pós-graduando para atuação na docência.

BIBLIOGRAFIA:
DEMO, Pedro. Universidade, Aprendizagem e Avaliação: Horizontes Reconstrutivos. Porto Alegre: Ed. Mediação, 2004.

GIL, Antonio Carlos. Metodologia do Ensino Superior. São Paulo: Atlas, 1997. JULIATTO, Clemente Ivo. A universidade em busca da excelência: um estudo sobre a qualidade da educação. Goiânia-Curitiba: UCG-Champagnat, 2005.

MOREIRA, Daniel Augusto. Didática do ensino superior: técnica e tendências. São Paulo: Pioneira, 2003.

MOROSINI, Marilia Costa. Professor do ensino superior: identidade, docência e formação. Brasília: INEP, 2000.

Disciplinas Eletivas:

Pesquisa Clínica: Ensaios Pré-clínicos e Clínicos
CH: 30h-a
EMENTA:
Conhecer os tipos de estudos de intervenção, avaliar os principais aspectos metodológicos dos ensaios clínicos randomizados, realizar a análise crítica de artigos; realizar a análise dos riscos de vieses e interpretação dos resultados de ensaios clínicos randomizados.
Estudar conceitos e implicações dos métodos de pesquisa em saúde; estrutura de ensaios clínicos randomizados; tipos de estudos e ensaios clínicos; estimativa do tamanho da amostra e poder estatístico; processos de randomização; métodos de coleta, análises estatísticas e apresentações dos dados; validade externa e validade interna; instrumentos para estruturação e avaliação de ensaios clínicos randomizados; ferramentas para avaliação do risco de viés; análise de estudos científicos com desenhos de ensaios clínicos randomizados.

BIBLIOGRAFIA:
Altman DG, Bland JM. How to randomise. BMJ. 1999 Sep 11;319(7211):703-4.

Andrade C. The primary outcome measure and its importance in clinical trials. J Clin Psychiatry.2015 Oct;76(10):e1320-3. doi: 10.4088/JCP.15f10377.

Chaudhuri SE, Ho MP, Irony T, Sheldon M, Lo AW. Patient-centered clinical trials. Drug Discov Today. 2018 Feb;23(2):395-401. doi: 10.1016/j.drudis.2017.09.016.

Del Mar C, Hoffmann TC. A guide to performing a peer review of randomised controlled trials. BMC Med. 2015 Nov 2;13:248. doi: 10.1186/s12916-015-0471-8.

Mauri L, D'Agostino RB Sr. Challenges in the Design and Interpretation of Noninferiority Trials. NEngl J Med. 2017 Oct 5;377(14):1357-1367. doi: 10.1056/NEJMra1510063.
Avanços no Diagnóstico Molecular de Doenças
CH: 30h-a
EMENTA:
A disciplina pretende analisar as estratégias da genômica e da biologia molecular guiando decisões diagnósticas e terapêuticas. Temas como a detecção de patógenos, diagnóstico molecular de doenças hereditárias, testes genéticos e de triagem populacional, entre outros, serão vistos sob a ótica da genética baseada em evidências.

BIBLIOGRAFIA:
CLARK, David P.; PAZDERNIK, Nanette J. Molecular Biology. 2nd ed. Amsterdam: Elsevier, c2013.

STRACHAN, Tom; READ, Andrew. Human molecular genetics. 4th ed. New York: Garland Science, 2010.

DIAGNOSTIC MICROBIOLOGY AND INFECTIOUS DISEASE. Amsterdam: Elsevier, 1981-. Disponível em: www.sciencedirect.com/science/journal/07328893.

THE JOURNAL OF MOLECULAR DIAGNOSTICS. Amsterdam: Elsevier, 1999-. Disponível em: www.sciencedirect.com/science/journal/1525157.

Genetic Testing Registry: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/gtr/

Publicações atuais em periódicos científicos de circulação internacional.
Imunologia Clínica e Imunoterapia
CH: 30h-a
EMENTA:
Conhecer, interpretar e relacionar a resposta do sistema imune humoral e celular aos fatores essenciais da antigenicidade a agentes infecciosos e parasitários. Estudar as hipersensibilidades, imunoprofilaxia das doenças infecto contagiosas, imunodeficiências, doenças autoimunes e imunossupressão. Conhecer as imunoterapias disponíveis para o tratamento de diversas doenças e discutir metodologias para aprimorá-las

BIBLIOGRAFIA:
UpToDate for Clinicians – www.uptodate.com

Cosmi L, Maggi L, Mazzoni A, Liotta F, Annunziato F. Biologicals targeting type 2 immunity: Lessons learned from asthma, chronic urticaria and atopic dermatitis. Eur J Immunol. 2019 Jul 29. doi: 10.1002/eji.201948156.

Xia A, Zhang Y, Xu J, Yin T, Lu XJ. T Cell Dysfunction in Cancer Immunity and Immunotherapy. Front Immunol. 2019 Jul 19;10:1719. doi: 10.3389/fimmu.2019.01719.

Zhang J, Shi Z, Xu X, Yu Z, Mi J. The influence of microenvironment on tumor immunotherapy. FEBS J. 2019 Jul 31. doi: 10.1111/febs.15028.
Farmacologia e Análise Clínica de Antimicrobianos
CH: 30h-a
EMENTA:
Abordar aspectos dos mecanismos de ação de agentes quimioterápicos utilizados para o tratamento de doenças infecciosas e neoplásicas, e seus alvos moleculares, mecanismos de resistência e possíveis interações medicamentosas. Adicionalmente, os mecanismos de ação de inibidores serão abordados assim como o virtual screening (busca virtual) de ligantes.

BIBLIOGRAFIA:
UpToDate for Clinicians – www.uptodate.com

MedScape database - www.medscape.com

BENNETT, John E.; DOLIN, Raphael; BLASER, Martin J. Mandell, Douglas, and Bennett's principles and practice of infectious diseases. 8 ed. Philadelphia: Elsevier Saunders, 2014.

GOLAN, D. E.; TASHJIAN, A. H.; ARMSTRONG, E. J.; ARMSTRONG, A. W. Principles of Pharmacology: The Pathophysiologic Basis of Drug Therapy: Fourth Edition, 2 February 2016.

Brunton, Laurence L. As Bases Farmacológicas da Terapêutica de Goodman e Gilman. 12th ed, Porto Alegre AMGH 2012.

Publicações atuais em periódicos científicos de circulação internacional, por exemplo, British Journal of Pharmacology, Pharmacological Reviews, Current Drug Therapy, Expert Review of Anti-infective Therapy, Infectious Disease Clinics of North America, Journal of Clinical Microbiology.
Aspectos Moleculares da Etiologia e Manejo de Doenças Inflamatórias
CH: 30h-a
EMENTA:
Abordar vários aspectos relacionados com a farmacologia da inflamação, doenças inflamatórias, sua etiologia e manejo, através da análise dos aspectos bioquímicos e moleculares envolvidos nos eventos inflamatórios, contemplando as principais alterações vasculares e celulares em resposta a diferentes estímulos, inflamação associada com infecção e resposta inflamatória sistêmica, doenças inflamatórias crônicas e correlação entre inflamação e câncer. O estudo dos mecanismos de ação dos principais fármacos utilizados no tratamento da inflamação aguda e crônica, e discussão sobre novas abordagens terapêuticas e farmacológicas para manejo de doenças inflamatórias.

BIBLIOGRAFIA:
UpToDate for Clinicians – www.uptodate.com

MedScape database - www.medscape.com

Katzung, Bertram; Masters, Susan and Trevor Antony. Farmacologia básica e clínica Lange. 32th ed, Porto Alegre AMGH 2017. Livro eletrônico.

Brunton, Laurence L. As Bases Farmacológicas da Terapêutica de Goodman e Gilman. 12th ed, Porto Alegre AMGH 2012

GOLAN, D. E.; TASHJIAN, A. H.; ARMSTRONG, E. J.; ARMSTRONG, A. W. Principles of Pharmacology: The Pathophysiologic Basis of Drug Therapy: Fourth Edition, 2 February 2016.

Publicações atuais em periódicos científicos de circulação internacional: por exemplo, British Journal of Pharmacology, Pharmacological Reviews, Journal of Pharmacology and Experimental Therapeutics, Journal of Pharmacy and Pharmacology, Journal of Pharmacology and Toxicology e Molecular Pharmacology, Pharmacological Research, Pharmacological Reports, e Inflammopharmacology.
Aplicabilidade e Desafios da Genética Médica na Resolução de Doenças
CH: 30h-a
EMENTA:
Apresentar uma ampla visão da inserção da Genética na Medicina e nas demais áreas da saúde, introduzindo discussão sobre ferramentas genético-moleculares para diagnóstico, prevenção e tratamento de doenças de causa ou predisposição genética

BIBLIOGRAFIA:
ALBERTS, B. et al. Molecular Biology of the Cell. 6th ed. New York, Garland Science Publishing, 2014.

STRACHAN, T. & READ, A P. Human Molecular Genetics. 5th ed. New York: Garland Science, 2018.

KLUG, W. S. CUMMINGS, M. R. SPENCER, C. A. PALLADINO, M.A. Concepts of Genetics. 11th edition. Boston, Pearson, 2016.

EASTON, L. Human Genetics: A Comprehensive Approach. Callisto Reference, New York, 2019.

Para cada tópico a ser discutido será indicado, adicionalmente, artigos científicos disponíveis no portal de periódicos da CAPES. Serão indicados sítios eletrônicos para consulta em banco de dados relativos a temas abordados na disciplina.
Genoma Humano: Aspectos Patológicos e Alvos Terapêuticos
CH: 30h-a
EMENTA:
Abordagem geral dos conceitos básicos da Genética, desde os princípios de organização do genoma humano e suas extensões, até variações genética em nível de DNA. Os conceitos serão contextualizados e compatibilizados com as novas abordagens da genômica e do tratamento de doenças genéticas.

BIBLIOGRAFIA:
Strachan, T. & Read, A P. Human Molecular Genetics. 5th ed. New York: Garland Science, 2018.

Klug, W. S. Cummings, M. R. Spencer, C. A.Palladino, M.A. Concepts of Genetics. 11th edition. Pearson, Boston (2016).

The Human Gene Mutation Database: http://www.hgmd.cf.ac.uk/ac/index.php

GeneReviews: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK1116/

Ensembl project: http://www.ensembl.org/Homo_sapiens/Info/Index

Publicações atuais em periódicos científicos de circulação internacional.
Farmacogenômica
CH: 30h-a
EMENTA:
Estudar conceitos em farmacologia e metabolização de fármacos. A genômica e a resposta interindividual aos fármacos. Eficácia e efeitos adversos. Desenvolvimento de novos fármacos. Genes relacionados à farmacocinética e farmacodinâmica. Testes farmacogenéticos e sua aplicação clínica. Medicina personalizada. Aspectos éticos.

BIBLIOGRAFIA:
Katzung, Bertram; Masters, Susan and Trevor Antony. Farmacologia básica e clínica Lange. 32th ed, Porto Alegre AMGH 2017. Livro eletrônico.

STRACHAN, T. & READ, A P. Human Molecular Genetics. 5th ed. New York: Garland Science, 2018.

Gaedigk A, Dinh JC, Jeong H, Prasad B, Leeder JS. Ten Years' Experience with the CYP2D6 Activity Score: A Perspective on Future Investigations to Improve Clinical Predictions for Precision Therapeutics. J Pers Med. 2018 Apr 17;8(2). pii: E15. doi: 10.3390/jpm8020015.

Suarez-Kurtz G, Aklillu E, Saito Y, Somogyi AA. Conference report: pharmacogenomics in special populations at WCP2018. Br J Clin Pharmacol. 2019 Mar;85(3):467-475. doi: 10.1111/bcp.13828.

Suarez-Kurtz G. Pharmacogenetic testing in oncology: a Brazilian perspective. Clinics (Sao Paulo). 2018 Oct 11;73(suppl 1):e565s. doi:10.6061/clinics/2018/e565s.

PharmGKB: https://www.pharmgkb.org

Publicações atuais em periódicos científicos de circulação internacional.
Mecanismos de Reparo de DNA e Instabilidade Genômica
CH: 30h-a
EMENTA:
Proporcionar uma visão geral sobre lesões e mutações no DNA, reparação de DNA, mutagênese e recombinogênese em procariotos e eucariotos, enfatizando os processos bioquímicos e moleculares. Serão desenvolvidos os conceitos fundamentais e as implicações resultantes dos efeitos de agentes físicos e químicos sobre o patrimônio genético dos organismos procariotos e eucariotos; descrever os mecanismos de restauração celular implicados na reparação do DNA lesado e na mutagênese; analisar sua importância biológica e os possíveis mecanismos de ação dos fatores que nele interferem. Serão abordados os principais tipos de mutações espontâneas e induzidas, lesões induzidas por agentes físicos e químicos, reparo por excisão de bases, reparo por excisão de nucleotídeos, recombinação homóloga e não homóloga, reparo sujeito a erros, sistema SOS; testes de genotoxicidade: cometa e micronúcleo; avaliação de risco ambiental e ocupacional; reparo de DNA e câncer.

BIBLIOGRAFIA:
Silva, Juliana; Erdtmann, Bernardo e Henriques, João A. Pegas (2003). Genética Toxicológica. Editora Alcance.

Biological Responses to DNA Damage (2001). Cold Spring Harbor Symposia on Quantitative Biology, Volume LXV.

Periódicos área, como: Mutation Research – Genetic Toxicology; Mutation Research – Reviews in Genetic Toxicology; DNA Repair; Environmental and Molecular Mutagenesis. Genetics, Proc. Nat. Acad. Sci., Gene, Genes and Development, Trends in Genetics, Trends in Biochemistry, Photobiology and Photochemistry, Mutagenesis, Cell, Science, Nature, Nucleic Acid Research.
Abordagens Terapêuticas de Doenças Neuropsiquiátricas
CH: 30h-a
EMENTA:
Fornecer conhecimento teórico e prático sobre as principais abordagens terapêuticas utilizadas em pacientes com transtornos mentais. A disciplina tem como objetivo oferecer um treinamento teórico e prático sobre as diferentes abordagens terapêuticas que se mostram eficazes no tratamento dos transtornos mentais mais comuns. Além disso, o aluno poderá treinar a aplicação de alguns instrumentos utilizados em ensaios clínicos em Psiquiatria.

BIBLIOGRAFIA:
Reinares M, Bonnín CM, Hidalgo-Mazzei D, Sánchez-Moreno J, Colom F, Vieta E. The role of family interventions in bipolar disorder: A systematic review. Clin Psychol Rev. 2016 Feb;43:47- 57

Bonnin CM, Torrent C, Arango C, Amann BL, Solé B, González- Pinto A, Crespo JM, Tabarés- Seisdedos R, Reinares M, Ayuso- Mateos JL, García-Portilla MP, Ibañez Á, Salamero M, Vieta E, Martinez-Aran A; CIBERSAM Functional Remediation Group. Functional remediation in bipolar disorder: 1-year follow-up of neurocognitive and functional outcome. Br J Psychiatry. 2016 Jan;208(1):87-93.

Gewirtz AH, Youssef A. Introduction to the Special Section: Advances in psychological prevention and treatment interventions to promote children's mental health. Int J Psychol. 2017 Apr;52(2):82-86.

Weightman MJ, Knight MJ, Baune BT. A systematic review of the impact of social cognitive deficits on psychosocial functioning in major depressive disorder and opportunities for therapeutic intervention. Psychiatry Res. 2019 Apr;274:195-212.

Sagayadevan V, Jeyagurunathan A, Lau YW, Shafie S, Chang S, Ong HL, Samari E, Verma SK, Chong SA, Subramaniam M.Cognitive insight and quality of life among psychiatric outpatients. BMC Psychiatry. 2019 Jun 28;19(1):201.

Kavanaugh BC, Cancilliere MK, Spirito A. Neurocognitive heterogeneity across the spectrum of psychopathology: need for improved approaches to deficit detection and intervention. CNS Spectr. 2019 May 27:1-9.

Swartz HA, Swanson J. Psychotherapy for Bipolar Disorder in Adults: A Review of the Evidence. Focus (Am Psychiatr Publ). 2014 Summer;12(3):251-266.
Neuropsicologia dos Transtornos Mentais
CH: 30h-a
EMENTA:
Fornecer conhecimento sobre aspectos neuropsicológicos em diferentes transtornos mentais. Abordar o perfil neuropsicológico reunindo conceitos e pressupostos teóricos. Estudar a avaliação e intervenção neuropsicológica em diversos transtornos mentais.

BIBLIOGRAFIA:
Ebert B, Miskowiak K, Kloster M, Johansen J, Eckholm C, Wærner T, Holme M, Bruun LM. An ethnographic study of the effects of cognitive symptoms in patients with major depressive disorder: the IMPACT study. BMC Psychiatry. 2017 Nov 21;17(1):370.

Harvey PD, Twamley EW, Pinkham AE, Depp CA, Patterson TL. Depression in Schizophrenia: Associations With Cognition, Functional Capacity, Everyday Functioning, and Self-Assessment. Schizophr Bull. 2017 May 1;43(3):575-582.

FUENTES, D.; MALLOY-DINIZ, L.F.; CAMARGO, C.H.P. & COSENZA, R.M. Neuropsicologia: teoria e prática. São Paulo: ArtMed, 2013.

Grande I, Sanchez-Moreno J, Sole B, Jimenez E, Torrent C, Bonnin CM, Varo C, Tabares-Seisdedos R, Balanzá-Martínez V, Valls E, Morilla I, Carvalho AF, Ayuso-Mateos JL, Vieta E,Martinez-Aran A. High cognitive reserve in bipolar disorders as a moderator of neurocognitive impairment. J Affect Disord. 2017 Jan 15;208:621-627.

Lima F, Rabelo-da-Ponte FD, Bücker J, Czepielewski L, Hasse-Sousa M, Telesca R, Solé B,Reinares M, Vieta E, Rosa AR. Identifying cognitive subgroups in bipolar disorder: A cluster analysis. J Affect Disord. 2019 Mar 1;246:252-261.

Vieta E, Torrent C, Martinez-Aran A. Functional Remediation for Bipolar Disorder. Cambridge University Press, 2014.

Bragdon LB, Gibb BE, Coles ME. Does neuropsychological performance in OCD relate to different symptoms? A meta-analysis comparing the symmetry and obsessing dimensions. Depress Anxiety. 2018 Aug;35(8):761-774.
Neurologia do Desenvolvimento
CH: 30h-a
EMENTA:
A disciplina visa a construção de conhecimento amplo sobre o neurodesenvolvimento humano, da infância à idade adulta. Inicialmente será realizada uma revisão de aspectos anatômicos e fisiológicos fundamentais (desenvolvimento cortical, mielinização, neuroplasticidade) e, posteriormente, estudados os diferentes aspectos do desenvolvimento neuropsicomotor (desenvolvimento motor, da linguagem e das funções corticais superiores). Serão abordados, também, os principais desvios observados em diferentes faixas etárias. Desenvolvimento embriológico e fetal do sistema nervoso. Desenvolvimento cortical. Mielinização do sistema nervoso.
Neuroplasticidade.

BIBLIOGRAFIA:
Moura-Ribeiro MVL; Gonçalves VMG. Neurologia do Desenvolvimento da Criança. Thieme Revinter; Edição 2 (2009)

Baehr M; M Frotscher. Diagnóstico Topográfico em Neurologia. Guanabara Koogan; Edição 4 (2012)

Rotta NT; Ohlweiler L; Riesgo RS. Transtorno da Aprendizagem. Artmed; Edição 2 (2017)

Volpe JJ. Neurology of Newborn. Elsevier. Edição 6 (2017)"
Bioinformática e Biofísica Molecular Computacional
CH: 30h-a
EMENTA:
Capacitar o pós-graduando a compreender e aplicar os principais conceitos da área de Biofísica Molecular Computacional e Bioinformática nas análises de sequência e estrutura de proteínas, busca em bancos de dados, assim como, para compreender os processo de flexibilidade proteica. Os conteúdos serão abordados por meio de aulas expositivas e práticas.

BIBLIOGRAFIA:
FIELD, M. J. A practical introduction to the Simulation of Molecular Systems. 2. ed. New York; Cambrigde University Press, 2007. 330 p.

BRANDEN, C.; TOOZE, J. Introduction to Protein Structure. New York: Garland Publishing, 1999. 410 p.

LESK, A. M. Introdução à Bioinformática. 2a Edição. Porto Alegre: Artmed, 2008. 381 p.

RAPAPORT, D. The Art of Molecular Dynamics Simulation. Cambridge: Cambridge University Press. 2004. doi:10.1017/CBO9780511816581
Nos envie sua dúvida.
*Erro: Todos os dados devem ser preenchidos
Sua mensagem foi enviada com sucesso!