Conteúdo Digital Univates

O que são cidades inteligentes?

Postado por Lais Pontin Matos

compartilhe

💡 Em algum lindo momento da vida, você provavelmente já deve ter lido ou escutado a expressão “cidades inteligentes” e ficado curioso para descobrir o que são e como funcionam essas comunidades, certo? 

Divulgação/Twitter

Spoiler: já adiantamos que cidades inteligentes não são aquelas que abrigam habitantes que mandam superbem em matérias como matemática e física...

O conceito de cidades inteligentes (ou smartcities, em inglês) é utilizado para falarmos de comunidades que utilizam tecnologia digital a fim de tornar a vida de seus cidadãos prática e eficiente. Nesses lugares, existe toda uma preocupação em melhorar a fluidez do tráfego, a segurança e a prestação de serviços nas áreas de, por exemplo, recolhimento de lixo e iluminação pública. 

Divulgação/Facebook

O Fórum das Comunidades Inteligentes (IFC) aponta seis indicadores que nos ajudam a mensurar uma smartcitie. Veja quais são eles: 

1️⃣ Infraestrutura inteligente

Divulgação/Banco de Imagens

Esta é a hora em que você agradece por morar em uma cidade inteligente, toda trabalhada nas curvas e na infraestrutura, e não sofrer de labirintite!

Para ser considerada inteligente, uma cidade deve contar com uma infraestrutura digital capaz de prover seu desenvolvimento, interconectando os diferentes órgãos e elementos que fazem a comunidade funcionar. 

2️⃣ Trabalhadores de talento e conhecimento

Divulgação/Cult Critic

Sabia que o premiadíssimo diretor e produtor Alfred Hitchcock nasceu em Londres? Vai ver é por isso que, de acordo com um índice desenvolvido na Espanha, o local lidera o ranking das cidades mais inteligentes do mundo, ué!

Cidades inteligentes compreendem a importância de priorizar a educação de seus cidadãos e fomentar continuamente sua aprendizagem. Em um mundo ideal, todas as comunidades deveriam ser capazes de criar, manter e atrair talentos, com uma força de trabalho preparada, qualificada e paga à altura. 

3️⃣ Sustentabilidade ambiental

Divulgação/Facebook

Cidades inteligentes atuam para manter a capacidade das gerações futuras de poder fazer o mesmo que a geração atual. Também cultivam modelos de crescimento econômico que levam em consideração o consumo de menos recursos e a produção de menos resíduos.

4️⃣ Ecossistema inovador

Divulgação/NBC Channel

Além de necessários, os processos de inovação também podem ser divertidos, sabia?

Para conquistar o título de smartcitie, uma comunidade deve experimentar, pesquisar, desenvolver e favorecer a implementação de soluções novas e eficientes, sem desperdiçar inteligências, tempo ou energia.

5️⃣ Igualdade e inclusão

Divulgação/Pexels

Cidades inteligentes entendem que todos devem usufruir de oportunidades iguais e, por isso, criam condições a fim de oferecer acesso aos meios necessários para desenvolver os talentos em benefício de toda a sociedade.

6️⃣ Governança

Divulgação/FOX Channel

Esta é a história de Lisa Simpson, a nova presidente dos Estados Unidos da América…

Cidades inteligentes são governadas por lideranças conscientes, que compreendem perfeitamente o seu papel enquanto agentes responsáveis por identificar oportunidades capazes de gerar mudanças positivas para os cidadãos e nas instituições.

🏙️ Confira o ranking das cidades mais inteligentes do mundo

Agora que você já sabe o que são smartcities, que tal dar uma espiadinha no ranking das cidades mais inteligentes do mundo? Ele foi elaborado pelo Centro de Globalização e Estratégia do Instituto de Estudos Superiores da IESE Business School, escola de negócios da Universidade de Navarra.

Top 10:

1) Londres (Reino Unido).

2) Nova York (Estados Unidos). 

3) Amsterdã (Holanda). 

4) Paris (França). 

5) Reykjavik (Suécia). 

6) Tóquio (Japão). 

7) Cingapura. 

8) Copenhague (Dinamarca). 

9) Berlim (Alemanha). 

10) Viena (Áustria). 

Londres

Londres

Divulgação/Pexels

Londres
Londres

Divulgação/Pexels

Nova York
Nova York

Divulgação/Pexels

Amsterdã
Amsterdã

Divulgação/Pexels

Paris
Paris

Divulgação/Pexels

Reykjavik
Reykjavik

Divulgação/Pexels

Tóquio
Tóquio

Divulgação/Pexels

Cingapura
Cingapura

Divulgação/Pexels

Copenhague
Copenhague

Divulgação/Pexels

Berlim
Berlim

Divulgação/Pexels

Viena
Viena

Divulgação/Pexels

Evento virtual da Univates irá discutir papel das cidades inteligentes na sociedade

A partir de 04 de março, a Univates irá promover uma série de eventos que objetiva discutir o papel das cidades inteligentes na sociedade. Trata-se do Crie Smart Cities, que terá como atividade de abertura uma palestra virtual com os convidados Luiz Carlos Pinto da Silva Filho, coordenador do Pacto Alegre, José Wellington Ramirez, representante da Ruta N, da Colômbia, e Andrés Arias, colombiano especialista em cidades inteligentes

Você pode se inscrever para participar da palestra de abertura do Crie Smart Cities por meio deste link. A atividade, promovida pela Área de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas (CCHSA) da Univates, é gratuita e aberta a toda comunidade. 

Obtenha mais informações pelo telefone (51) 3714-7000, ramal 5943, ou então pelo e-mail eventos@univates.br

E-book

[E-BOOK] Com que curso eu vou?

Receba este e-book gratuitamente.

quero esse e-book
Fale com a gente