Arquitetura

Arquitetos e cavernas: você sabe qual a relação entre eles?

Postado por Ágatha Strapasson

compartilhe

Você já deve ter aprendido nas aulas de História que o ser humano era nômade, ou seja, passava semanas em um lugar, do qual saía quando acabava a comida. Com o passar dos anos, os homens aprenderam a plantar e cultivar seu próprio alimento. Isso foi revolucionário, porque, a partir daquele momento, não precisavam mais se mudar quando a comida acabasse.

Mas o que isso tem a ver com Arquitetura e Urbanismo? É simples: por não precisar mais fazer a mudança com frequência, o homem pôde definitivamente se abrigar em um lugar. Como uma caverna não era mais suficiente, passou a construir a sua própria casa, sendo esses os primórdios da arquitetura e da construção civil.

Da representação gráfica à efetividade da obra, o arquiteto projeta e coordena a construção, organizando casas, prédios, edificações, espaços internos e externos, de acordo com critérios de estética, conforto e funcionalidade. Ele faz a planta, obedecendo aos regulamentos legais e às normas técnicas.

Nicole Morás

Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil: entenda a diferença

Os dois profissionais trabalham na construção de casas, prédios, edifícios comerciais e obras públicas. No entanto, atuam de forma diferente, pois o engenheiro está habilitado a lidar com questões técnicas, como os cálculos estruturais ou o estudo de resistência dos materiais. Já o arquiteto tem uma formação mais humanística que o capacita para apresentar soluções estéticas e de funcionalidade dos espaços.

Tradicionalmente, enquanto o arquiteto faz o planejamento da utilização do espaço e sua funcionalidade, o engenheiro implanta o projeto, executando as obras estruturais, elétricas e hidráulicas.

 

Profissionalização na Univates

Nicole Morás

Com metodologia de aprendizagem em formato de Ateliers Integrados, o curso de Arquitetura e Urbanismo da Univates contempla a cada semestre temas diversos vinculados à prática do profissional. “Esse alinhamento nos Ateliers, integrando conteúdos e planejamento docente, potencializa a formação das habilidades e competências do futuro profissional, pois, ao desenvolver o projeto integrado, o estudante passa a pensar em mais variáveis que incidem nas decisões projetuais”, explica a professora Jamile Maria da Silva Weizenmann. Além disso, o coordenador do curso, Cristiano Zluhan Pereira, destaca a aproximação dos conteúdos passados em aula com demandas reais da sociedade. “Exemplo disso ocorre na disciplina Atelier de Projeto, na qual, a partir de demandas dos municípios da região, são elaboradas ideias e conceitos que ajudam no desenvolvimento das cidades”, conta.

Experiência no exterior

Os acadêmicos de Arquitetura e Urbanismo da Univates também realizam visitas periódicas que permitem a observação e aprimoração do olhar perante a sua área profissional. Dentre os destinos destacam-se viagens internacionais e, em âmbito nacional, São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Minas Gerais, Santa Catarina, além de diferentes destinos do Rio Grande do Sul.

E-book

[E-BOOK] Saiba qual profissão é a sua cara!

Receba este e-book gratuitamente.

quero esse e-book
Fale com a gente