Arquitetura Conteúdo Digital Cursos Comunicação Design Estudos

Confira cinco dicas para ser mais criativo

Postado por Lais Pontin Matos

compartilhe

➡ Nos dias de hoje, quem não tem imaginação fértil corre o risco de ficar para trás. Pense, por exemplo, na famosa e horrível máxima de que “nada se cria, tudo se copia”: provavelmente ela foi inventada por um Illuminati alguém muito inteligente que não queria ver seus insights concorrendo com os de outras pessoas (enfim, a hipocrisia). Como não somos egoístas e acreditamos que o compartilhamento de boas ideias pode mudar o mundo (para melhor, obviamente), reunimos neste post cinco dicas que, se postas em prática, farão você ser mais criativo do que Bill Gates, Steve Jobs e Elon Musk juntos. Confira:

1) Não tenha medo de experimentar coisas novas ✈

Divulgação/Unsplash

Como sua mente não é a porta da sua casa, ela não precisa ficar o tempo todo fechada, concorda? Para ser mais criativo, a dica é encarar o medo de experimentar coisas novas. Não tenha receio de, por exemplo, formular ou considerar ideias inéditas e de pensar em soluções não tão usuais para resolver os problemas do dia a dia. Sua inspiração tende a aumentar quando você entra em contato com tudo aquilo que é diferente. 

2) Siga o conselho do 👽 Bilu e busque conhecimento

Divulgação/Unsplash

Chocolate e conhecimento: estão aí coisas essenciais à sobrevivência humana. Nem é preciso dizer (mas a gente reforça mesmo assim) que, para ser criativo, você deve demonstrar interesse contínuo em aprender. A dica é fazer viagens (e, se possível, nos convidar para ir junto), ler livros (os da Marian Keyes são ótimos), assistir a filmes e frequentar museus e teatros. Também vale se dedicar ao estudo de áreas da sua preferência. Lembre-se de que quanto mais informações obtiver, mais bagagem de mundo terá. Arrume sua malinha com carinho e leve-a consigo para todos os lugares! 

3) Fique um pouco sozinho 🙏

Divulgação/Unsplash

Relaxe, meninx: ninguém aqui está dizendo para você permanecer por dias e dias trancafiado em uma cabana decrépita e cheia de goteiras localizada entre as divisas das cidades de Lugar Nenhum e Recanto Perdido. Buscar conhecimento cansa e, às vezes, nosso cérebro precisa de um descanso para processar todas as informações retidas e não pirar na batatinha. Ficar sozinho e em silêncio por algum tempo pode ajudá-lo a colocar seus pensamentos em ordem. Falam por aí que a solidão é a mãe das grandes ideias. Quem somos nós para interferirmos na criação de seus rebentos? 

4) Seja um Questionador com Q maiúsculo 🤔

Divulgação/Unsplash

Neste mundo que não é o de Alice, infelizmente, existem pessoas e organizações que, para conseguirem o que querem, passam por cima de tudo e todos feito um grande rolo compressor. É por isso que você deve ser um Questionador com Q maiúsculo e, como uma criancinha do jardim de infância, sempre se perguntar o motivo de as coisas estarem ocorrendo. Quem adota uma postura crítica em relação ao que acontece aprende a pensar fora da caixinha, se torna mais criativo e, claro, raramente é tirado para bobo. De trouxa já basta a de roupas que habita a lavadora, concorda? 

5) Tente outra vez ♫

Divulgação/Unsplash

Quando as coisas dão errado, o que é necessário fazer? Trancar-se em um quarto escuro e chorar até os olhos ficarem tão secos quanto o deserto ou levantar, sacudir a poeira e entrar no páreo novamente? Você, se não nasceu na pele da Rihanna ou da Lady Gaga, provavelmente já fracassou alguma vez na vida. E está tudo bem, de verdade. Nessas circunstâncias, quem dá a dica é Raul Seixas: tente novamente e continue firme em busca de seus objetivos. Os erros que cometemos podem nos inspirar a pensarmos de forma mais criativa e a agirmos de modo diferente em situações futuras, sabia?

Conheça cursos capazes de estimular sua criatividade 💡

play nos vídeos abaixo para descobrir como funcionam cinco graduações da área da Economia Criativa: 

1) Jornalismo 🎤

2) Publicidade e Propaganda 📺

3) Design 🎨

4) Marketing 💼

5) Arquitetura e Urbanismo 🏘

E-book

[E-BOOK] Mercado de trabalho

Receba este e-book gratuitamente.

quero esse e-book
Fale com a gente