Odontologia

URI Permanente para esta coleção

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 5 de 14
  • Item
    Acesso Aberto
    Lesões traumáticas de dentes decíduos e incidência de sequelas em dentes permanentes: uma revisão sistemática com meta-análise
    (2021-12) Compagnoni, Luana; Chisini, Luiz Alexandre; http://lattes.cnpq.br/0450167472415389
    Lesões Traumáticas Dentárias (LTDs) acometem cerca de 1 bilhão de pessoas no mundo e a prevalência na dentição decídua é de 22.7%. Os dentes decíduos e seus sucessores permanentes estão diretamente ligados, e quando LTDs ocorrem na dentição decídua, estudos longitudinais têm reportado que há uma maior probabilidade de ocorrer sequelas irreversíveis nos dentes sucessores permanentes. Estudos não têm apresentado um consenso sobre a real incidência de sequelas na dentição permanente após uma LTD em dentes decíduos, e tem variado de 20,2% a 74,1%. Além disso, nenhuma revisão sumariza a incidência de sequelas nos dentes permanentes advindos de traumas nos decíduos. Sendo assim, o objetivo do presente estudo foi estimar a incidência de sequelas nos sucessores permanentes de dentes decíduos traumatizados, bem como realizar a estratificação da incidência de acordo com os tipos de traumatismos. A estratégia de busca foi realizada utilizando palavras- chave relevantes e entre termos MeSH, que foram pesquisados em seis bases de dados (BVS, Scielo, PubMed, Scopus, Web of Science, EMBASE). Foram incluídos na revisão estudos longitudinais prospectivos ou retrospectivos, incluindo crianças de qualquer faixa etária que sofreram traumatismo em dentes decíduos e que foram acompanhados até a erupção do sucessor permanente. Nenhuma restrição foi aplicada para sexo, período de acompanhamento, ano de publicação ou idioma em que o estudo foi publicado. Relatos de casos, séries de casos, comentários editoriais, revisões e quaisquer estudos nos quais as repercussões dos traumas não foram avaliadas nos sucessores permanentes foram excluídos. A extração de dados foi realizada de forma independente por dois revisores (LC e LAC) em uma planilha eletrônica pré-definida e testada. Uma metanálise foi realizada para agrupar a incidência de sequelas em dentes permanentes. Foram estimadas as incidências de sequelas em dentes permanentes com seus respectivos intervalos de confiança de 95% (CI 95%). A heterogeneidade será avaliada com a estatística I2 . Uma elevada heterogeneidade será considerada quando I2 for superior igual ou superior a 50%. Considerando a grande heterogeneidade metodológica de estudos observacionais, um modelo randômico será utilizado na metanálise.
  • Item
    Acesso Aberto
    O impacto da pandemia de Covid-19 na assistência odontológica: uma revisão sistemática
    (2021-12) Dauernheimer, Larissa; Chisini, Luiz Alexandre; http://lattes.cnpq.br/0450167472415389
    O presente estudo teve o objetivo de avaliar o impacto da pandemia de COVID-19 na assistência odontológica, através de uma revisão sistemática. A busca dos artigos foi realizada em cinco bases de dados: PubMed / Medline, Scopus, Web of Science, Biblioteca Virtual em Saúde e Scielo. Foram incluídos estudos transversais, prospectivos ou retrospectivos que avaliaram o impacto da pandemia de covid-19 no nível de assistência (público ou privado) ou na perspectiva econômica, estudos com dados primários e secundários, artigos originais, cartas ao editor e comunicações breves. Revisões de literatura não foram incluídas. A leitura e seleção dos estudos foi realizada Dois autores leram todos os títulos e resumos dos artigos de forma independente e avaliaram os estudos por elegibilidade considerando os critérios de inclusão e exclusão mencionados anteriormente. Os dados foram coletados e analisados de forma qualitativa. A busca inicial resultou em 1205 estudos. Após avaliação de títulos e resumos, 100 estudos foram acessados para leitura completa. Destes, 43 foram incluídos na presente revisão sistemática. Os estudos foram originários de 104 países diferentes. No total 17.305 indivíduos foram investigados em diferentes serviços de saúde. O desenho da maioria dos estudos foi transversal (n=13) retrospectivo (n= 9). Considerando os 43 estudos que investigaram o impacto da pandemia na assistência odontológica, observamos que a grande maioria (n= 91%) reportou algum impacto da pandemia nos serviços odontológicos. De forma geral, durante o outbrack, grande parte dos dentistas fecharam seus consultórios, enquanto que alguns continuaram apenas atendimentos de urgência e emergência. Além da diminuição dos procedimentos odontológicos, alguns estudos relataram uma mudança no perfil dos procedimentos realizados. Foi observado uma elevação em procedimentos exodônticos, tratamento de abcessos e 5 na prescrição de medicamentos. O impacto econômico também foi investigado em 12 estudos. Destes, 75% observou um impacto econômico importante para os cirurgiões-dentistas. Desta forma, foi possível observar que a pandemia de COVID-19 teve um impacto negativo na assistência odontológica, mudando o perfil dos atendimentos e gerando importantes impactos econômicos para os profissionais de saúde.
  • Item
    Acesso Aberto
    Restaurações em dentes decíduos: uma revisão sistemática
    (2021-12) Eifert, Laísa Maira; Chisini, Luiz Alexandre; http://lattes.cnpq.br/0450167472415389
    O tratamento operatório da doença cárie deve se basear na intervenção dos fatores etiológicos da doença bem como o restabelecimento da função e estética dos elementos dentais. Em odontopediatria, existem diversas opções de materiais restauradores diretos e indiretos que têm apresentado diferentes taxas de sobrevivência. Parte dessa variação tem sido atribuída a fatores relacionados com o paciente pediátrico, experiência do operador e sensibilidade técnica do material. Assim, o objetivo do presente estudo foi sistematizar a literatura investigando a longevidade de restaurações em dentes decíduos e as suas razões de falha. Foram encontrados 1634 registros na busca inicial. Após a remoção das duplicatas, permaneceram 178 estudos. Desta forma, estes estudos foram avaliados pelos títulos e resumos, de maneira independente por dois revisores pautados nos critérios de inclusão e exclusão. Após esta etapa, considerando o período de 2017 a 2021, foram incluídos para a leitura completa 11 estudos e 10 permaneceram na revisão sistemática. A maioria dos estudos incluídos foram ensaios clínicos randomizados comparando diferentes materiais ou técnicas restauradoras. Ao todo 500 restaurações foram avaliadas, principalmente de resina composta. A coroa metálica foi o material que apresentou a maior taxa de sucesso seguida das coroas de zircônia. A taxa de sucesso das restaurações realizadas com resina composta variou de 54% a 98%. Resinas bulk fill apresentaram taxas de sucesso semelhantes às resinas compostas convencionais. A cárie secundária foi o principal motivo de falha das restaurações.
  • Item
    Acesso Aberto
    Influência do contexto familiar e fatores de risco na cárie dentária em crianças - revisão de literatura
    (2020-11) Fantin, Júlia da Rosa; Reis, Bianca Soares; http://lattes.cnpq.br/5029214256675718; Costa, Francine dos Santos; Wessel, Luiza
    A cárie é provavelmente a mais prevalente de todas as doenças bucais e, embora seja reconhecida por sua natureza multifatorial, algumas variáveis sociodemográficas, psicossociais e ambientais podem estar associadas a sua ocorrência precoce. O objetivo deste trabalho foi realizar uma revisão bibliográfica narrativa sobre a Influência do contexto familiar e fatores socioeconômicos na ocorrência de cárie dentária em crianças. A pesquisa foi realizada através de uma busca ativa em base de dados como Scielo (scielo.org), PubMed (pubmed.gov), Medline (bases.bireme.br), com os seguintes descritores: “Child”, “Family relations”, “Dental caries”, “Oral health”, “Socioeconomic factors”. O entendimento da influência destes fatores é de extrema importância para o planejamento de estratégias e políticas de saúde pública bucal. Por fim, pode-se concluir que o contexto familiar, incluindo as relações familiares, hábitos de saúde e dieta alimentar, comportamento materno e as condições socioeconômicas estão associados a ocorrência de cárie na infância.
  • Item
    Acesso Aberto
    Violência de gênero e odontologia: uma revisão integrativa de literatura
    (2021-06) Martini, Pâmela; Guarnieri, Fábio; http://lattes.cnpq.br/2295714218481079
    Violência de gênero abrange abuso sexual, emocional, físicos e controle comportamental. Mundialmente, mulheres de diferentes origens culturais, de grupos socioeconômicos e idades são agredidas por seus parceiros íntimos ou por terceiros. As lesões mais relatadas pelas mulheres são em região de cabeça e pescoço, áreas nas quais o profissional cirurgião-dentista possui um olhar privilegiado para identificar sinais de agressão nas vítimas. O objetivo deste trabalho foi realizar uma revisão integrativa de literatura a respeito das principais lesões que acometem o complexo bucomaxilofacial devido a violência contra parceiro íntimo e o papel que o cirurgião- dentista possui frente a essa situação. A presente revisão integrativa de literatura foi realizada com 36 artigos encontrados a partir de busca ativa em base dados como Scielo (scielo.org) e PubMed (pubmed.gov). Concluiu-se que, os cirurgiões-dentistas possuem vantagens para identificar vítimas de agressão, pois sua formação está diretamente relacionada com as principais regiões acometidas que são cabeça e pescoço. Neste contexto, os profissionais são exigidos por lei notificar casos de violência contra parceiro íntimo, seja em casos suspeitos ou confirmados.