Confira os motivos para fazer um curso técnico na Univates

Postado em 29/05/2018 16h38min e atualizado em 29/05/2018 16h54min

Por Nicole Morás

Os cursos técnicos são de curto prazo e favorecem rápida inserção no mercado de trabalho, mas isso você já sabe, não é mesmo? O que talvez você não sabe é que a Univates tem 20 anos de tradição em cursos técnicos, uma ótima infraestrutura e muito mais. E você nem precisa ter concluído o ensino médio! Dá para cursar os dois ao mesmo tempo. Bacana, não? Confira outros motivos para estudar na Univates fazendo um curso técnico.

Curso para colocar a “mão na massa”

Os cursos técnicos oferecidos pela Univates são direcionados para o mercado de trabalho e compostos por disciplinas práticas, que permitem que você coloque “a mão na massa” antes mesmo de entrar no mercado de trabalho. Para isso, estão disponíveis laboratórios bem equipados que lhe proporcionam um diferencial competitivo que o mercado espera de você. E se você ainda quiser aprofundar os conhecimentos teóricos, pode pensar em fazer uma graduação.

Tuane Eggers

Laboratórios e infraestrutura top

Os estudantes dos cursos técnicos utilizam os mesmos laboratórios que os cursos de graduação e pós-graduação. Se você fizer o técnico em Enfermagem, por exemplo, terá aula nos mesmos laboratórios utilizados pelos alunos do curso de Medicina ou da graduação em Enfermagem.

Só para você ter uma ideia, temos os laboratórios de Anatomia, Informática, de Termodinâmica e Mecânica Automotiva, de Automação Industrial, Edificações e mais outros 208 laboratórios, museus e salas especiais. Confira a lista completa aqui. Os estudantes dos cursos técnicos também têm acesso a toda a infraestrutura da Univates, como a pista atlética com certificação internacional.

Rápida inserção no mercado de trabalho

Com duração média de dois a três anos, os cursos técnicos garantem rápida formação e, consequentemente, rápido ingresso no mercado de trabalho. Ainda mais porque muitos estudantes começam a trabalhar na sua área de estudos antes mesmo de concluir o curso. E como as empresas buscam profissionais qualificados, com estudos técnicos que tenham, além da base teórica, a prática que um curso técnico oferece, os estudantes dos cursos técnicos da Univates têm tudo para ingressar no mercado de trabalho.

20 anos de tradição

Há 20 anos a Univates oferece cursos técnicos, ou seja, temos vasta experiência em realizar cursos que ofereçam formação sólida e próxima ao que o mercado de trabalho espera dos profissionais. Hoje são aproximadamente 1.700 alunos em sala de aula e mais de 3 mil diplomados.

Elise Bozzetto

Curta duração e valor acessível

Por ser mais curto do que uma graduação, os cursos técnicos também se tornam mais vantajosos para quem quer ter conhecimento em determinada área e tem orçamento mais apertado. Sem contar que existe a opção de financiamento próprio da Univates, o Credivates 2.0, em que é possível pagar o curso no dobro do tempo que você fizer as disciplinas. Isso quer dizer que você pode fazer todas as disciplinas em dois anos e pagar o curso em quatro anos. Bom, né?

Tuane Eggers

Oportunidade de fazer intercâmbio

Você sabia que é possível fazer intercâmbio estudantil sendo aluno dos cursos técnicos? Sim! A cada semestre, a Diretoria de Relações Internacionais lança editais específicos para estudantes de cursos técnicos estudarem em universidades estrangeiras.

Formação humanista

Na Univates, entendemos que os cursos técnicos não devem atender apenas às demandas do mercado, mas precisam também ter a preocupação de formar profissionais com adequada postura ético profissional, para que possamos também ser pessoas melhores, contribuindo para modificar as suas condições sociais, suas relações e atuações na sociedade, favorecendo o crescimento de uma região e país de forma mais próspera e menos desigual, e é esta nossa postura e preocupação na gestão dos cursos técnicos da Univates.

Elise Bozzetto

Somos Universidade!

Mesmo que os cursos técnicos não sejam cursos universitários, nossos estudantes podem ter contato com muitas oportunidades justamente porque somos uma Universidade. Os alunos dos cursos técnicos podem ser voluntários nos projetos de extensão e, assim, estar em contato com a comunidade. Também podem participar de todos os eventos promovidos pela Instituição, como o Criexp - o maior evento do Sul do país em criatividade, inovação e empreendedorismo.

 

Biblioteca moderna

Instalada com 100% de tecnologia de identificação por radiofrequência, a Biblioteca da Univates é considerada a mais moderna do Brasil e também uma das mais modernas da América Latina. Um local constituído por terminais de autoatendimento, localização de livros em mapa 3D, serviço de autodevolução e mais de 160 mil exemplares no acervo. Com uma estrutura de cinco andares, responsável por armazenar conhecimento e difundi-lo entre estudantes, professores e intelectuais, a Biblioteca da Univates é ponto de referência para aqueles que buscam cultura e inovação. Em cada andar, além das tradicionais estantes de livros, lounges com pufes se tornam um convite para que estudantes e visitantes descansem, se alimentem ou destinem um tempo para conversar no intervalo de estudos.

Tuane Eggers

No outro lado, computadores, mesas e salas de estudo fazem do local um espaço marcado por traços contemporâneos e multiculturais. E tudo isso disponível para os estudantes de cursos técnicos, claro!

Professores com experiência

Os professores têm ampla experiência no mundo do trabalho e ministram disciplinas relacionadas com a sua área de atuação. Assim, levam a experiência para a sala de aula e conectam a teoria com a prática atrelada às inovações e avanços tecnológicos do mercado.

Pode ser cursado junto com o Ensino Médio

Se você é estudante de ensino médio, saiba que não precisa da conclusão deste para ingressar em um curso técnico e não há processo seletivo, tipo prova. Somente inscrição e matrícula nos períodos predefinidos. Foi isso que o Maurique Schmitt, estudante de Manutenção Automotiva, resolveu fazer. “Decidi fazer um curso técnico durante o ensino médio, pois queria aproveitar o "embalo". Já que estou estudando, pensei que seria mais fácil fazer os dois ao mesmo tempo. Decidi não fazer muitas disciplinas, pois não quero passar do meu limite, quero ir bem tanto no colégio quanto na Univates, além de não deixar de fazer o que gosto no meu tempo livre, como futebol, shopping…”, explica ele. A exceção é o curso técnico em Radiologia, que tem como requisitos para a matrícula que o aluno tenha concluído o Ensino Médio e 18 anos completos. Ah, para receber o diploma do curso técnico você precisa ter concluído o ensino médio, então nada de parar os estudos na escola, hein?

Tecbônus

Quem conclui um curso técnico na Univates tem acesso ao Tecbônus, um benefício que garante 50% de desconto no primeiro trimestre de um curso na modalidade a distância ou uma disciplina gratuita na graduação presencial.