Por que fazer uma segunda graduação?

Postado as 2018-09-17 14:46:51

Por Ana Amélia Ritt

Seja para mudar de perspectiva ou aprofundar conhecimentos em uma área semelhante, fazer uma segunda graduação pode ser uma forma de destaque no mercado profissional. Fomos atrás de estudantes (que também são diplomados) da Univates e elencamos motivos para investir numa nova formação:

Tuane Eggers

1) Realização Pessoal

Às vezes a gente tem aqueles sonhos escondidos, né? Concluir o curso de Ciências Biológicas, mas querer, na verdade, fazer Medicina. Tem também aqueles desejos que surgem com o tempo, dependendo das experiências pelas quais passamos. Foi justamente isso que aconteceu com Simone Bruxel. 

A estudante de Psicologia é também diplomada do curso de Estética e Cosmética, além de ter concluído o MBA em Gestão Estratégica de Pessoas. E foi por causa das aulas da pós-graduação que Simone acabou repensando algumas questões da vida pessoal e profissional. 

Divulgação

Sempre gostei muito das relações humanas, do contato e das trocas com outras pessoas, no entanto, após algum tempo atuando na minha área de formação e ao concluir a especialização, percebi que meu interesse em trabalhar, atuar e me relacionar com o outro começava a mudar. Aos poucos me interessei por uma outra 'perspectiva' do ser humano. Estou bem feliz, pois o curso de Psicologia nos movimenta e realmente nos transforma
Simone Bruxel, estudante de Psicologia e diplomada em Estética e Cosmética

2) Diferencial competitivo

Por outro lado, uma segunda graduação, se realizada na sua área de atuação ou complementar, pode ser o diferencial do seu currículo. Por exemplo, alguém que se formou em Administração e tem afinidade com a área de finanças pode considerar o curso de Ciências Contábeis uma forma de aperfeiçoar o conhecimento e se destacar em uma vaga perante seus concorrentes.

Divulgação

No caso da diplomada de Biomedicina Taísa Werle, que atualmente cursa Farmácia, a escolha teve como objetivo ampliar as áreas de atuação profissional, levando em conta que a Farmácia é mais generalista. “A segunda graduação amplia os horizontes e expectativas de se inserir no mercado de trabalho”, afirma.

3) Aproximação do mercado de trabalho

Também há aquelas pessoas que estão no mercado de trabalho em uma área distinta à de formação e, com a segunda graduação, podem complementar o conhecimento prático adquirido até o momento. 

No caso da diplomada em Administração e estudante de Engenharia Química Fernanda Graeff, a opção veio como um adicional, já que ambas as graduações têm ligação com sua profissão. 

Divulgação

Temos uma empresa familiar de alimentos e por isso, com 18 anos, quando eu não sabia muito bem o que escolher, decidi por Administração. Já sou formada há quatro anos. Agora que tenho a oportunidade de cursar a segunda graduação optei por unir o útil ao agradável. Sempre gostei muito de química e com a empresa temos muita demanda com relação à criação de novos produtos e tratamento de efluentes
Fernanda Graeff, diplomada em Administração e estudante de Engenharia Química

4) Transição entre duas profissões que lhe interessam

Com duas graduações, você tem a flexibilidade de mudar de profissão conforme as exigências do mercado. É claro que suas vivências nas áreas também influenciarão, mas com certeza a formação, independente da área, lhe dará mais segurança.

Tuane Eggers

Segunda graduação ou pós-graduação?

Para Simone, que passou pelas duas experiências, a escolha depende do que se quer no momento. “Se o objetivo for repensar a profissão, a atuação no mercado de trabalho e a busca por novos desafios, acho muito válido sim iniciar um outro curso, começar do zero com novos sonhos, novos desafios e expectativas. Mas se a ideia é permanecer em sua área de formação, em que o objetivo não é mudar de campo de trabalho necessariamente, mas sim se aperfeiçoar, se atualizar, se permitir conhecer novas pessoas dentro do curso, novas experiências e aprendizados, acredito que a especialização é a melhor opção”, aponta. Fernanda concorda: “Faça uma avaliação do cenário, dos seus objetivos e do que você necessita no mercado de trabalho. Se precisar de um aprofundamento em uma área específica, indicaria uma especialização. Se deseja abranger mais áreas de conhecimento, acredito que seja mais indicado uma segunda graduação”.

Desconto

Diplomados pela Univates que desejam realizar uma segunda graduação ganham descontos que variam de 22% a 50%. Além disso, disciplinas em comum ou com grande proximidade podem ser aproveitadas na segunda graduação.