Podcast é utilizado como recurso de aprendizagem em pesquisa do PPGEnsino

Postado as 30/04/2019 08:43:44

Por Nicole Morás

Ouvinte de podcasts, o mestre Maurício Severo da Silva resolveu utilizá-los como recurso de aprendizagem durante sua pesquisa no Programa de Pós-Graduação em Ensino (PPGEnsino) da Univates. O estudo, orientado pela professora Márcia Jussara Hepp Rehfeldt, é embasado nas ideias de educar pela pesquisa de Pedro Demo e da aprendizagem significativa de David Ausubel.

Escuto podcast há muitos anos e sempre senti vontade de criar um podcast de divulgação científica. Eu aprendo muito escutando esse recurso de áudio e, quando iniciei o mestrado, logo pensei em utilizá-lo como recurso de aprendizagem em que os estudantes poderiam ter uma experiência de aprendizado diferente, na qual pudessem estudar uma temática e abordá-la durante a gravação de um episódio
Maurício Severo da Silva, mestre pelo PPGEnsino

Nicole Morás

Silva explica que a prática possibilita o estímulo à autonomia e autoria dos estudantes, já que eles precisam pesquisar sobre a temática escolhida para poder abordá-la de forma verbal durante a gravação do programa. “O estudante precisa ir além de uma pesquisa superficial sobre a temática para poder desenvolver um diálogo de forma natural durante a gravação do programa”, afirma.

Para realizar o estudo, o pesquisador elaborou uma prática pedagógica, organizada em nove encontros presenciais, nos quais estimulou os acadêmicos a estudarem de forma autônoma e a serem autores de seus próprios episódios de podcast. Após essa prática, os participantes foram entrevistados pelo pesquisador.

Conforme Silva, os dados coletados apontaram duas tendências: o estudante autor e autônomo, em que os estudantes apresentam evidências de que se apropriaram da autonomia de estudos instigada pelo pesquisador; e o podcast enquanto estratégia de aprendizagem, que apresenta indícios de que os estudantes conseguiram aprender a temática abordada durante a gravação do podcast.

Silva destaca que com a pesquisa foi possível perceber que os estudantes estavam mais engajados nos estudos, empoderados da autonomia de estudos e aprendendo a aprender. “Também percebi que os alunos compreenderam a importância de seu papel enquanto sujeito que aprende de forma autônoma. Além disso, ficou evidente a importância do papel docente na mediação da aprendizagem e no auxílio à emancipação dos sujeitos”, finaliza.

Regime intensivo

O PPGEnsino pode ser realizado no regime intensivo. Com essa modalidade, os acadêmicos podem frequentar disciplinas intensivas nos meses de janeiro e julho e realizar suas pesquisas na cidade de origem. As atividades do regime intensivo ocorrem de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30min às 17h30min nos meses de janeiro e julho. Saiba mais sobre o PPGEnsino em www.univates.br/ppgensino, pelo e-mail ppgensino@univates.br ou pelos telefones (51) 3714-7058 ou 3714-7000, ramal 5618.