Estudantes e Professora do Curso de Medicina participam de Conferência de Otorrinolaringologia nos EUA

Postado as 22/06/2019 10:24:52

Por Carla Bagnara

Divulgação

Os estudantes de medicina da Univates Roberto Santos e Kadja Ferraz Campara e a professora doutora Claudia Barros Coelho, médica otorrinolaringologista especialista em zumbido, participaram da 27ª Conferência Internacional de Otorrinolaringologia. O evento aconteceu entre os dias 12 e 14 de junho na Universidade de Iowa, em Iowa City, nos Estados Unidos da América (EUA). Com o tema Manejo do Zumbido e Hiperacusia, a Conferência reuniu participantes de diversos países e pesquisadores dos principais centros de otorrinolaringologia do mundo, que apresentaram novidades sobre tratamentos e pesquisas na área.

 

A professora Claudia também é pesquisadora na Universidade de Iowa e participa há cerca de 10 anos como palestrante no evento. Nesta edição, ela abordou o manejo do zumbido centrado no paciente, além de realizar uma sessão prática sobre o trabalho feito na Univates no uso de agulhamento seco no tratamento do problema. “Levamos nossa experiência do atendimento, em um serviço público e acadêmico, com pacientes no ambulatório de otorrinolaringologia da Univates. Nossos alunos participaram no manejo destes pacientes”, conta a professora.

Conforme o estudante de Medicina Roberto Santos, na Conferência eles apresentaram três casos clínicos distintos de pacientes tratados com zumbido no Centro Clínico da Univates, mostrando “a heterogeneidade e as diferentes possibilidades de tratamentos que podem ser utilizados”. Roberto ainda afirma que o principal objetivo da aula ministrada pela professora Claudia e dos casos apresentados por eles foi expor a relevância do atendimento humanizado.  

 

“A importância de se fazer uma abordagem completa dos pacientes, não focando apenas em um sintoma e um tratamento para este, mas sim no indivíduo como um universo particular. Todas as suas queixas são importantes, tanto para o tratamento da queixa trazida à consulta como para a melhora global da qualidade de vida dos mesmos” sinaliza ele.

 

Para Kadja Ferraz Campara, acadêmica de Medicina da Univates, participar deste evento internacional com pesquisadores renomados foi uma experiência única e muito gratificante. A estudante ainda enfatiza a oportunidade de participar de atividades como esta possibilitada pela Universidade.  “A importância de eventos como tal refletem no que o curso de medicina da Univates preza: levar o aluno ao máximo do seu potencial, oportunizar sair da zona de conforto e vivenciar experiências de crescimento profissional ao lado de grandes mestres”, enfatiza.

Repercussão internacional

De acordo com o grupo, os casos levados pela equipe da Univates repercutiram no evento e chamaram a atenção dos participantes, principalmente a estrutura da Universidade e o funcionamento do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

“Ficaram impressionados ao perceberem que os pacientes recebem um tratamento gratuito muito completo, incluindo exames complementares e procedimentos, fazendo um comparativo com outros países, onde o sistema público não é tão eficiente como o de nossa região”, conta Roberto.

“Apresentar nossa realidade prática e resolutiva dentro da otorrinolaringologia, com pacientes do SUS, em uma Universidade nova, foi inspirador e surpreendente a todos que prestigiaram o evento. Nossas propostas de tratamento e abordagem do paciente com zumbido são privilégio de um número muito restrito de profissionais ao redor do mundo”, acrescenta Kadja.