Com a proposta de humanizar espaços urbanos, primeiro concurso Arte na Cidade recebe inscrições

Postado as 11/10/2019 16:56:05

Por Júlia Amaral

O 1º Concurso “Arte na Cidade - Intervenção artística em espaços urbanos” é um projeto artístico-cultural, aberto à comunidade em geral, que busca valorizar o espaço urbano de Lajeado. As inscrições são gratuitas e seguem até o dia 24 de outubro, no site da Univates. Com o tema “Arte urbana - humanizando a cidade”, a finalidade é selecionar pinturas para cinco espaços em dois viadutos da cidade, locais de grande circulação e visibilidade. 

As cinco melhores propostas serão declaradas vencedoras, premiadas e executadas pelos seus autores nos espaços destinados, em março de 2020. Os locais escolhidos são o viaduto da BR-386 com a avenida Senador Alberto Pasqualini e a ponte seca da BR-386 sobre a rua Bento Rosa.

Divulgação

Promovem a ação a Prefeitura de Lajeado e o Sesc Lajeado. O Escritório Modelo de Arquitetura e Urbanismo (Emau) da Univates é o organizador, com apoio técnico de equipe formada por docentes e discentes dos cursos de Design, Design de Moda, Fotografia, Arquitetura e Urbanismo, Comunicação Social e Área de Artes da Instituição. A comissão julgadora será composta por representantes da Prefeitura de Lajeado, do Conselho Municipal de Cultura, do Sesc Lajeado, da Univates e da comunidade de Lajeado. 

A participação é aberta à comunidade, com foco em artistas gráficos ou visuais de Lajeado e do Vale do Taquari. São aceitas inscrições individuais ou de equipes, sem limite para o número de participantes em cada grupo. Consultas e pedidos de esclarecimento sobre o concurso deverão ser feitos exclusivamente pelo e-mail emau@univates.br

Ocupa Valão

O projeto Arte na Cidade é resultado do Ocupa Valão, que surgiu a partir do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) da designer Marina Müller, diplomada no curso de Design da Univates e integrante do coletivo RolaRolê. A ação aconteceu dia 22 de setembro e coloriu a Av. Décio Martins Costa, no centro da Lajeado, conhecida como Valão. É por lá que corre o Arroio do Engenho, que teve papel fundamental no desenvolvimento de Lajeado e percorre diversos bairros da cidade. A importância histórica do local foi um dos motivos para a ocupação. 

Marina conta que utilizou em seu TCC a metodologia Human Centered Design (HDC), que pensa o design voltado para as pessoas. “No dia do evento foi muito irreal pra mim. Ver as pessoas participando, pintando e criando uma relação com esse espaço... É realmente sobre repensar esse local e criar um outro tipo de relação com a comunidade”, conta.