Univates promove a palestra Novembro Azul: Promoção à Saúde do Homem

Postado as 19/11/2019 18:33:26

Por Nicole Morás

Dedicado à conscientização sobre a importância da prevenção ao câncer de próstata e doenças crônicas, a Unidade Básica de Saúde Universidade, o Ambulatório de Especialidades Médicas e a Farmácia Escola, todos vinculados ao Centro Clínico Univates, promovem a palestra  “Novembro Azul: Promoção à Saúde do Homem”. O evento será realizado no dia 26 de novembro, às 19h, no auditório do Prédio 22 da Instituição.

Os professores Maiara Conzatti e Jeferson Gass abordarão a prevenção da saúde do homem, principalmente na faixa etária dos 50 anos. Serão destacadas quais são as avaliações médicas com maior evidência científica de custo-efetividade nessa faixa etária.

Maiara ressalta que são candidatos à realização de rastreamento de câncer de próstata homens com sintomas de doença prostática (como urinar várias vezes à noite, redução da força do jato urinário, demora para iniciar a micção, entre outros), história familiar de câncer de próstata e homens negros, devido à maior prevalência da doença nessa população.

É importante salientar que, para qualquer uma das patologias que serão abordadas, a prevenção é o maior objetivo. Nesse sentido, orientamos que haja uma dieta saudável e equilibrada, realização de atividade física, cessar o uso do tabaco e realizar avaliações clínicas periódicas
Médica e professora Maiara Conzatti

As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas no site univates.br/sistemas/inscricoes. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3714-7000, ramal 5007.

 

Sobre o câncer de próstata

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), a estimativa de novos casos de câncer de próstata é de mais de 68 mil por ano, tendo como base 2018. Alguns fatores aumentam o risco de desenvolver esse tipo de câncer:

- a idade é um fator de risco importante, uma vez que tanto a incidência quanto a mortalidade aumentam significativamente após os 50 anos;

- pai ou irmão com câncer de próstata antes dos 60 anos, podendo refletir tanto fatores genéticos (hereditários) quanto hábitos alimentares ou estilo de vida de risco de algumas famílias;

- excesso de gordura corporal aumenta o risco de câncer de próstata avançado;

- exposições a aminas aromáticas (comuns nas indústrias química, mecânica e de transformação de alumínio), arsênio (usado como conservante de madeira e como agrotóxico), produtos de petróleo, motor de escape de veículo, hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPA), fuligem e dioxinas.

Fonte: Inca.