Funcionária da Univates conclui doutorado sobre nanoencapsulamento do óleo de Neem e sua aplicação como biopesticida

Postado as 06/12/2019 13:25:29

Por Lucas George Wendt

“O doutorado significa a concretização de um sonho, já que a pesquisa é uma das minhas paixões”, declara a funcionária técnico-administrativa da Univates Martha Horn. Martha é analista técnica no Centro Tecnológico de Pesquisa e Produção de Alimentos (CTPPA), do Parque Científico e Tecnológico do Vale do Taquari (Tecnovates). “Além de ser uma etapa muito importante na minha vida profissional, é o início de outras possibilidades. A Univates contribuiu muito nessa caminhada, já que boa parte dos ensaios foi realizada no CTPPA. Sou muito grata pela oportunidade”, revela.

Lucas George Wendt

Com a tese intitulada “Nano-microencapsulamento por precipitação polimérica do óleo de Neem: caracterização e aplicações para controle de ácaro Tetranychus urticae (Acari: Tetranychidae)”, Martha pesquisou a possibilidade do uso do poliácido láctico (PLA), derivado de recursos naturais como batata e beterraba, como matriz polimérica alternativa e competitiva ao policaprolactona (PCL), derivado do petróleo, para o nanoencapsulamento do óleo de Neem visando ao seu uso como biopesticida.

A motivação para o estudo encontra espaço no fato de que a região do Vale do Taquari possui uma área rural expressiva e vem demonstrando interesse na produção de cultivos orgânicos, produtos de melhor qualidade e com valor agregado. “Outro motivo é a dificuldade da utilização do óleo de Neem”, afirma. O óleo é amplamente conhecido como um biopesticida, originário da árvore do Neem, com o composto azadiractina como um dos seus principais componentes, sendo utilizado para o cultivo de produtos orgânicos e amplamente aceito na União Europeia, Canadá, EUA e Brasil.

“O composto apresenta algumas desvantagens como a rápida degradação quando exposto ao sol e a temperaturas elevadas”, explica a pesquisadora. “Os principais resultados da tese demonstraram que a técnica de nanoencapsulamento apresentou proteção térmica e fotoquímica, liberação controlada eficiente do princípio ativo azadiractina e ação acaricida”. 

A tese foi concluída no Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Tecnologia de Materiais (PGETEMA) da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). O estudo foi orientado pelo professor doutor Marçal José Rodrigues Pires (PUCRS) e coorientado pela professora doutora Simone Stülp (Univates). 

A banca examinadora foi composta pelos professores doutores Noeli Juarez Ferla (Univates), Tatiana Louise Avila de Campos Rocha (Universidade do Vale do Rio dos Sinos) e Nara Regina de Souza Basso (PUCRS).