Promoção da Saúde: a Univates abraça a comunidade

Postado as 04/03/2020 08:59:20

Por Redação

Sentado na varanda de sua casa, seu Loreno Gonçalves de Castro, sorri. É o que mais faz, mesmo enquanto conta as histórias de um passado recente, quando a dor e os problemas familiares eram os acompanhantes do seu dia a dia. Morador do bairro Universitário, seu Loreno, marido de dona Maria Neri, pai de Franciele e avô de Isadora e Mirela, sentia a vida se desfazer em meio à tristeza. Até conhecer “o pessoal lá”, o carinhoso apelido que deu para os profissionais do Centro Clínico Univates, hoje Saúde Univates. Depois do início dos atendimentos, o aposentado e seus familiares são pessoas diferentes. Claro que a chegada das netas fez bem, mas os tratamentos de saúde ajudaram a dar base para a reestruturação dentro de casa.

Emilio Rotta

“Faço meu tratamento todo lá. Viramos uma família”, declara Loreno. “Eu tinha problema de estômago. Fui ao médico na Unidade Básica de Saúde e ele me encaminhou para o Centro Clínico, que teria mais condições de me atender e de fazer exames gratuitos”, explica. Depois do primeiro atendimento com um gastroenterologista, o paciente passou por nutricionista, cardiologista e otorrinolaringologista.

Da depressão para a esperança

Na época das avaliações, seu Loreno enfrentava a depressão. Junto de toda a atenção médica, recebeu orientações da assistente social. “Antes eu me sentia triste. A gente luta, luta, e parece que só tem problema”. Com os tratamentos e o carinho recebidos, entretanto, o aposentado superou a tristeza. “Eu me sinto tranquilo. Com um sorriso no rosto mesmo, né?”. Hoje, ele participa do projeto Vivendo e Convivendo, que desenvolve atividades para auxiliar no combate à doença.

A esposa de seu Loreno também passou a utilizar os serviços. Iniciou na assistência social e agora começa os atendimentos com a nutricionista. A filha, também: da Unidade Básica de Saúde, há dois anos, foi encaminhada ao Centro com glicose alta. Passou por nutricionista e hoje os resultados dos exames só melhoram.

O aparecimento do Centro Clínico na nossa vida foi na hora certa. É uma pessoa mais legal do que a outra, somos sempre bem atendidos. Foi a melhor coisa que inventaram
Loreno Gonçalves de Castro

“A gente estava pensando em vender tudo e ir embora, e daí apareceu essa gente boa toda. E agora somos felizes”, conta seu Loreno com um sorriso de orelha a orelha.

Saúde Univates

Nicole Morás

O Saúde Univates, tão elogiado pela família do seu Loreno, é um espaço que integra ensino, serviço e comunidade, com atenção integral à saúde, reunindo diversos serviços. O Ambulatório de Especialidades Médicas faz atendimentos individuais pelo SUS, sempre com horários agendados e a partir de encaminhamentos de Unidades Básicas de Saúde de Lajeado e região. Tânia Majara Pauli, assistente social do local, lembra que antes do serviço os pacientes eram encaminhados a Porto Alegre ou a outros hospitais de referência para exames e alguns procedimentos médicos. Hoje, a maior parte dos casos é resolvida em Lajeado – por médicos que são professores, acompanhados de estudantes, e por técnico-administrativos da Univates.

 

Região beneficiada

Nicole Morás

Em 2014 a formação de profissionais na área da saúde alcançou novo patamar no Vale do Taquari. Com a criação do curso de Medicina, a Univates completou toda uma rede de atenção que já era dada à área há quase duas décadas. A  Univates implantou o Ambulatório de Especialidades Médicas, a fim de atender às exigências do curso e consolidou parcerias com os hospitais da região.

 

A existência dos serviços de saúde é importante também para as instituições de saúde, que acabam, de uma maneira ou outra, sendo impactadas positivamente pela qualificação dos profissionais da região. É o caso do Hospital Bruno Born (HBB), que hoje disponibiliza um andar de seu prédio para que os estudantes de Medicina da Univates realizem estágio. “Desde que a Univates decidiu ofertar um curso de Medicina, somos parceiros. Desde o primeiro momento trabalhamos juntos”, diz o presidente do HBB, João Batista Gravina. “E nossas parcerias com a Univates vão além, como em outros cursos. É uma via de mão dupla, boa para ambos os lados.” Em 2018 a Univates passou a atuar também nas Unidades Básicas de Saúde de Lajeado, ajudando na gestão, no atendimento médico e de enfermagem na rede municipal, através do serviço de Assistência Profissional em Saúde - APS.

Saúde Univates em números

Nicole Morás

Em 2019, o Saúde Univates somou mais de 28 mil pessoas atendidas. Entre exames, consultas e procedimentos, foram registrados mais de 140 mil atendimentos. Com atividades iniciadas em janeiro de 2019, a Unidade Básica de Saúde (UBS) Universidade atendeu 3.489 pessoas em 6.583 consultas. A unidade fica localizada no Prédio 22 da Univates e atende não só moradores do bairro Universitário, mas também de outras localidades de Lajeado, no horário das 13h às 17h e das 18h às 22h. 

No Ambulatório de Especialidades Médicas, que também fica no Prédio 22 da Instituição, foram realizadas 11.525 consultas, sendo 9.460 consultas médicas e 2.065 consultas multiprofissionais. Além disso, foram feitos 3.538 exames e procedimentos. O serviço que contabilizou mais atendimentos foi a Farmácia-Escola. Durante todo o ano passado foram 71.959 atendimentos, 15.082 pacientes e cerca de 6.000 fórmulas manipuladas, todas elas por meio do SUS. 

Para 2020, o Laboratório de Análises Clínicas Univates teve sua estrutura renovada e ampliou sua área de atendimento ao público. Localizado no andar térreo do Prédio 16, é onde ocorrem os exames clínicos do Ambulatório de Especialidades Médicas, da Unidade de Pronto Atendimento e de diversos planos de saúde.