Univates abre março com novas exposições

Postado as 09/03/2020 16:04:54

Por Liniker Duarte / Cultura e Evento

A Universidade do Vale do Taquari - Univates soma exposições de arte à sua programação de atrações artístico-culturais, que vai de palestras e espetáculos teatrais a shows. Para março a Instituição traz três novas exposições de arte que ficam expostas até o final do mês. As mostras de produções artísticas são compostas por trabalhos manuais, fotografias e desenhos.

Elise Bozzetto

No Espaço Arte 7 é possível acompanhar, até o dia 21 março, a exposição da artista arroiomeense Daniele Lavall. A mostra “Lugar de origem” é composta por diversos desenhos. Esta exposição surgiu a partir da produção de desenhos e trabalhos realizados pela artista durante o período da graduação em Artes Visuais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS . 

Nestes trabalhos, Daniele exibe a paisagem do seu lugar de origem, a cidade de Arroio do Meio, processo que se originou da percepção de determinadas recorrências em suas criações, como as relações de proximidade e temporalidade. A artista também destaca a forma com que suas memórias de infância ecoam no seu processo criativo e se manifestam por meio do desenho. Trabalhando com diversos materiais tradicionais, como o carvão e o nanquim, Daniele procura potencializar as propriedades dessas ferramentas na construção de seus trabalhos.

Já no Espaço Arte 8 é possível conferir, até o dia 20 de março, a exposição da jornalista e fotógrafa portoalegrense Renata Lohmann. Renata trabalha com fotografia há 15 anos, primariamente com fotografia analógica e processos alternativos. Fez parte da exposição coletiva Panorâmica na Galeria dos Arcos da Usina do Gasômetro, onde expôs a peça "O trovador". Também teve fotografias publicadas da revista Void, em edição especial voltada à fotografia analógica.

Elise Bozzetto

Denominada de “Trama”, a mostra em exposição na Univates contém nove  peças de filtro dos sonhos feitas em cianótipo, técnica fotográfica alternativa que utiliza compostos químicos e os raios solares UV para produzir imagens em tons de azul. Em "Trama", a artista utiliza a técnica em tecidos, onde imprime negativos a partir de peças de crochê confeccionadas por sua mãe. Com a impressão pronta, a artista intervém nas peças, se utilizando do bordado para criar e recriar tramas sobre os desenhos no tecido, trazendo à tona peças criadas a quatro mãos.

E quem gosta de fotografia também pode conferir, até o dia 20 de março, no Espaço Arte 11, a mostra de 14 imagens registradas pela arquiteta de Porto Alegre, Vanessi Reis. A exposição é composta por fotografias que retratam espaços inusitados, ou muitas vezes imperceptíveis, da cidade. São calçadas, caminhos, trajetos, percursos. Tempos da cidade são reapresentados em capturas de pequena escala e baixa altimetria, onde a vida, frágil, efêmera e “líquida” escorre pelo tempo, esvaindo-se, organicamente, por dentre juntas de pisos de uma materialidade que resiste às ocupações e vivências mundanas. O trabalho busca sensibilizar o observador, passante, transeunte, curioso a ater-se aos vestígios de natureza, de vida e de energia vital pulsante que são depositados, ao sabor dos ventos, ao longo de nossos caminhos. Por meio do exercício de um olhar atento do que é dado a ver, permite a apreciação do que passa invisível à maioria dos olhos dos que na cidade transitam.

Todas as exposições são gratuitas e podem ser conferidas nos Espaços Arte da Univates, de segunda a sexta, das 8h às 22h, sem fechar ao meio-dia.