Curso de Design de Moda da Univates confecciona jalecos para profissionais da saúde

Postado as 25/03/2020 11:37:27

Por Leonardo Seibel

Para ajudar no combate ao Ccoronavírus (Covid-19), diversos profissionais da área da saúde se mobilizam para atender a população. Porém, com a grande demanda de materiais, o mercado se vê desabastecido de alguns itens importantes. Cientes desse cenário, professores, estudantes e diplomadas do curso de Design de Moda da Universidade do Vale do Taquari - Univates estão confeccionando jalecos de TNT para doar aos profissionais da saúde da Prefeitura Municipal de Lajeado e de unidades de saúde que estão na linha de frente no combate ao vírus.

A professora Josiane da Costa, coordenadora do curso de Design de Moda, conta que, num primeiro momento, o desafio era fazer com que a produção seguisse a orientação de evitar aglomeração de pessoas. “Ficamos um pouco reticentes no começo, pois não parecia adequado reunir essas alunas no Laboratório de Moda. Embora fosse por uma causa nobre, não queríamos colocá-las em situação de risco”, explica. Josiane manteve contato com algumas estudantes, que prontamente manifestaram interesse em ajudar. “Elas farão o trabalho diretamente de suas casas, ateliês e algumas também conseguiram usar o espaço da empresa onde trabalham”, relata a professora. São nove estudantes e duas diplomadas que estão trabalhando na confecção dos jalecos.

De Forquetinha, a estudante Débora Schossler aceitou o desafio logo de cara e mobilizou as colegas de trabalho para ajudar na costura dos materiais. “Quando a professora Josi pediu voluntárias, logo me dispus. Estou em casa de quarentena e queria muito poder ajudar em alguma coisa”. Débora conta que sua chefe colocou o espaço da empresa em que trabalha à disposição para que pudesse dar início à produção. “Com tudo que está acontecendo, me sinto na obrigação de ajudar os profissionais da saúde que estão por aí arriscando sua saúde para salvar a nossa”, completa a estudante.

 

A também estudante Natália Luiza Kirch utiliza o espaço da empresa da família, localizada em Arroio do Meio, e conta com a ajuda dos pais e da irmã para produzir as peças. “Quando minhas colegas e eu ficamos sabendo dessa ideia, nos sentimos muito motivadas e felizes em poder ajudar, porque sabemos da importância desses materiais para os profissionais da saúde, que estão trabalhando duro neste momento”, explica. “Poder participar desse projeto é gratificante, principalmente por ver atitudes de cooperação, compaixão e ajuda ao outro acontecendo. Esse tipo de iniciativa é essencial neste momento de tensão”, completa Natália.

Com cerca de 7 mil metros de TNT, as voluntárias irão confeccionar aproximadamente 1.300 peças, que serão repassadas aos profissionais da área da saúde. A estimativa é de que serão necessários cerca de oito mil jalecos. O diretor de Serviços em Saúde da Univates, Jairo Hoerlle, destaca que, com essa ação, a Universidade disponibiliza seus recursos, conhecimentos e estrutura para reunir pessoas em torno de um objetivo em comum. “A disponibilidade de profissionais e estudantes de Design de Moda para produzirem jalecos neste momento de desabastecimento do mercado, é uma das razões que elevam a força comunitária da Univates, isto é, pessoas querendo fazer o bem, se doando e doando seu tempo para que nossas estruturas de saúde permaneçam fortes e com condições de atendimento”, finaliza.