Rede de apoio para enfrentar tempos difíceis: psicólogos da Univates estão à disposição da comunidade

Postado as 27/03/2020 09:47:02

Por Júlia Amaral

Como forma de evitar efeitos colaterais na saúde mental da população causados pelos dias de isolamento, as psicólogas da Universidade do Vale do Taquari - Univates e psicólogos voluntários estão a postos para atuar em diferentes frentes. Os profissionais da Univates integram a Diretoria de Desenvolvimento de Pessoas (Dipes), a Clínica Universitária Regional de Educação e Saúde (Cures) ou Serviço Especializado de Psicologia (SEP) e atendem a comunidade no call center, além de orientar o público interno da Univates.

As psicólogas que atendem no call center, no telefone 0800 7 07 08 09, realizam o trabalho de escuta às pessoas que estão angustiadas e querem conversar, realizando o apoio psicossocial.

Conforme a professora e psicóloga Gisele Dhein, a orientação ao público interno da Instituição e aos profissionais que estão atendendo nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e no Centro de Atenção Psicossocial (Caps) é feita para que os profissionais da saúde consigam identificar e perceber quem está tendo problemas com o isolamento ou, no caso dos profissionais da saúde, em seus trabalhos. Essas instruções são o que a psicologia chama de Primeiros Socorros Psicológicos (PSP). “A entrada da psicologia nas emergências é para não termos efeitos depois. Nossa intenção neste momento é fazer com que gestores, professores e demais profissionais da saúde consigam dar suporte a quem necessita”, afirma.

O atendimento do call center é 24 horas. O Caps continua com seus atendimentos, pelo telefone (51) 3982-1124 ou de forma presencial, para casos de urgência. Estudantes do curso de psicologia da Univates, que estão atuando junto ao Serviço de Assistência Jurídica (Sajur) elaboraram uma cartilha, chamada “Mini Manual da Quarentena”, que explica a importância do isolamento social, reúne dicas de como organizar a rotina, além de indicações de série, filmes, etc. A cartilha pode ser acessada no link flipsnack.com/julianabao/mini-manual.html.

Como manter a saúde mental em dia 

 

  1. Mantenha-se conectado: é importante manter um grupo de apoio próximo a você. Videochamada, mensagens, e-mail e qualquer mídia social que o faça se sentir próximo de quem você ama. 

  2.  
  1. Evite o fluxo: não fique toda hora olhando o noticiário ou em grupos comentando sobre o assunto. Acesse as informações em horários específicos, em portais de notícias oficiais e recomendados por profissionais da saúde. 

  2.  
  1. Ocupe-se: já pensou em usar seu tempo para separar roupas e objetos para doação? Você pode ter aulas virtuais de idiomas, jogar on-line e conhecer novas pessoas ou fazer vídeos engraçados no TikTok. 

  2.  
  1. Cada um no seu quadrado: não esqueça de ter um tempo para você mesmo. Você pode ver um filme ou série, ler um livro, tomar um banho relaxante e até meditar. 

  2.  
  1. Fale: se não estiver conseguindo controlar a ansiedade, o estresse e a angústia, ligue para o 0800 7 07 08 09, para um amigo ou para um familiar. Fale com alguém. Não se isole.