Univates recebe primeiro lote de teste para detectar o novo Coronavírus

Postado as 09/04/2020 09:20:48

Por Júlia Amaral

A Universidade do Vale do Taquari - Univates recebeu nesta semana o primeiro lote de testes rápidos para detectar o coronavírus. Cerca de mil unidades foram entregues nesta manhã, dia 9, para o Hospital Bruno Born (HBB), Hospital Estrela, Hospital de Arroio do Meio, Hospital de Teutônia, Unimed e prefeituras da região via Consórcio Intermunicipal da Saúde do Vale do Taquari (Consisa). Na segunda quinzena de abril, a Univates deve receber mais 2 mil unidades de testes rápidos, que seguem a mesma distribuição para entidades regionais.

Elise Bozzetto

A Universidade também recebeu kits para validação do teste por PCR (teste que detecta a doença no estágio inicial), iguais aos utilizados pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul (Lacen). Na Univates, esses testes serão realizados no Laboratório de Análises Clínicas (LAC). 

Conforme o diretor de Serviços em Saúde da Univates, Jairo Hoerlle, o LAC já realizou testes para o HBB e para a vigilância epidemiológica. “Recebemos 50 testes PCR até agora, mas ainda devemos receber mais 2.500”, explica. 

“Os testes que recebermos já têm destinação para os serviços de saúde da região. Ainda não temos condições de fazer atendimento por livre demanda”, afirma Hoerlle. A compra de testes PCR feita pela Univates auxiliará instituições de saúde do Vale do Taquari. A Universidade está se vinculando ao Lacen para que os testes possam ser realizados regionalmente e com mais agilidade. Hoje o prazo de resposta do Lacen está chegando a 14 dias. Realizando os testes na Univates, é possível diminuir esse tempo consideravelmente, entregando os resultados no prazo de 48 a 72 horas. Em casos excepcionais, os resultados podem ser entregues em até 24 horas.

O diagnóstico pelo método de biologia molecular (RT-PCR) está baseado na identificação do vírus SARS-CoV-2 a partir da extração do material genético. A Univates possui dois equipamentos para a realização dos testes, conferindo capacidade de até 100 amostras diárias.

Como funciona o teste que será feito no LAC

O kit TaqMan™ 2019-nCoV Assay detecta in vitro a presença do coronavírus linhagem 2019 (Covid-19) em amostras de pacientes com suspeita de infecção. O kit de amplificação de ácidos nucleicos é composto de iniciadores e sondas para detecção e caracterização do vírus.

O tempo de resposta do teste é variável, dependendo da quantidade de amostras e do equipamento utilizado. Também devem ser levadas em consideração as etapas de extração, análise dos dados e elaboração do laudo.