Home Office: a nova tendência no mercado de trabalho do Brasil

Postado as 28/04/2020 10:56:25

Por Vinicius Mallmann

 

Criado na década de 70, o home office surgiu como um modelo de trabalho revolucionário para flexibilizar as condições de trabalho, e como forma de sobrevivência e adaptação das organizações frente às mudanças globais. Conforme estudos disponibilizados pela Sociedade Brasileira de Teletrabalho e Teleatividades (SOBRATT), no Brasil cerca de 80% das empresas praticantes da modalidade são dos setores de Serviços e Indústria de Transformação.

 

Para o professor do Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas (Cetec), Fabrício Pretto, esse número se deve à dinâmica que é proporcionada pela área “Com o trabalho a distância, a infraestrutura da empresa se torna mais desenvolta, pois diferentes perfis com experiências pessoais e técnicas variadas podem contribuir para o trabalho em equipe. Ao mesmo tempo, tem-se na sede da empresa um número menor de pessoas alocadas fisicamente. Além disso, atualmente as empresas procuram talentos e pessoas que façam a diferença, e com o home office, se cria a possibilidade de captar esses talentos sem estar restrito à barreira geográfica”, comenta o professor.

No Brasil, as vagas em home office ofertadas pelo setor de TI vêm aumentando muito nos últimos anos, bem como os profissionais interessados em trabalhar nesse modelo, para o professor, apesar dos números serem altos, o mercado ainda é muito novo e deve se tomar cuidados.“ É normal os indivíduos não conhecerem e acreditarem em suas capacidades, então, primeiramente penso que seja um processo de descoberta. Os profissionais que desejarem ingressar nessa modalidade terão que ser disciplinados, dedicados e comprometidos, pois é diferente ter o dia todo para desempenharmos nossas tarefas e não ter um chefe cobrando as coisas ao nosso lado. É extremamente importante se auto-regular quanto a horários, prazos e às tarefas.”, finaliza o professor.

 

Atuando na área de TI desde cedo, o estudante do curso de Engenharia de Software, Zeno Sbardelotto Junior, conta que está bastante empolgado trabalhando em home office. “Comecei a trabalhar na área por meados de 2014, antes mesmo de ingressar na universidade. No final de 2019 aceitei a proposta de trabalhar em home office, pois via algumas vantagens relacionadas ao tempo, economia, liberdade e produtividade. Apesar de gostar bastante de ambas modalidades de trabalho, acredito que será difícil eu voltar para a forma que seja totalmente presencial”. Morando em Lajeado, Zeno trabalha atualmente para uma empresa de São Paulo. “No meu terceiro mês de trabalho, fui conhecer a empresa, que fica em São José dos Campos. Foi uma experiência muito boa, pois pude reconhecer a voz de meus colegas e enfim associá-las a um rosto”, conta o estudante.

Colega de Zeno no curso, Matheus Michels trabalha há dez meses como desenvolvedor Front - End para uma empresa de Porto Alegre, e para ele, a transição para a nova modalidade de trabalho foi tranquila, “Como tive experiências em alguns projetos paralelos ao meu antigo serviço, minha transição foi tranquila. Algumas pessoas comentavam sobre falta de foco e motivação em casa, mas sempre fui bem motivado a aprender coisas novas fora do horário de trabalho”. Em questão de produtividade, Matheus ressalta “Uma mudança que logo pude perceber foi em questão da produtividade. Com poucos dias, já me senti mais produtivo e disposto do que trabalhando alocado, talvez pelo fato do movimento dentro das empresas que faz com que se crie uma dispersão com mais facilidade”, finaliza o estudante. 

Vestibular online

A Univates está com inscrições abertas para 35 cursos presenciais e 18 na modalidade a distância (EAD). Os candidatos podem se inscrever de forma gratuita para o vestibular, que está sendo realizado de forma on-line, em www.univates.br/vestibular. Para participar, o candidato seleciona a modalidade e o polo, quando for curso EAD, e preenche um formulário com seus dados. Ao finalizar a inscrição, é enviado e-mail com uma senha para acessar o ambiente virtual de prova em univates.br/startunivates. A prova pode ser realizada a qualquer momento e tem duração de até duas horas a partir do momento do sorteio do tema da redação.

A correção das provas acontece em até 48 horas, e o resultado é enviado para o e-mail do candidato, que, se aprovado, pode realizar sua matrícula de forma on-line em univates.br/startunivates.