Projeto vinculado à Inovates recebe incentivo para transformar conhecimento em um novo produto

Postado as 14/05/2020 09:09:32

Por Nicole Morás

Transformar o conhecimento em negócios sustentáveis é um grande desafio. E é justamente para fomentar o desenvolvimento de empresas de base tecnológica e de produtos inovadores que a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) lançaram o edital Doutor Empreendedor, no qual a doutoranda Anja Dullius, do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia (PPGBiotec) da Univates, foi contemplada.

Por meio do projeto “Extrato de microalga nanoencapsulado contendo carotenoides como matéria-prima para aditivo animal”, a empresa Syntalgae, pré-incubada na Incubadora Tecnológica da Univates - Inovates, na qual Anja é sócia, terá acesso a recursos para a realização de pesquisa e treinamentos na área de gestão realizados pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). A Syntalgae também tem como sócios a mestra pelo PPGBiotec e doutora Giseli Buffon e o investidor-anjo Evilásio Pontes Melo.

De acordo com Anja, a pesquisa realizada na empresa tem como o objetivo isolar microalgas e investigar seu potencial biotecnológico.

As microalgas possuem capacidade de fornecer nutrientes essenciais para o metabolismo dos seres humanos e animais, trazendo inúmeros benefícios para a saúde, entre eles a melhora do sistema imune. Nesse cenário, o projeto irá desenvolver um aditivo animal com microalgas com potencial imunomodulador, podendo substituir o uso de antibióticos
Anja Dullius

Conforme Giseli, a estrutura do Parque Científico e Tecnológico do Vale do Taquari (Tecnovates), no qual a Inovates está instalada, foi muito importante para transformar uma ideia em negócio. “Contamos com uma estrutura adequada para realizar nossa pesquisa. Além disso, com a mentoria temos sempre a possibilidade de conferir se estamos no caminho certo ou se há algo para ajustar no modelo de negócio”, afirma. 

O projeto tem como tutor o Dr. João Antonio Pegas Henriques, professor do PPGBiotec, sócio da empresa parceira no projeto InnVitro e que é especializada em toxicologia, o que permitirá que o processo seja desenvolvido de acordo com as normas de qualidade da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e com segurança desde o seu início. Atuam como gestor de investimentos no projeto Jean Freitas e como parceiros o Dr. Raul Antonio Sperotto, professor adjunto do PPGBiotec, e o Dr. Valeriano Antonio Corbelli, da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc).

O projeto também conta com a parceria internacional da Algatech, instituto localizado na República Tcheca que é referência na Europa nos estudos de biotecnologia de microalga, e com parceria nacional da empresa Nnatrivm Nanotecnologia, especializada em nutrição animal com o uso de nanotecnologia.