Em tempos de afastamento, conhecimento é um bem precioso

Postado as 14/05/2020 17:32:18

Por Redação

Em meio à necessidade de afastamento social, o Projeto de Extensão ALFAB&LETRAR tem buscado promover encontros virtualizados de estudos para aperfeiçoar suas práticas e ações para este ano corrente  de 2020. O grupo alvo são alunos do primeiro ano do ensino fundamental e de turmas de alfabetização da Educação de Jovens e Adultos - EJA, além de que o município parceiro deste projeto é Estrela/RS.

 

O Projeto de Extensão ALFAB&LETRAR visa qualificar as aprendizagens da leitura e da escrita dos estudantes da Educação Básica, procurando contribuir com a diminuição do analfabetismo funcional por meio das práticas de alfabetização, letramento e letramento literário. No ano de 2019, foram realizados mais de 20 encontros com duas turmas: uma de 1º ano da Educação Básica e outra da Educação de Jovens e Adultos, ambas de escolas municipais na cidade de Estrela. A partir de textos literários, eram realizadas diversas atividades lúdicas que buscavam promover a alfabetização e o letramento. 

Arquivo Pessoal

O grupo é composto pela professora e coordenadora Danise Vivian, pertencente ao Curso de Pedagogia, pela professora Garine Keller, do curso de Letras, tendo como bolsista a aluna Carla Schneider do Curso de Pedagogia, e  voluntárias que são alunas, ex-alunas do curso de Pedagogia e professoras da área educacional. Esse grupo têm se reunido semanalmente, por videoconferência, nas quintas-feiras, para estudar os conceitos de alfabetização, letramento e letramento literário, conceitos-chave que subsidiam as ações do projeto. Entre as leituras realizadas e debatidas estão textos de Magda Soares (alfabetização), Angela Kleiman (Letramento) e Rildo Cosson (Letramento Literário).

 

As envolvidas estão estudando para que, no momento seguinte a essa pandemia, possam retornar às práticas em sala de aula com maior propriedade da base conceitual do projeto e repletas de novos saberes. Como destaca a voluntária Kauana Leticia Behn Faller, estudante do Curso de Pedagogia “Quando vi o e-mail do projeto Alfabeletrar, não tive de cara muito interesse, pois para mim não era uma área dentro na pedagogia que eu pretendia atuar como professora alfabetizadora, por isso num primeiro momento não dei lá sua importância. Passaram duas semanas, e eu repensei sobre o ser voluntária do projeto alfabeletrar. Foi aí então que pensei: vou participar, talvez me encontre nessa temática dentro da educação. E que bom pensar e voltar a atrás dessa ideia. Hoje ao fazer parte como voluntária deste projeto, está me abrindo novos olhares no mundo da alfabetização, pois era uma área que não me encontrava muito, e agora lendo e debatendo sobre estou tendo uma visão diferente sobre e gostando de saber mais. O projeto alfabeletrar está me mostrando a grande importância dessa etapa na vida das crianças no início escolar, um momento de lindas descobertas. Ao participar dos encontros virtuais tem sido muito proveitoso para aprender de forma coletiva com as demais voluntárias e professoras coordenadoras do projeto”.