Pesquisa da Univates desenvolve estudo sobre a paisagem cultural de Ilópolis

Postado as 20/07/2020 13:27:47

Por Vinicius Mallmann

Imagem feita em Dezembro de 2019

Divulgação

 

Reconhecida pelos diversos pontos turísticos e estruturas centenárias, a cidade de Ilópolis virou tema de uma pesquisa realizada pelo projeto de pesquisa voluntária “Para além dos muros: subsídios para (re)descobrir o patrimônio cultural no Vale do Taquari”, vinculado ao curso de Arquitetura e Urbanismo e ao Escritório Modelo de Arquitetura e Urbanismo (Emau) da Universidade do Vale do Taquari - Univates.

Desde 2019 o projeto busca revelar os itens que compõem a paisagem cultural da cidade e relatar qual a importância, por meio de estudo sobre os aspectos culturais e naturais e de pesquisa sobre história, colonização e demais questões como os aspectos legais que constituem a paisagem cultural. Em parceria com a Associação dos Amigos dos Moinhos (AAMoinhos), o projeto pretende, ao final da pesquisa, estruturar uma carta de educação patrimonial, a qual abordará conceitos relacionados ao patrimônio histórico e cultural, com ênfase no estudo do conceito de paisagem cultural da cidade de Ilópolis.

 

Conforme o coordenador do projeto, professor Jauri dos Santos Sá, além de contar a história de pontos históricos do Vale do Taquari, o projeto promove a valorização das estruturas históricas construídas na região. “Com as pesquisas, queremos incentivar as práticas de preservação, salvaguarda e valorização do legado histórico com ênfase nas manifestações arquitetônicas e na valorização da tradição, o que significa, também, o fortalecimento dos sentimentos de identidade e cidadania”, salienta.

Arquivo Pessoal

 

Para a estudante de Arquitetura e Urbanismo e estagiária do Emau Letícia Chini Buffon, a pesquisa realizada em Ilópolis complementa os estudos obtidos ao longo do curso. “Na graduação em Arquitetura e Urbanismo temos acesso a experiências empíricas, e conhecer de perto o patrimônio histórico de Ilópolis traz referências para a vida profissional. A paisagem cultural da cidade é relacionada com a memória afetiva das pessoas da localidade. Essa experiência provoca a sensibilidade no olhar do acadêmico, pois nos faz refletir e reforçar a identidade cultural nas possibilidades de estruturas que projetamos”, conta.

Conheça o projeto

Vinculado ao Emau, o projeto de pesquisa voluntária “Para além dos muros: subsídios para (re)descobrir o patrimônio cultural no Vale do Taquari” possibilita a inserção de práticas de pesquisa na graduação, envolvendo estudantes e professores do curso de Arquitetura e Urbanismo.

 

Os professores envolvidos no projeto são Jauri dos Santos Sá, como coordenador, e Jamile Weizenmann, coordenadora do Emau, além da arquiteta Andressa Carnevalli, diplomada do curso de Arquitetura e Urbanismo e voluntária, e das estudantes Luize França da Rocha e Caroline Nichel, ambas acadêmicas do curso de Arquitetura e Urbanismo. Além desses, auxiliando em demandas específicas, como a pesquisa sobre a paisagem cultural de Ilópolis, estão a arquiteta Laura Costa e as acadêmicas Bruna Zanoni Ruthner e Leticia Chini Buffon, estagiárias do Emau.

Curso de Arquitetura e Urbanismo recebe inscrições

O curso de Arquitetura e Urbanismo é uma das opções entre os 35 cursos de graduação presenciais oferecidos pela Univates no processo seletivo. Na modalidade a distância são ofertados 18 cursos, entre bacharelados, licenciaturas e superiores de tecnologia.

 

Para participar, o candidato pode se inscrever gratuitamente no vestibular, que está sendo realizado de forma on-line, em www.univates.br/vestibular. Se aprovado, pode realizar sua matrícula de forma on-line em univates.br/startunivates.