Mobilidade virtual: é possível estudar em uma universidade estrangeira sem sair de casa

Postado as 01/09/2020 08:29:23

Por Júlia Amaral

A Universidade do Vale do Taquari - Univates passou a oferecer no semestre B de 2020, o intercâmbio por meio da mobilidade virtual, que permite aos alunos estudarem em uma universidade estrangeira de forma remota, sem sair de casa. Para 2020B, foram selecionados 16 alunos, que estudarão virtualmente em sete instituições diferentes. Conforme a diretora de Relações Internacionais da Univates, Viviane Bischoff, essa modalidade continuará sendo ofertada mesmo após o fim do isolamento social. 

Tuane Eggers

Para Viviane, essa é uma grande oportunidade para os estudantes que não têm condições de viajar para estudar no exterior. “Dessa forma, é possível conviver virtualmente com professores e colegas estrangeiros, praticar outro idioma durante as aulas, interagir com diferentes culturas e com meios distintos de aulas. Além dos estudantes, os professores também têm a possibilidade de interação multicultural, seja com estudantes, seja com outros professores estrangeiros”, ressalta. 

 

A experiência de internacionalização em casa

Para os estudantes do curso de Relações Internacionais, a mobilidade virtual é uma experiência imperdível. Para Ariele Marques, que já iniciou as aulas na Corporación Unificada Nacional, da Colômbia, ter contato com outra cultura e até mesmo com outro idioma, ainda que virtualmente, vai enriquecer seu currículo de internacionalista. “Por enquanto só tive uma aula, mas já percebi uma diferença, pois são mais participativas e, além disso, não passam de 1 hora e 30 minutos”, conta.

A estudante de Psicologia Manuela Lisot também é uma das selecionadas no edital de intercâmbio virtual de 2020B. Para ela, essa é uma experiência inovadora. “Imagino que seja uma oportunidade única. Eu falo inglês e amo o idioma, por isso me inscrevi em uma universidade do Canadá”, explica. As aulas de Manuela ainda não iniciaram, e a expectativa para começar um novo semestre letivo aumenta a cada dia. “Estou ansiosa principalmente para interagir com estudantes do mesmo curso que eu e que devem ter perspectivas diferentes sobre a área”, supõe.

Inscrições

Assim como para outras modalidades de intercâmbio, as inscrições devem ser feitas pelo sistema da Univates, no link disponibilizado em cada edital. Os requisitos são os mesmos que para a mobilidade presencial: estar regularmente matriculado em curso de graduação ou de tecnologia, ter cursado preferencialmente entre 20% e 80% do curso na Univates e ter média de notas igual ou superior a 7,0. Mais detalhes podem ser conferidos nos editais passado, em univates.br/editais