Estudante realiza pesquisa sobre saúde mental de professores durante a pandemia

Postado as 22/09/2020 15:14:27

Por Laura Mallmann

Arquivo pessoal

Rafaela Schwertner, de Arroio do Meio, formanda do curso de Psicologia da Universidade do Vale do Taquari - Univates, realizou uma pesquisa de intervenção sobre saúde mental durante a pandemia com um grupo de docentes do município de Arroio do Meio. O estudo, realizado para o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), buscou apresentar e discutir uma experiência de intervenção psicossocial, sendo a proposta organizada para identificar os estressores psicossociais do contexto laboral docente e as principais estratégias de enfrentamento (coping) utilizadas pelos professores.

A estudante, que atuou na área da educação por dois anos, conhece a realidade do ambiente escolar do município. “Como a educação é um dos campos da Psicologia, optei por pesquisar sobre o assunto no meu TCC”, relata. Com a chegada da pandemia, a acadêmica adaptou o tema da pesquisa à realidade enfrentada pela sociedade em 2020.

Com o conhecimento prévio de que a categoria dos professores é bastante afetada pelo estresse laboral, Rafaela contatou a Secretaria de Educação de Arroio do Meio e, a partir da indicação de uma escola, realizou um convite para os docentes. A inscrição foi voluntária, tendo participado da pesquisa oito professoras do Ensino Fundamental, com idades entre 30 e 60 anos. “Muitas vezes o estresse laboral é negligenciado e naturalizado. A pandemia chegou e tornou-se um estressor comum, provocando incertezas e desestabilização de rotinas dos professores”, explica.

Resultados

Conforme Rafaela, a intervenção foi realizada em três encontros semanais, por um mês. A estudante identificou sobrecarga laboral e sinais de tecnofadiga nas professoras, que envolvem sentimentos de cansaço e esgotamento emocional e cognitivo com relação ao uso de tecnologias. “As trabalhadoras alegaram sentimentos de culpa, ineficácia, tristeza, autocobrança e autoexigência”, ressalta.

 

Em relação às formas de enfrentamento ao estresse, identificou-se que as docentes utilizaram estratégias focadas no problema, como a reavaliação positiva e a reinterpretação das situações estressoras. A estudante verificou com o estudo que a pandemia também permitiu o autoconhecimento, a atenção ao autocuidado e possibilitou descobertas, reflexões e aprendizagens a partir dos desafios diários. “A experiência se mostrou importante, pois proporcionou espaço de fala e escuta, de troca de experiências e de discussão dos estressores do contexto atual, alguns próprios da profissão, outros em decorrência da pandemia”, conclui a formanda.

Reconhecimento da Psicologia como ciência

Banco de Imagens

 

A doutora em Psicologia e orientadora do trabalho, professora Liciane Diehl, reforça que estudos sobre intervenções em saúde no trabalho são essenciais para o refinamento de teorias, validação e desenvolvimento de estratégias baseadas em evidências. “Os resultados desse estudo podem refletir em um avanço para a Psicologia da Saúde Ocupacional com foco voltado para a pesquisa e aplicação prática de seus conhecimentos. A Psicologia é uma ciência e precisa ser reconhecida como tal”, explica Liciane.

Feira de Cursos

Para quem ainda está em dúvida sobre qual profissão seguir, a Univates realiza entre os dias 26 e 30 de outubro a tradicional Feira de Cursos. Neste ano, o evento será realizado totalmente on-line e em formato gamificado, no qual os participantes serão “jogadores” e poderão explorar todo o campus, além de conhecer todos os cursos de graduação presenciais e a distância, de pós-graduação lato e stricto sensu e técnicos oferecidos pela Instituição.

 

O jogo simulará o campus com atividades interativas, possibilitando descobertas e experimentação de cursos, que serão organizados por trilhas de conhecimento. Nesta edição virtualizada também será possível integrar os pais dos estudantes de Ensino Médio e a comunidade em geral. Outra vantagem do modelo é que ele permite a participação de pessoas de qualquer lugar do País e do mundo. Além disso, diversas atividades estão sendo organizadas pelos cursos para fazerem parte da ampla programação. Para participar, os interessados devem realizar inscrição individual no site www.univates.br/feiradecursos.