Nicole Morás

Perfil no Instagram reúne frases de crianças durante a pandemia

Postado as 07/10/2020 11:39:29

Por Nicole Morás

“Eu fico com a pureza das respostas das crianças”. Gonzaguinha já cantava sobre a espontaneidade dos pequenos e durante essa pandemia não tem sido diferente, muitas são as suas manifestações sobre o isolamento, o novo coronavírus e essa nova forma de cotidiano.

Nicole Morás

Pensando em reunir declarações dos pequenos, o grupo de pesquisa Currículo, Espaço e Movimento (CEM) da Universidade do Vale do Taquari - Univates criou o perfil Oitentena, crianças e criações (@oitentena.criancasecriacoes). O nome surgiu a partir do insight do Bento, de 6 anos

“Bento um dia disse: Quarentena quê nada, quarentena já passou. Agora é oitentena. A partir disso pensamos em abrir um espaço para escutar o que as crianças têm a dizer sobre esse período de incertezas, mas também de esperança”, explica a professora Suzana Schwertner. O desenho que ilustra o perfil também é do Bento.

O nome ficou porque é a criação de uma criança. Queremos colocar frases espontâneas, engraçadas, mas também que transmitem sentimentos mais difíceis que esse tempo nos reserva, como medo e raiva. Entendemos a partir disso que a grande questão não é responder às crianças, e sim deixar em discussão, deixar que isso apareça
Professora Suzana Schwertner

Inicialmente o projeto reuniu manifestações de filhos e crianças próximas ao grupo de pesquisa e com a repercussão na rede social vem ganhando a contribuição de outras crianças e pais. Dessa forma, periodicamente são divulgadas frases e desenhos de crianças de 0 a 12 anos, identificadas apenas pelo primeiro nome e idade para evitar a exposição, mas preservar a autoria da criança.

Conforme a professora Morgana Hattge, o perfil dá visibilidade para as crianças nesse momento e também é um repositório para o grupo de pesquisa. “A ideia é que esse conteúdo seja analisado com muito carinho. Já tivemos manifestações sobre ideias para acabar com o coronavírus e até expressões relacionadas à política nacional de uma criança de 7 anos, para ver como eles estão ligados. Além das frases, também queremos receber desenhos, pois essa também é uma linguagem importante na manifestação das crianças”, afirma Morgana.

Participam da pesquisa do CEM as professoras Morgana Domênica Hattge, Roberta Acorsi, Jordana Reckziegel, Niqueli Machado, Cláudia Inês Horn e Suzana Feldens Schwertner. Para participar é possível enviar frases e desenhos pelo direct no perfil Oitentena, crianças e criações ou para o e-mail oitentena@gmail.com.

Confira algumas frases

- Se o coronavírus ainda estiver em dezembro, tomara que em Garopaba não. Por favor, Deus, faça com que o coronavírus não esteja em Garopaba. - Matheus, 7 anos

- Sabe qual o superpoder que eu quero ter, mãe? Estalar os dedos e acabar com o coronavírus. - Bernardo, 5 anos

- Mãe, com o coronavírus e esse presidente não vai sobrar uma pessoa viva. - Pedro, 7 anos

- Pelo amor de Deus, me tira dessa quarenta. Porque eu não aguento mais a minha mãe. - Giovana, 10 anos

- Mãe, se o coronavírus aparecer tu passa o carro em cima dele? Daí ele fica que nem o tomatinho da música. - Alice, 4 anos