Gestantes com sobrepeso ou obesas têm 5 vezes mais chances de desenvolver distúrbio hipertensivo

Postado as 15/01/2021 13:57:23

Por Nicole Morás

Amina Filkins no Pexels

Uma gestação de alto risco é aquela na qual a mãe ou o feto correm algum tipo de risco durante a gravidez ou no parto. Na Universidade do Vale do Taquari - Univates, uma pesquisa de trabalho de conclusão de curso de Nutrição teve como objetivo verificar a relação entre o consumo dietético e do índice glicêmico com o estado nutricional pré-gestacional, características maternas e presença de diabetes mellitus gestacional (DMG) e hipertensão arterial (HA) em gestantes que integram o grupo de alto risco.

Desenvolvida pela diplomada Djeise Joana Kunzler, sob orientação da professora Fernanda Scherer Adami, o estudo foi realizado a partir da análise de 300 prontuários de gestantes de alto risco atendidas em um Ambulatório Especializado, do interior do Rio Grande do Sul, no período de 2014 a 2016. O estudo é oriundo de uma pesquisa intitulada "Análise da Atenção à Saúde Materno-Infantil" desenvolvida na Univates sob coordenação da doutora Ioná Carreno. Com os dados coletados, Djeise verificou que consumo de carboidrato, proteína e sódio apresentaram-se em níveis superiores ao recomendado. Já o consumo de fibra total, água e potássio ficou inferior ao recomendado.

Acervo pessoal

Conforme a diplomada, em pacientes com diabetes mellitus gestacional houve uma ingestão significativamente superior de potássio, água e fibra insolúvel. “Entre as pacientes com hipertensão arterial observou-se um consumo hídrico inferior ao recomendado. Também observamos que gestantes com estado nutricional pré-gestacional de sobrepeso e obesidade apresentaram 5,108 mais chances de desenvolver algum distúrbio hipertensivo em comparação com as gestantes que apresentavam estado nutricional normal.”, disse ela.

Djeise explica ainda que o consumo dietético e o estado nutricional pré-gestacional influenciam o controle de DMG e HA. “Hábitos alimentares inadequados podem dificultar o controle dessas doenças, aumentando ainda mais o risco dessas gestações”, finaliza.

O trabalho foi publicado no Brazilian Journal of Health Review.

Curso de Nutrição é o melhor entre as universidades do Brasil

O curso de Nutrição da Universidade do Vale do Taquari - Univates foi eleito o melhor entre as universidades do Brasil. Ele obteve nota máxima (5) no Conceito Preliminar de Curso (CPC), divulgado pelo Ministério da Educação (MEC) no dia 9 de dezembro. O indicador avaliou a qualidade dos cursos de graduação que participaram do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2019.  Pelo segundo ciclo avaliativo consecutivo, o curso também foi classificado como o melhor do Rio Grande do Sul. As inscrições para o curso de Nutrição podem ser realizadas em www.univates.br/comeceaqui.