Utilizamos cookies neste site. Alguns são utilizados para melhorar sua experiência, outros para propósitos estatísticos, ou, ainda, para avaliar a eficácia promocional do nosso site e para oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações sobre os cookies utilizados, consulte nossa Política de Privacidade.

Em 2020, 120 teses e dissertações foram apresentadas na Univates

Postado as 28/05/2021 10:16:20

Por Lucas George Wendt

A Universidade do Vale do Taquari - Univates tem seis Programas de Pós-Graduação (PPG): em Ciências Médicas (PPGCM); em Sistemas Ambientais Sustentáveis (PPGSAS); em Biotecnologia (PPGBiotec); em Ambiente e Desenvolvimento (PPGAD); em Ensino de Ciências Exatas (PPGECE) e Ensino (PPGEnsino)

 

Em 2020 foram apresentados 121 trabalhos de pós-graduação na Universidade. São 80 dissertações e 41 teses. Exceto o PPGCM, cujas atividades iniciaram no segundo semestre do último ano, todos os outros Programas contaram com defesa de trabalhos em 2020.

Grande parte do conhecimento científico produzido pela Instituição nasce, se desenvolve e é transferido para a sociedade por meio das pesquisas realizadas durante as dissertações e as teses dos mestrandos e doutorandos. Desses trabalhos surgem novos conhecimentos, soluções tecnológicas que podem ser transferidas à sociedade, produtos científicos e ideias inovadoras. 

As bancas nas quais os trabalhos são defendidos são o momento em que o mestrando ou doutorando, diante de professores doutores, defende seu trabalho para obter a titulação. Ao compartilhar seu trabalho e, consequentemente, o conhecimento novo que gerou, o pesquisador está comunicando a ciência para seus pares e fazendo o saber científico circular - um dos pilares que sustentam a produção científica. 

Pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, professor Carlos Candido da Silva Cyrne

Conforme o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da Univates, professor Carlos Candido da Silva Cyrne, uma característica dos Programas de Pós-Graduação da Univates é atender a acadêmicos oriundos de todas as regiões do Brasil. “É importante destacar que as teses e dissertações vão ao encontro de apresentar conhecimentos novos com o propósito de melhorar as condições de vida das comunidades, das regiões onde os diplomados atuam, promovendo impactos sociais, ambientais e econômicos”, afirma. 

De acordo com o pró-reitor, isso acontece seja por meio de propostas que permitem a mitigação de aspectos negativos, bem como de possíveis avanços, de soluções de problemas locais, sem que isso invalide a aplicação desses conhecimentos em nível universal, com as devidas adaptações a cada realidade. “Assim os mestrados e doutorados da Univates têm contribuído para o desenvolvimento regional, e não só para o crescimento econômico”, finaliza. 

Em 2020, mesmo com a pandemia, os trabalhos seguiram sendo conduzidos, finalizados e apresentados virtualmente na Universidade. 

Tuane Eggers