Utilizamos cookies neste site. Alguns são utilizados para melhorar sua experiência, outros para propósitos estatísticos, ou, ainda, para avaliar a eficácia promocional do nosso site e para oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações sobre os cookies utilizados, consulte nossa Política de Privacidade.

Univates e Prefeitura de Colinas criam ambulatório para atendimento geriátrico na cidade

Postado as 25/08/2021 14:36:15

Por Lucas George Wendt

A Universidade do Vale do Taquari - Univates e a Prefeitura de Colinas firmaram um termo de parceria na última terça-feira, 24, com o objetivo de oferecer gratuitamente à população acima de 60 anos da cidade atendimentos, avaliações e tratamento para doenças agudas ou crônicas referenciadas pelo município. 

Por meio do termo de parceria está instituído o Ambulatório Saúde do Idoso de Colinas, no qual atuarão estudantes do 8º semestre do curso, do módulo de Clínica Médica, que abordam a especialidade de Geriatria. Com a iniciativa, a Universidade auxilia o município em mais uma frente de trabalho - recentemente estudantes da rede pública de Colinas passaram a usar a estrutura do Complexo Esportivo da Univates para atividades físicas

Lucas George Wendt

O Ambulatório 

Estudantes matriculados no 8º semestre do curso de Medicina realizarão, acompanhados de docentes e preceptores da Univates, os atendimentos à população na rede municipal de saúde. Colinas tem cerca de 30% da população com 60 anos ou mais, o que representa aproximadamente 730 pessoas. Conforme as autoridades municipais presentes, ações de promoção à saúde e melhoria da qualidade de vida desse segmento da população são necessidades de Colinas. 

O evento foi acompanhado por autoridades da cidade e da Univates, por estudantes e professores do curso de Medicina e também pela equipe da Secretaria de Saúde municipal. 

“Aqui em Colinas estamos preocupados com a vida das pessoas”, afirmou o prefeito de Colinas, Sandro Herrmann, citando outros projetos em curso organizados pela administração municipal para a área da saúde. Numa fala direcionada aos estudantes, Herrmann destacou o aprendizado que uma iniciativa que une a sala de aula com a prática pode proporcionar. “Quero incentivá-los a tornar esse projeto tão importante para a formação de vocês quanto está sendo para a cidade de Colinas”. Ele finalizou sua fala saudando como muito positiva a aproximação da Universidade com as administrações municipais do Vale do Taquari.

Lucas George Wendt


A reitora da Univates, professora Evania Schneider, também falou aos presentes. Para ela, “uma Universidade não existe sem estudantes e sem a sua comunidade. Que bom que a gente pode estimular essa relação entre eles e modificar realidades positivamente”, relatou. Evania abordou em sua fala a realização do CRIE Smart Cities pela Univates. 

“Estamos discutindo cidades inteligentes. Uma cidade inteligente se preocupa com a sua população. Com Colinas, já temos um trabalho voltado às crianças. Agora a Univates está assinando mais uma parceria com uma cidade inteligente que está preocupada com os seus idosos. Essas são iniciativas de impacto”, argumenta Evania.

A secretária de Saúde, Assistência Social e Habitação de Colinas, Angelita Herrmann, afirmou que o município tem como perspectiva a busca de um atendimento diferenciado. “Estamos falando de 30% da nossa população. Agradeço à nossa equipe e à Universidade, que acreditaram na nossa ideia inovadora”, comentou. Angelita revelou que, recentemente, esteve com a secretária da Saúde do Rio Grande do Sul, Arita Bergmann, que parabenizou a iniciativa como um passo importante na melhoria da qualidade de vida da população idosa. “Este é o caminho”, disse Angelita. 

Lucas George Wendt

 

Conforme a articuladora da área de Ciências Médicas da Univates, professora Maria Isabel Lopes, a parceria é inédita para o curso. “Estamos criando um Ambulatório de Especialidade em outro município. A iniciativa vai promover mais contribuições da Univates para a área da saúde no Vale do Taquari, e também qualificar a formação dos acadêmicos, ao aproximá-los da realidade local”, avalia. 

Como vai funcionar

As práticas acontecerão na estrutura de saúde de Colinas, em parceria com os profissionais do município, a partir de setembro. A manhã da terça-feira marcou o início das atividades, com aula proferida pelas professoras Camila Furtado de Souza e Caroline Reis Gerhardt, especialistas em Medicina de Família e Comunidade. 

Não serão realizados atendimentos de urgência e emergência, apenas os atendimentos de nível ambulatorial. O convênio com Colinas oferece aos estudantes da Univates mais um cenário de prática para as atividades do curso de Medicina. 

Lucas George Wendt

Os exames 

Os exames que serão disponibilizados são: eletrocardiograma, espirometria, exame Holter, Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial (MAPA), radiografia e ultrassonografia - possibilidades oferecidas pela Universidade por meio do Centro Clínico do Saúde Univates. O termo prevê a realização de até 50 exames por mês, com a possibilidade de exames adicionais serem realizados por meio do convênio do município com o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Rio Taquari (Consisa VRT), que também é parceiro do Saúde Univates.