Utilizamos cookies neste site. Alguns são utilizados para melhorar sua experiência, outros para propósitos estatísticos, ou, ainda, para avaliar a eficácia promocional do nosso site e para oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações sobre os cookies utilizados, consulte nossa Política de Privacidade.

Estudante do doutorado em Ensino da Univates é selecionado para desenvolver pesquisa na Espanha

Postado as 08/10/2021 16:10:21

Por Lucas George Wendt

Ana Amélia Ritt

José Alberto Romaña Díaz

José Alberto Romaña Díaz

 

O estudante José Alberto Romaña Díaz, do Programa de Pós-Graduação em Ensino (PPGEnsino) da Universidade do Vale do Taquari - Univates, foi contemplado com bolsa do Programa de Doutorado-sanduíche no Exterior (PDSE), por meio da qual está realizando parte de seu doutorado na Espanha desde setembro de 2021. Esta é a primeira vez que um aluno do PPGEnsino é contemplado com esse tipo de bolsa, uma promoção da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoas de Nível Superior (Capes). 

A expectativa é que Romaña permaneça na Espanha até fevereiro de 2022. O projeto de doutoramento que vem sendo desenvolvido no PPGEnsino da Univates compõem a linha de pesquisa “Formação de professores, estudos do currículo e avaliação”. As atividades acontecem em consonância com as do grupo de pesquisa Currículo, Espaço, Movimento (CEM), idealizado na Univates no PPGEnsino e formalizado no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O trabalho de Romaña é orientado pela professora doutora Angelica Vier Munhoz. 

O doutorando, no Brasil, está investigando como a formação de professores desenvolvida pelo Projeto Zona Baixa, da Universitat de Lleida (UdL), a qual é atravessada por experiências artísticas que articulam universidade e espaços de arte, produz uma docência mais criativa e inventiva. 

Dessa forma, com o estágio sanduíche na Universitat de Lleida, ele tem entre os seus objetivos realizar uma imersão na metodologia de estudo desenvolvida pelo projeto zona Baixa e, ao mesmo tempo, dar visibilidade a essas práticas metodológicas e curriculares de formação de professores, bem como problematizar de que forma pode-se pensar a formação de professores do século XXI. 

Divulgação

Divulgação

Divulgação

Divulgação

“Acredito muito que vivenciar e conhecer mais de perto essa proposta poderá auxiliar no desenvolvimento do meu projeto de doutoramento”, revela ele. “Não pretendo fazer defesa de uma determinada prática ou proposta curricular, tomando-a como um novo modelo, mas sim me aproximar e acompanhar outras propostas pedagógicas para conhecer os seus percursos, referenciais, efeitos na formação dos professores, bem como também tensioná-las”, projeta o estudante. 

Na Europa, seu trabalho será orientado pela professora doutora Glòria Jové Monclús, professora titular da Facultad de Educación, Psicología y Trabajo Social (FEPTS) da Universitat de Lleida e coordenadora do grupo de pesquisa “Espai Hibrid”. “Desde 2018, o Grupo CEM, da Univates, tem uma parceria com a professora Glória, aproximando ambos os grupos de pesquisa. Essa aproximação já resultou em visitas de estudos de pesquisadores, participação de investigadores em bancas no PPGEnsino, além de eventos publicações em parceria”, relata.

Por meio do trabalho de Romaña é possível fortalecer os laços de colaboração e cooperação entre a UdL e a Univates e seus respectivos PPGs: PPGEdu (Lleida, Espanha) e PPGEnsino (Lajeado, Brasil); assim como os vínculos  de pesquisa entre o grupo CEM (Univates) e o grupo Espai Hibrid (UdL), consolidando a internacionalização entre as duas universidades. 

Trajetória na Univates 

Romaña está na Univates desde 2014. Ele foi intercambista de graduação na Instituição, quando finalizava o curso de Psicologia na Universidade Minuto de Dios, campus Antioquia-Chocó, na Colômbia. Na sequência, na Univates, ele realizou o mestrado pelo PPGEnsino, entre 2016 e 2018, e atualmente está cursando o doutorado pelo mesmo Programa.