Utilizamos cookies neste site. Alguns são utilizados para melhorar sua experiência, outros para propósitos estatísticos, ou, ainda, para avaliar a eficácia promocional do nosso site e para oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações sobre os cookies utilizados, consulte nossa Política de Privacidade.

Divulgação

PPGAD e PPGSAS da Univates integram a programação do Circuito Urbano da ONU

Postado as 19/10/2021 14:43:12

Por Lucas George Wendt

Docentes pesquisadores da Universidade do Vale do Taquari - Univates estão na programação do Circuito Urbano da ONU em 2021. Os professores doutores André Jasper, Rodrigo Spinelli e Luciana Turatti, representando os Programas de Pós-Graduação em Ambiente e Desenvolvimento (PPGAD) e Sistemas Ambientais Sustentáveis (PPGSAS), estarão dialogando sobre cidades resilientes na programação do evento mundial. 

A atividade que tem a participação da Univates é uma das 180 que acontecem no Brasil alusivas ao Outubro Urbano e acontece no dia 29 de outubro, a partir das 19h. Além dos professores, o evento também conta com a participação da doutoranda pelo PPGAD Andrea Almeida Barros, que atua como promotora designada para a Promotoria Regional de Meio Ambiente da Bacia Hidrográfica dos rios Taquari e Antas do Ministério Público do RS. 

Os pesquisadores, especificamente, tratarão sobre cidades resilientes e formas de amenizar os efeitos das mudanças climáticas por meio de ocupações urbanas sustentáveis. A transmissão acontece pelo canal do Circuito Urbano no Youtube. 

 

Prof.ª Dra. Luciana Turatti

Prof.ª Dra. Luciana Turatti

Natália Bottoni

Prof.ª Dra. Luciana Turatti
Prof.ª Dra. Luciana Turatti

Natália Bottoni

Prof. Dr. Rodrigo Spinelli
Prof. Dr. Rodrigo Spinelli

Lucas George Wendt

Prof. Dr. André Jasper
Prof. Dr. André Jasper

Natália Bottoni

Outubro Urbano & Circuito Urbano 2021 

O ONU-Habitat realiza, todos os anos, o Outubro Urbano. O mês se inicia com o Dia Mundial do Habitat (na primeira segunda-feira do mês – este ano, no dia 4 de outubro) e se encerra com o Dia Mundial das Cidades (31 de outubro). O Outubro Urbano conta sempre com dois temas selecionados para estimular o debate entre diversos atores sobre como tornar a vida nas cidades melhor para todos. Em 2021, o foco do debate será no papel das cidades na luta contra a emergência climática, em preparação para a COP26, que acontecerá entre 1o e 12 de novembro deste ano em Glasgow, no Reino Unido. O Dia Mundial do Habitat abordará o tema “Acelerando a ação urbana para um mundo livre de carbono” e o Dia Mundial das Cidades focará no tema “Adaptando cidades para a resiliência climática”.

Para promover o debate sobre os temas do Outubro Urbano de cada ano, o escritório da ONU-Habitat no Brasil criou, em 2018, o Circuito Urbano: uma iniciativa para dar visibilidade e apoio institucional a eventos organizados por diversos atores em todo o país. Desde então, já apoiou a realização de aproximadamente 400 eventos. 

Em 2021, a quarta edição do Circuito Urbano será realizada novamente de forma totalmente virtual, com eventos ao vivo ou gravados previamente, devido ao prolongamento da pandemia de covid-19. O tema do Circuito Urbano 2021 é “Cidades na linha de frente da ação climática” e os eventos poderão ser relacionados a quatro linhas temáticas: 1) Cidades Sustentáveis e Livres de Carbono; 2) Cidades Inclusivas e Justas; 3) Cidades Saudáveis e 4) Cidades Resilientes.

ONU-Habitat

O Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (ONU-Habitat) estabeleceu-se em 1978, como resultado da Conferência das Nações Unidas sobre Assentamentos Humanos (Habitat I). Com sede em Nairóbi, capital do Quênia, é a agência das Nações Unidas que atua em prol do desenvolvimento urbano, social, econômico e ambientalmente sustentável.

O ONU-Habitat está presente no Brasil há mais de 20 anos, atuando em projetos relacionados a diversos temas urbanos em cidades de todo o país. O Escritório Regional para América Latina e o Caribe e o escritório para o Brasil e o Cone Sul estão localizados no Rio de Janeiro. No Brasil também há equipes fixas nos municípios de Belo Horizonte (Minas Gerais), Maricá (Rio de Janeiro), Maceió (Alagoas) e Recife (Pernambuco).

Divulgação