Utilizamos cookies neste site. Alguns são utilizados para melhorar sua experiência, outros para propósitos estatísticos, ou, ainda, para avaliar a eficácia promocional do nosso site e para oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações sobre os cookies utilizados, consulte nossa Política de Privacidade.

UPA 24h de Lajeado inicia projeto com Hospital do Coração de São Paulo

Postado as 24/11/2021 18:03:48

Por Nicole Morás

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24h de Lajeado, gerenciada pela Fundação Univates, em gestão compartilhada com a Prefeitura de Lajeado, recebeu na última quarta-feira, 24, a visita de duas analistas do Hospital do Coração (HCor), de São Paulo, para a implementação de um projeto de boas práticas na atenção à cardiologia e urgências cardiovasculares. 

Nicole Morás

A unidade foi selecionada pelo Ministério da Saúde e integra um grupo de 15 unidades que participam do projeto realizado por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS). Como o hospital de referência para atendimento cardiológico é o Hospital Bruno Born, o projeto também será realizado na casa de saúde.

O projeto é dividido em sete etapas, a serem realizadas durante 13 meses até outubro de 2022. Na primeira etapa, os profissionais da UPA Lajeado preencheram dados em uma plataforma online, que contribui para o diagnóstico do atendimento e para o mapeamento de melhorias. 

Em outubro foi realizada a coleta dos dados sobre os atendimentos na área e fornecidas informações ao HCor sobre como acontecem os atendimentos nos casos de urgência e emergência cardiovasculares na Unidade de Lajeado. 

Nicole Morás

 

No início de novembro, a equipe do HCor instalou um equipamento de eletrocardiograma (ECG) conectado com o HCor, sendo interativos, de forma que os exames e diagnósticos possam ser realizados em conjunto pelas equipes das UPAs local e do Hospital do Coração, além da adoção de diretrizes assistenciais na linha da cardiologia. “Conseguimos ser bastante ágeis. Nossos médicos levam cerca de 3 a 4 minutos para dar uma devolução às equipes de atendimento. Com isso, a equipe do HCor atua no apoio ao diagnóstico e no apoio à decisão clínica”, disse Claudia Assis.

Além desse acompanhamento, o Programa contempla a realização de quatro sessões de aprendizagem virtual, em que profissionais de todas as UPAs selecionadas participam de capacitações. A primeira aconteceu na última terça-feira, 23, sobre interpretação de eletrocardiograma. Nas próximas sessões serão abordados: os acidentes vasculares cerebrais, atendimentos de parada cardiorrespiratória; e arritmias cardíacas e síndrome coronariana aguda. 

O programa é baseado na ideia de melhoria contínua e para isso são analisados 8 indicadores, como, por exemplo, o tempo médio do tempo porta-ecg, que se refere ao tempo que o paciente dá entrada na UPA e realiza o exame. 

“Fomos indicados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-RS) em razão dos índices de qualificação do atendimento realizado aqui em Lajeado. Somos uma UPA qualificada, conforme a avaliação trianual mais recente do Ministério da Saúde, realizada em agosto. Também temos referência na cidade para alta complexidade na linha de atendimento cardiovascular no Hospital Bruno Born”. 

Para a gestora, a população da cidade e de áreas do entorno ganha com a seleção da UPA para participar do projeto. “Já temos protocolos para os atendimentos cardiovasculares e, com essa qualificação adicional, podemos estar ainda melhor preparados para os casos de atendimento nessa linha de cuidado”.

Nicole Morás

À esquerda de azul, coordenador da UPA, Alex Vaz de Borba

De acordo com o coordenador da UPA, Alex Vaz de Borba, o aparelho já está em funcionamento desde o início do mês. Para ele, o benefício maior do projeto é a qualificação dos profissionais.

- O HCor é um hospital especializado em doenças cardiovasculares que tem todo um conhecimento que agora está sendo transferido para nós. Com a consultoria, o atendimento é mais assertivo e tranquiliza a equipe. Em doenças cardiovasculares o tempo é importante, porque significa que está faltando sangue oxigenado no coração. O tempo para colocar esse paciente no tratamento mais adequado é importante quando se tem infarto. Além disso, nós vamos absorver esse conhecimento e melhorar a qualidade da assistência prestada aqui na UPA e o desfecho clínico dos pacientes. Vamos ganhar muito com isso - disse Alex.

Dados de Lajeado

Desde a instalação do eletrocardiograma com o software de acompanhamento do HCor, a UPA Lajeado realizou o atendimento de oito pacientes que se enquadram no perfil de acompanhamento. Destes, 75% dos pacientes eram homens e 25% eram mulheres. Em relação ao histórico médico, metade dos pacientes já havia sido diagnosticada com hipertensão arterial sistêmica. Além disso, 25% tinham histórico de  infarto agudo do miocárdio (IAM), 12,5% tinham diabetes e 12,5% tinham dislipidemia. Em todos os casos a realização do ECG ocorreu na UPA Lajeado, ou seja, em atendimento pré-hospitalar.

Saiba mais

A UPA Lajeado está entre as unidades de todo o País selecionadas pelo Ministério da Saúde para participar de um programa de qualificação no atendimento às urgências cardiovasculares. Atualmente existem cerca de 1,2 mil UPAs em todo o Brasil, e a de Lajeado está entre as que foram selecionadas para a iniciativa a partir dos bons resultados obtidos de qualidade nas avaliações do Ministério da Saúde e do Estado.

UPA Lajeado passa a contar com serviço farmacêutico 24h

Desde junho de 2018, a UPA Lajeado conta com uma unidade de farmácia para dispensação ao público, o que facilita o acesso dos pacientes em atendimento aos medicamentos, colaborando para o início da terapia medicamentosa após o atendimento. Na última quinta-feira o serviço foi ampliado mais uma vez e passou a ter atendimento 24h com farmacêutico no local. De acordo com Úrsula, com isso, os munícipes de Lajeado  não precisam se deslocar até os postos de saúde e à Farmácia-Escola para receber os medicamentos para o tratamento de condições agudas, podendo iniciá-lo no mesmo dia do atendimento recebido na UPA. “A disponibilidade de uma farmácia junto à UPA é um grande diferencial. As consultoras do HCor que visitam unidades semelhantes por todo o país e estão aqui comentaram o quanto é raro ver isso em outras unidades, especialmente com atendimento ininterrupto”, avalia ela.