Utilizamos cookies neste site. Alguns são utilizados para melhorar sua experiência, outros para propósitos estatísticos, ou, ainda, para avaliar a eficácia promocional do nosso site e para oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações sobre os cookies utilizados, consulte nossa Política de Privacidade.

Elise Bozzetto

Docentes do curso de Medicina da Univates participam de formação sobre avaliação e feedback

Postado as 02/12/2021 11:16:14

Por Lucas George Wendt

A formação pedagógica aos professores do Curso de Medicina da Univates que a Instituição realiza, neste semestre teve como tema “Avaliação e o feedback no curso de Medicina”. Os encontros são mediados pela coordenadora pedagógica da Área de Ciências Médicas da Univates, Aline Pin Valdameri. São realizados encontros mensais que exploram os processos de avaliação e do feedback dos professores para os estudantes. 

As atividades são organizadas pelo Núcleo de Apoio Pedagógico, pela Coordenação Pedagógica da Área de Ciências Médicas e pela Coordenação do Curso de Medicina. No dia 18 de novembro, aconteceu um dos encontros que foi ministrado pela  reitora da Univates, professora Evania Schneider, em que o tema abordado foi “Comunicação não violenta e empatia no Curso de Medicina”. Os docentes relatam que esses momentos são importantes para a reflexão da prática pedagógica. 

Lucas George Wendt

Silvia Dartora

Silvia Dartora



Para a professora Silvia Regina Dartora, discutir o processo de avaliação dos estudantes, feedback e comunicação, mostra o quanto o tema precisa ser explorado. “Basta que estejamos abertos a possibilidade de aprender e entender, que sendo aluno, preceptor, professor, mestre ou doutor, na essência somos todos iguais e  precisamos desenvolver a  habilidade de nos comunicar de forma não violenta e com empatia”. A docente agradece a oportunidade de participar da formação. 

Quem também relata a sua experiência é a professora Caroline Gerhardt. “Durante todo processo, os encontros nos trouxeram a reflexão de que nós, professores, sobre nossa prática, permitindo que pudéssemos examinar nosso modo de funcionamento como docente, bem como nossas atitudes em um processo de constante autoavaliação”, informa ela. “Estes encontros foram muito importantes para o crescimento e aperfeiçoamento dos professores em relação à formação dos nossos alunos. Que possamos realmente potencializar o aprendizado dos nossos estudantes, auxiliando-os a construir o protagonismo na sua escolha profissional, também demonstrando valores fundamentais, como empatia ao próximo”.

Lucas George Wendt

Simone Perez

Simone Perez






“A assistência pedagógica prestada aos professores nos dá oportunidade de repensarmos nosso trabalho de forma dinâmica, procurando adaptá-lo às necessidades do aluno. Conseguimos discutir diferentes abordagens e modalidades, bem como debater com os colegas”, indica a docente Simone Perez. 

André Anjos

Nicole Morás

O coordenador do curso de Medicina, professor André Anjos da Silva descreve que a formação pedagógica foi excelente para o aprendizado e troca de experiências entre os professores.” As temáticas e convidados presentes ao longo dos encontros foram especiais. Momentos como esses aumentam nossa visão de grupo e proporcionam discussões que são fundamentais para o nosso fazer docente e para a contínua melhora daquilo que buscamos passar aos estudantes do Curso”, afirma.

O feedback deve ser uma prática contínua e aprimorada no curso de Medicina, com atividades planejadas a fim de melhorar o desempenho do estudante e objetivando um melhor desenvolvimento das competências e habilidades necessárias para a atuação profissional.