Utilizamos cookies neste site. Alguns são utilizados para melhorar sua experiência, outros para propósitos estatísticos, ou, ainda, para avaliar a eficácia promocional do nosso site e para oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações sobre os cookies utilizados, consulte nossa Política de Privacidade.

Univates é a universidade mais sustentável do Sul do Brasil segundo o ranking Green Metric

Postado as 14/12/2021 16:46:14

Por Nicole Morás

Foi divulgado na manhã desta terça-feira, 14, o ranking Green Metric 2021, que tem como objetivo apresentar a situação atual e as políticas relacionadas ao conceito de Green Campus (Campus Verde) e à Sustentabilidade nas Universidades de todo o mundo.

Lucas George Wendt

Neste ano, a Universidade do Vale do Taquari - Univates conquistou o primeiro lugar da região Sul do Brasil entre as oito instituições de ensino superior participantes.

No país, a Univates obteve a sétima colocação, avançando sete posições em relação ao ano anterior, entre as 40 IES participantes. Em nível mundial, a Univates pulou da 322a posição em 2020 para a 260a posição em 2021. Para a reitora da Univates, professora Evania Schneider, o Green Metric atesta o comprometimento da instituição com a sustentabilidade.

Esse compromisso vai muito além da formação de profissionais responsáveis e engajados com o ambiente, mas se trata de toda uma consciência da comunidade acadêmica na transformação da nossa sociedade, tornando a nossa Instituição e as nossas cidades lugares melhores para se viver
Reitora da Univates, Evania Schneider

Evania lembrou ainda que, além desse resultado, na semana passada a Univates conquistou o primeiro lugar no ranking de Universidades Empreendedoras como a Instituição com a melhor infraestrutura do país para o empreendedorismo. “Esses resultados evidenciam a qualidade das nossas ações em contribuir para a transformação das comunidades nas quais estamos inseridos”, finalizou. 

O presidente da Fundação Univates, Ney Lazzari, disse, ainda, que sse resultado ajuda a confirmar que a Univates, além de ser um dos campus universitários mais bonitos, é também dos mais sustentáveis e ecologicamente responsável.

Para o engenheiro ambiental da Univates, Gustavo Schäfer, o resultado é fruto de um esforço coletivo da Univates para estar sempre em evolução e em harmonia com o ambiente. “Este ano, além das questões envolvendo a sustentabilidade, o questionário trouxe novas questões relacionadas às ações das universidades frente à pandemia de covid-19. As ações desenvolvidas pela IES para minimizar o impacto da pandemia também contribuíram para a melhora da nossa posição”, observou. Entre essas ações estão a disponibilização de álcool gel em todo o campus, inclusive por meio de totens nas entradas dos prédios e corredores; higienização frequente de todos os ambientes utilizados; inserção de novos coletores específicos e descarte correto dos resíduos da covid-19 por meio do Ecovates, o serviço de gerenciamento de resíduos que garante o descarte correto, seguro e adequado dos resíduos gerados na Universidade, serviço que também pode ser utilizado pela comunidade.

Ao todo 956 universidades de todo o mundo participaram no Green Metric, das quais 40 IES são brasileiras e cinco são gaúchas.

Confira a transmissão aqui.

Saiba mais

A metodologia do Green Metric é baseada em uma filosofia ampla que abrange os três Es: Meio Ambiente, Economia e Equidade Social, em inglês: Environment, Economics and Equity. Para participar, as universidades respondem a um questionário entre os meses de maio e outubro.

Tuane Eggers

No ranking são avaliados seis indicadores: Ambiente e Infraestrutura; Energia e Mudanças Climáticas; Resíduos; Água; Transporte; e Educação e Pesquisa. Neste ano o melhor resultado da Univates foi em relação à categoria de Educação e Pesquisa.

O ranking internacional foi criado pela Universidade da Indonésia (UI), em 2010, com a finalidade de medir os esforços de sustentabilidade das universidades por meio de programas e políticas de sustentabilidade em universidades de todo o mundo.

A partir de uma perspectiva de sustentabilidade global, o Green Metric tem como objetivos principais: contribuir para os discursos acadêmicos sobre sustentabilidade na educação e dentro do campus, promover uma mudança social encabeçada pelas universidades no que tange à questão da sustentabilidade, ser uma ferramenta de autoavaliação sobre a sustentabilidade do campus para instituições de ensino superior em todo o mundo, informar os governos, as agências ambientais internacionais e a sociedade sobre os programas de sustentabilidade no campus.

Com isso, o ranking busca reconhecer o esforço das universidades para reduzir sua pegada de carbono e, assim, combater a mudança climática global.