Utilizamos cookies neste site. Alguns são utilizados para melhorar sua experiência, outros para propósitos estatísticos, ou, ainda, para avaliar a eficácia promocional do nosso site e para oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações sobre os cookies utilizados, consulte nossa Política de Privacidade.

Ana Luisa de Mattos Reckziegel

Univates e GA projetam Orquestra Filarmônica para o Vale do Taquari

Postado as 15/12/2021 08:50:45

Por Estúdio A Hora

O Vale do Taquari ganhará uma Orquestra Filarmônica. A contagem regressiva para concretizar o projeto inédito na região começou em dezembro de 2019, com a formalização da Orquestra Gustavo Adolfo/Univates, resultado da parceria entre as duas instituições de ensino. A partir daí, um novo cenário musical e cultural vem sendo planejado para os estudantes do Gustavo Adolfo (GA) e da Universidade do Vale do Taquari - Univates, profissionais da área e comunidade regional.

Conforme o diretor do Colégio Gustavo Adolfo, Edson Wiethölter, que foi o primeiro regente da Orquestra GA, criada em 1997, a Orquestra Filarmônica, que deve ser realidade até 2030, será resultado da expertise e tradição do colégio na música e do espaço de alto padrão oferecido pelo Teatro Univates. “As duas instituições se unem para oferecer espaços de alta performance para que os apreciadores da música desenvolvam e mostrem seus talentos e a comunidade tenha mais qualidade de vida”, destaca.

Ana Luisa de Mattos Reckziegel

 

Planejamento

Para alcançar a meta, as instituições trabalham com ações periféricas para formar músicos, reter talentos e criar estruturas a fim de transformar o projeto em um grande produto cultural. “Montamos um grande planejamento para fomentar a formação de músicos, o que já desenvolvemos na escola e ganhou mais força com a parceria da Univates. Trata-se de um planejamento arrojado, que provavelmente será alcançado antes dos oito anos projetados”, salienta Wiethölter.

Piano de cauda

Entre as iniciativas para despertar o gosto dos estudantes do GA pela música e, consequentemente, contemplar o projeto da Filarmônica está a aquisição de um piano de cauda, de alto padrão, que foi colocado no miniauditório de onde, criando um espaço de audição para concertos, ensaios e aulas. Para os estudantes da instituição, explica Wiethölter, já é comum se deparar com pianos em diferentes locais da escola, como no auditório, salas de aula e demais espaços comuns e abertos.

“São instrumentos afinados e que ficam à disposição para que eles toquem nos intervalos ou quando estão à espera de alguma atividade. É uma cultura que instituímos para despertar a curiosidade e o interesse pela música”. Sobre o piano de cauda, o diretor cita que há poucas unidades na região.

Novos integrantes em 2022

Maestro da então Orquestra GA desde 2012, Éderson Drebes relata que atualmente o grupo conta com 24 integrantes e os seguintes instrumentos: trompetes, trombones, saxofone alto, saxofone tenor, flautas transversais, piano, teclados, percussão, bateria, baixo e guitarra. Salienta que o trabalho está focado na preparação de músicos para suprir as demandas da formação da Orquestra Filarmônica. “A Orquestra é um projeto já consolidado e de grande prestígio na comunidade escolar. A parceria com a Univates é uma grande conquista, que nos trará novos desafios”, reforça.

Em janeiro de 2022, adianta o maestro, será aberto um edital para que músicos da região se habilitem para participar da Orquestra, de forma voluntária. Entre os pré-requisitos estão: ter domínio do instrumento, o quê? leitura musical (partituras) e estar de acordo com o regimento interno da Orquestra. “A prova consistirá no envio de um vídeo, que será avaliado por uma comissão especializada. Após, vamos entrar em contato para comunicar a aptidão em participar da orquestra ou convidar para o projeto de preparação, com aulas gratuitas para formação dos futuros músicos”, explica Drebes. 

Vagas que serão abertas: trompetes (2), trombones (2), saxofone alto (3), saxofone tenor (1), violinos (ilimitado), flauta transversal (1), violoncelos (3), clarinetes (2) e percussão (1).