Pesquisa revela alto índice de empregabilidade dos estudantes da área da gestão

Postado as 24/06/2019 16:37:56

Por Carla Bagnara

 

Pesquisa realizada pelo Centro de Gestão Organizacional (CGO) no primeiro semestre de 2019 revelou alto índice de empregabilidade dos alunos na área afim do curso da faculdade. No total dos respondentes, 59% trabalham no ramo que estudam; 32,6% trabalham em outras áreas do conhecimento e apenas 8,4% não têm atividade profissional remunerada. 

Elise Bozzetto

 

Conforme o diretor do Centro de Gestão Organizacional, professor Sandro Nero Faleiro, isso é um reflexo da amplitude de atuação na área de gestão. “Um estudante do CGO pode desenvolver atividades profissionais relacionadas a vendas, atendimento ao cliente, marketing e comunicação, preços e custos, planejamento e estratégia, recursos humanos, sistemas de informações e produção. Como a área de gestão está presente em todas as organizações (indústria, comércio e serviços), os estudantes acabam tendo oportunidades em funções que têm relação com a área”, completa. 

 

Fernanda Cristina Wiebusch Sindelar, vice-diretora do CGO, concorda com a abrangência do mercado profissional no campo da gestão e ainda salienta que, com a crise no mercado econômico, em nenhuma área está fácil conseguir um emprego. Mas, segundo ela, uma vantagem para os profissionais do ramo de gestão é que, de forma geral, conseguem se inserir em diferentes vagas de uma empresa. “A possibilidade de inserção profissional é maior. Então talvez isso facilite um pouco”, sinaliza a professora.

Associando a teoria com a prática

 

De acordo com Faleiro, a experiência profissional e acadêmica são complementares na formação do estudante. “O desenvolvimento de atividades profissionais na área de formação auxilia o aluno no entendimento de conhecimentos teóricos e na aproximação da teoria com as boas práticas de gestão”, afirma.

Carla Bagnara

 

A aluna do curso de Ciências Contábeis da Univates Joice Elis Gräf trabalha há quase três anos em um escritório de contabilidade em Arroio do Meio. Na função de Auxiliar de Escritório, Joice atua na área fiscal e contábil e garante que todos os dias lida com temas que está aprendendo na faculdade. A jovem acredita ainda que trabalhar na área facilita a compreensão. “Há momentos que nem tudo parece fazer sentido. Então ajuda muito quando você começa a vincular no trabalho aquilo que vê nas aulas”, conta. Além disso, afirma que percebeu crescimento pessoal quando começou a associar trabalho e estudo.

Carla Bagnara

Daniela Gabriel Diehl também trabalha na área relacionada ao seu curso. Atuando como Assistente Administrativo em uma Cooperativa de Crédito, a estudante de Administração de Empresas da Univates acredita que é muito válido trabalhar durante o curso, “pois assim é possível colocar os conhecimentos na prática e aprimorá-los”.

 

Há sete anos associando trabalho e estudo, Daniela conta que, em diversos momentos, conseguiu utilizar na prática os conhecimentos aprendidos em aula e que também já teve mais facilidade em determinados conteúdos na faculdade em função da sua experiência na área.  

Ivana Graziele Gregory também frequenta o curso de Administração de Empresas da Univates e trabalha como Assistente Administrativo em uma empresa fabricante de bebidas. Do mesmo modo, a estudante acredita que trabalhar na área é importante pois é uma “oportunidade de se desenvolver enquanto profissional, ligando situações cotidianas com as teorias aprendidas, melhorando processos e a própria resolução de problemas”. 

 

Saiba mais sobre o estudo

 

A pesquisa foi aplicada aos alunos dos cursos presenciais que integram o Centro para conhecer mais profundamente o perfil dos estudantes. Conforme Fernanda, que participou de todo o processo de elaboração, aplicação e coleta de dados, a intenção é entender melhor a realidade dos estudantes. “Aplicamos a pesquisa principalmente para conhecer os alunos e para pensar em futuros projetos que contribuam para a formação profissional. Além disso, pensando em possível reformulação curricular, se houver necessidade de mudanças”, explica.

Elise Bozzetto

No total, a pesquisa contabilizou 501 respondentes, caracterizados como alunos dos cursos presenciais de Administração de Empresas, Ciências Contábeis, Comércio Exterior, Gestão Financeira, Gestão de Micro e Pequenas Empresas, Gestão de Recursos Humanos, Logística e Relações Internacionais da Univates. 

 

Vestibular da Univates

 

Os cursos do Centro de Gestão Organizacional são opções no Vestibular da Univates. Além da prova de redação, é possível ingressar utilizando a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2009 ou aproveitar a nota de um vestibular anterior da Univates. Os interessados podem se inscrever pelo site www.univates.br/vestibular.