Pesquisas e tratamento para transtornos de humor e suicídio integram o Centro de Especialidades Médicas

Postado as 02/09/2019 14:27:02

Por Júlia Amaral

Conforme dados divulgados em 2018 pelo Ministério da Saúde em seu boletim anual, duas das três cidades do Brasil com maiores índices de suicídio são Forquetinha e Travesseiro, ambas do Vale do Taquari. A informação é alarmante e indica a possibilidade de que uma parcela significativa da população da região sofre de depressão. Esses fatos motivaram a criação do Centro de Pesquisa Translacional em Transtornos de Humor e Suicídio (CEPETTHS) na Universidade do Vale do Taquari - Univates. 

O CEPETTHS funciona no Centro de Especialidades Médicas da Univates, localizado no Prédio 22 da Instituição. Os pacientes são encaminhados pela rede pública de saúde. Conforme o professor do curso de Medicina da Univates e coordenador do CEPETTHS, Flávio Shansis, os objetivos do Centro são prestar assistência à população da região e desenvolver pesquisas translacionais sobre depressão e transtorno bipolar. “Pesquisa translacional é a que vai da área básica até a clínica. A pesquisa engloba questões sobre sintomas, medicações, mas também analise exames de sangue, por exemplo, e demais materiais biológicos, bem como a parte genética”, explica.

Lucas George Wendt

Há 13 anos Shansis coordena o Programa de Pesquisa e Ensino em Transtornos de Humor no Hospital Psiquiátrico São Pedro, de Porto Alegre. Na Univates, os moldes serão os similares aos seguidos na capital. O atendimento ao paciente dura um tempo determinado pelos profissionais do CEPETTHS, e depois que o quadro clínico estiver estabilizado o usuário deve retornar aos cuidados da unidade do sistema público de saúde que lhe encaminhou ao Centro. 

Aqueles que desejarem podem ser voluntários para participar de uma das 10 pesquisas desenvolvidas no CEPETTHS. Conforme o professor, há um grande projeto que trata da efetividade das medicações da rede pública de saúde. Esse estudo recebeu auxílio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs).

Instituições como a Universidade Católica de Pelotas, a Unisinos, a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul e a Universidade de Valência, da Espanha, são parceiras de pesquisa do CEPETTHS. Além disso, o Centro conta com 10 alunos de iniciação científica, cinco professores de diferentes áreas da saúde e uma doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia da Univates.

Setembro Amarelo: roda de conversa para o combate ao suicídio 

No dia 13 de setembro acontece a roda de conversa em alusão ao Setembro Amarelo, mês de combate ao suicídio. Com início às 8h30min, o evento será realizado no auditório do Prédio 16 da Univates, sendo organizado pelo Serviço Especializado de Psicologia (SEP) e pela Unidade Básica de Saúde (UBS) Universidade. Participarão da atividade os profissionais do Comitê de Promoção à Vida de Lajeado e o médico, professor e coordenador da UBS Universidade, Juliano Moreira. O evento é aberto à comunidade. Além disso, até o final do mês os usuários e acompanhantes que frequentam os serviços do SEP e da UBS terão momentos de conversa sobre prevenção ao suicídio com profissionais da saúde.