Elise Bozzetto

Processos da produção ecológica são aprofundados na Univates

Postado as 10/08/2020 10:07:32

Por Vinicius Mallmann

O interesse em produzir alimentos orgânicos tem aumentado gradativamente em todo o Brasil. Além dos benefícios proporcionados em relação ao meio ambiente, a utilização dos sistemas de produção de base ecológica promove a qualidade de vida tanto para quem produz, quanto para quem consome, já que inúmeras químicas nocivas à saúde são dispensadas. O tema também é objeto de estudo na Universidade do Vale do Taquari - Univates, que por meio do Programa de Pós-Graduação em Sistemas Ambientais Sustentáveis (PPGSAS). No mestrado, são apresentadas questões ligadas à legislação, ao processo de produção e ao encaminhamento da certificação dos mais diversos produtos ecológicos.

 

 

A disciplina “Produção ecológica - legislação e certificação”, ministrada pelas professoras Mônica Jachetti Maciel, Claudete Rempel e Elisete Maria de Freitas buscou, além de apresentar as questões legais envolvendo o tema, detalhar a produção desses alimentos na prática. “A disciplina ocorre anualmente em nosso PPG. Nela procuramos trazer profissionais com experiência no assunto para uma mesa-redonda, onde cada um conta sobre a sua inserção na área. É um momento muito importante para os estudantes, pois eles conseguem compreender na prática o que é passado durante as aulas”, relata a professora.

Acervo pessoal

 

Para a estudante do programa, Angélica Sulzbach, a participação na disciplina agregou muito para o seu conhecimento e atuação na área. “Além de compreender como funciona a certificação de produtos orgânicos, assunto que causa muita dúvida, tivemos a oportunidade de conversar com produtores da área de orgânicos. Atualmente atuo na área da pesquisa, como bolsista de mestrado, e meu trabalho é aplicado em aves de postura, onde buscamos compreender a influência de ácaros na produção de ovos. Conversar com um produtor da área me auxiliou, pois pude entender as diferenças nos tipos de produção e quais suas dificuldades, sucessos, e os métodos de controle utilizados sem o uso de agroquímicos”, conta a estudante.

 

Angélica ainda relata que sua percepção em relação à produção ecológica mudou. “Com certeza minha percepção mudou bastante. Compreender como funciona a produção me fez ter ainda mais admiração e respeito por estes profissionais e seus produtos. Antes da disciplina eu já fazia o uso de orgânicos, porém agora, esses alimentos e produtos são ainda mais priorizados em minha casa. Além disso, essa percepção acaba sendo repassada para todos aqueles com quem convivo” salienta.

Mesa-redonda

Divulgação

 

 

Devido à pandemia, a disciplina promoveu uma mesa-redonda, realizada pelo Google Meet, e contou com a participação de: Daiane Bald, coordenadora do Departamento de Meio Ambiente e Departamento de Agricultura do município de Santa Clara do Sul- RS, que apresentou o plano de implementação da agricultura orgânica nas propriedades de alguns produtores rurais no município; Michele Guadagnin da Silva, representante da Ervateira Putinguense, que relatou sobre a certificação Forest Stewardship Council (FSC), sendo esse o primeiro produto florestal não madeireiro a receber a certificação; Leandro Lange, sócio-proprietário e produtor rural orgânico da Agrocity, em Lajeado, que trouxe ao grupo sua experiência no processo de certificação orgânica; Adriano Calsing, proprietário da Vale Orgânico Agronegócio, de São José do Sul- RS, empresa produtora de ovos orgânicos, e que apresentou a metodologia adotada para a criação das “galinhas felizes”, os cuidados com os animais e com o meio ambiente.

Inscrições abertas

O Programa de Pós-graduação em Sistemas Ambientais e Sustentáveis (PPGSAS) está com inscrições abertas para o processo seletivo do Mestrado Profissional, com 30 vagas disponíveis para ingresso em janeiro de 2021. Do total de vagas, uma será reservada para candidatos estrangeiros. Interessados podem ser realizar a sua inscrição no site univates.br/ppgsas, no valor de R$ 100,00. As aulas do regime intensivo iniciam-se no dia 4 de janeiro de 2021.

 

A seleção dos candidatos consiste em: análise do currículo Lattes documentado de cada candidato, de acordo com os critérios e valores especificados no Anexo 1 do Edital; análise do projeto de pesquisa do candidato, conforme instruções do Anexo 2 do Edital; e entrevistas com os candidatos por videoconferência. O edital completo pode ser conferido aqui. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail ppgsas@univates.br