Métodos judiciais alternativos são recursos para resolução de conflitos

Postado as 02/03/2021 14:08:00

Por Redação/Univates

As constantes alterações nas relações sociais e o grande fluxo de demandas judiciais fruto de fatores econômicos e sociológicos, assim como os seus efeitos processuais, como a sobrecarga do Sistema Judiciário, justificam a necessidade de a sociedade encontrar alternativas mais rápidas e eficientes para a solução de seus conflitos. 

Métodos judiciais alternativos são recursos que surgem, dessa forma, com o objetivo de promover a participação e o envolvimento direto dos cidadãos na solução de seus problemas, sem que haja vencedores ou vencidos, mas de forma que todos os envolvidos possam se sentir pacificados com a solução por eles mesmo estabelecida - e que atenderá os interesses de cada parte envolvida no processo.

A professora do curso de Direito da Universidade do Vale do Taquari - Univates, Claudia Tessmann, explica que existe a necessidade de se conhecer e ampliar os novos mecanismos de resolução de conflitos sociais, sem a necessidade de judicializá-los. “Também de se desenvolver o sentimento de pertencimento e co-responsabilidade dos diversos atores sociais pela solução de seus problemas, visando o desenvolvimento de uma sociedade mais fraterna, solidária e na qual o exercício da cidadania plena se faça presente”, diz. 

A resolução consensual ou adequada de conflitos se mostra relevante e atual, tanto sob o ponto de vista jurídico, quanto sociológico, e é um campo que interessa a profissionais do Direito, da Psicologia, da História, da Assistência Social, da Pedagogia, entre outros, visando preencher a lacuna existente na área, na região e fora dela.

Métodos judiciais alternativos são opção na Univates

A Univates é uma das instituições que aposta nos métodos alternativos e oferece um curso de especialização para profissionais interessados em se qualificar. É o curso de pós-graduação lato sensu em Mediação, Justiça Restaurativa e Constelações Sistêmicas: Novos Paradigmas no Enfrentamento de Conflitos, que está na sua segunda edição.  

A professora Claudia argumenta que formar profissionais em métodos alternativos de resolução de conflitos justifica-se como forma de melhor atender às necessidades da região, frente à demanda crescente de processos judiciais em todas as esferas, o aumento de conflitos sociais por falta de tolerância entre os seres humanos e a necessidade de se conhecer as modernas doutrinas sobre os conflitos nas relações sociais, visando a concretização da pacificação social.

O curso tem, entre seus objetivos, proporcionar melhor qualificação para os profissionais dos mais diversos ramos atuarem tanto na esfera judicial como extrajudicial na solução de conflitos, bem como aprofundar aspectos fundamentais de direito e dos sistemas autocompositivos de solução de litígios, visando assim, a solução pacífica para conflitos e tensões sociais. 

As aulas terão início a partir de abril de 2021, seguindo o cronograma de cada curso. As inscrições podem ser realizadas pelo site www.univates.br/especializacao, no valor de R$ 100,00.

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail posgraduacao@univates.br ou pelo telefone (51) 3714-7037.

Inscrições abertas para mais de 25 cursos de pós-graduação lato sensu

Para os interessados em ingressar em um curso de pós-graduação em 2021, a Universidade do Vale do Taquari - Univates oferece mais de 25 opções de especializações e MBAs, que estão com inscrições abertas.