Detalhes do Projeto de Pesquisa

Ácaros de importância médica e a produção de extratos proteicos brutos para testes de hipersensibilidade cutânea


Coordenação: Guilherme Liberato da Silva

Pesquisador(a):

Guilherme Liberato da Silva

Noeli Juarez Ferla

Liana Johann

Ramatis Birnfeld de Oliveira 

Fernanda Majolo 

Bolsistas:

1 Bolsista de Iniciação Científica


Fontes Financiadoras:

Universidade do Vale do Taquari - Univates


Resumo:
Os ácaros são uma das principais fontes de alérgenos, sendo os responsáveis pelo desenvolvimento da inflamação tecidual crônica tanto na asma como na rinite alérgica. Os alérgenos são glicoproteínas que apresentam proteases de cisteína na qual são produzidas por células do trato intestinal dos ácaros. A exposição contínua a alérgenos pode levar o indivíduo a desenvolver inflamação persistente na via aérea, levando ao remodelamento do tecido devido a fibrose subepitelial, espessamento da musculatura lisa depósito de colágeno e hiperplasia das células. Os testes cutâneos (TC) de leitura imediata pela técnica de punctura (prick tests), empregados para o diagnóstico de reações de hipersensibilidade imediata, são de fácil execução e praticamente isentos de risco de reações adversas grave. A sensibilidade e a especificidade dos TC são bastante elevadas, particularmente quando os alérgenos empregados são adequadamente selecionados. Diversas empresas fabricam produtos utilizados para testes de punctura (prick tests) e a distribuição comercial alcança praticamente todo o globo. O Brasil dependente de importação, não existindo uma biofábrica para a produção destes testes através da produção massal de ácaros para ser utilizados em testes alergênicos. Este produto quando alcança a rede de saúde (hospitais, pronto-socorro etc.) auxiliará na realização do diagnóstico correto, além de fomentar suporte na prescrição. Nos últimos anos, tais testes têm suscitado interesse considerável como método diagnóstico pela sua sensibilidade e especificidade. Diante disso, este projeto tem como objetivo avaliar o efeito de diferentes extratos brutos proteicos de ácaros produzidos in-house (não-comerciais) e comerciais em relação ao desenvolvimento de resposta celular alérgica in vitro em células mononucleares de pessoas acometidas por asma alérgica, rinite ou dermatite atópica. Serão mensurados os níveis de citocinas (IL-4, IL-5, IL-13), níveis de Imunoglobulinas (IgE) e a viabilidade celular das através do ensaio de MTT.