Notícias

Palestra na Univates aborda o tema “Doutrina Espírita”
Palestra na Univates aborda o tema “Doutrina Espírita”

Palestra na Univates aborda o tema “Doutrina Espírita”

No dia 26 de junho, às 19h15min, no auditório do Prédio 3 da Univates, ocorrerá a palestra gratuita “Doutrina Espírita - uma religião natural”, ministrada pela mestre em literatura brasileira Rosângela Soldatelli. A atividade integra o ciclo de palestras “Ecumenismo e Inter-religiosidade: visões e debates”, que tem o objetivo de conhecer a trajetória histórica das religiões e crenças, dialogar a respeito da contribuição para a sociedade e debater sobre a superação das intolerâncias.

A próxima palestra será no 26 de agosto, às 19h15min, no auditório do Prédio 11, com o tema “Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil”, ministrada pelo mestre em Educação Comunitária Cláudio Becker. Em setembro, no dia 24, o tema debatido será “Igreja Episcopal Anglicana do Brasil”, com a presença do bispo da Diocese de Santa Maria, Dom Francisco de Assis da Silva.

Já o tema “Religiões de Matriz Africana” está programado para ser debatido no dia 28 de outubro com babalorixá filho de Ogum Dejair Roberto Haubert e pela mestre em Teologia, Religião e Educação Selenir Gonçalves Kronbauer. E, no dia 12 de novembro, o assunto “Inter-religiosidade” será ministrado pelo facilitador nacional da Rede Ecumênica da Juventude (Reju), Daniel Souza.

Todas as palestras são gratuitas e abertas à comunidade. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3714-7000, ramal 5861, ou no site www.univates.br/debate-ecumenico.

Especialização em Branding & Business promove encontro dos membros do Branding Brasil/RS
Especialização em Branding & Business promove encontro dos membros do Branding Brasil/RS

Especialização em Branding & Business promove encontro dos membros do Branding Brasil/RS

O curso de pós-graduação, em nível de especialização, em Branding & Business da Univates promove, nos dias 21 e 22 de junho, o 1º Encontro dos Membros do Branding Brasil/RS. O evento, gratuito, contará com a participação do diretor de Comunicação Corporativa do grupo GAD', Valpirio Gianni Monteiro.

Último dia de inscrições para o Vestibular de Inverno da Univates
Último dia de inscrições para o Vestibular de Inverno da Univates

Último dia de inscrições para o Vestibular de Inverno da Univates

Até esta segunda-feira, dia 17 de junho, a Univates recebe inscrições para o seu Vestibular de Inverno. Entre as 35 opções de cursos estão duas novas graduações: Tecnologia em Comércio Exterior e Tecnologia em Gestão Pública. A prova ocorrerá no dia 23 de junho, das 13h30min às 18h30min, nos câmpus de Lajeado e de Encantado. Consiste de 45 questões objetivas e uma redação.

Visita de portugueses reforça parceria para mobilidade acadêmica e programas educacionais
Visita de portugueses reforça parceria para mobilidade acadêmica e programas educacionais

Visita de portugueses reforça parceria para mobilidade acadêmica e programas educacionais

A Univates recebeu, nesta quinta e sexta-feiras, dias 13 e 14, a visita do presidente do Instituto Politécnico de Leiria (IPL), de Portugal, Nuno André Oliveira Mangas Pereira, e do diretor da Escola de Educação e Ciências Sociais do IPL, Rui Manuel Neto e Matos. O objetivo do encontro foi reforçar a parceria com a Univates, mantida há 11 anos, e prospectar novas possibilidades de mobilidade acadêmica e programas educacionais entre as instituições.

No dia 13, os visitantes participaram de um tour guiado pelo Câmpus Lajeado, e à noite, de um jantar de confraternização que reuniu os membros da Reitoria da Univates, diretores de Centro, professores e alunos que já estiveram no IPL. Na ocasião, a gerente da Assessoria para Assuntos Interinstitucionais e Internacionais (AAII) da Univates, Viviane Bischoff, ressaltou o momento de comemoração de uma longa e próspera parceria. “Parceria é a reunião de pessoas por um interesse comum. Nosso interesse, como instituições, é a construção de um mundo melhor por meio da educação, formando cidadãos melhores, capazes de transformar o mundo”, afirmou.

Na sequência, o presidente do IPL, Nuno André Oliveira Mangas Pereira, ressaltou que a parceria com a Univates é a mais antiga e significativa para o Instituto, acrescentando que as relações de amizade também favorecem esse bom relacionamento entre as universidades. “Como presidente do IPL, me sinto realizado ao ver as coisas acontecerem dessa maneira”, disse.

Em seu pronunciamento, o reitor da Univates, Ney José Lazzari, relembrou o início dos contatos com a instituição portuguesa e fez um agradecimento especial a todas as pessoas que trabalharam para que isso acontecesse. “Essas relações extrapolam os aspectos institucionais. Sem dúvida, o intercâmbio muda a vida das pessoas, e essas experiências de mobilidade acadêmica têm sido enriquecedoras”, destacou.

Na manhã desta sexta, dia 14, ocorreu uma reunião para discutir possibilidades de novas ações de parceria entre as duas instituições, incluindo intercâmbio de alunos e professores, projetos na área de graduação e pós-graduação. Na oportunidade, diretores de Centro e Reitoria apresentaram suas áreas de atuação e discutiram possíveis ações a serem desenvolvidas para ampliar a relação das instituições. Entre as propostas que serão estudadas estão editais da Capes que proporcionam a vinda de professores portugueses para lecionar no Brasil durante um período; oportunidades de mestrados conjuntos na modalidade “sanduíche”; interação entre as comunidades nas quais estão inseridas as instituições; realização de eventos em conjunto; cursos a distância entre outros.

No encerramento da reunião, o presidente da universidade de Leiria reforçou o convite para que os representantes da Univates visitem aquela instituição. “O IPL está de portas abertas para recebê-los. Será sempre um prazer tê-los conosco”, afirmou Pereira.

 

 

Texto: Tamara Bischoff

O papel do profissional da saúde no uso racional de medicamentos é discutido na Univates
O papel do profissional da saúde no uso racional de medicamentos é discutido na Univates

O papel do profissional da saúde no uso racional de medicamentos é discutido na Univates

Com o olhar de diversos profissionais da área da Saúde e enfoque ao usuário, foi realizada na manhã desta sexta-feira, dia 14, no auditório do Prédio 11 da Univates, a mesa-redonda “O Uso Racional de Medicamentos: qual nosso papel na sua promoção?”.

Com a presença de médicos, farmacêuticos e estudantes de cursos da Saúde da Univates, o encontro foi aberto pela Conselheira do Conselho Regional de Farmácia do Rio Grande do Sul (CRF-RS) Cristine dos Reis, que falou sobre a importância do farmacêutico em ter um posicionamento adequado em relação ao atendimento, procurando orientar e capacitar o usuário para o uso racional de medicamentos. “Somos responsáveis também por fazer a relação paciente-médico”, acrescenta.

O farmacêutico especialista José Luís Batista explicou que a partir de 2003, houve conferências nesta área e, que a partir deste momento, ocorreram melhoras na atividade e aumento no número de profissionais. “Também é importante discutir que o uso racional de medicamentos inicia-se pela prescrição. Essa ação já é feita na Farmácia-Escola da Univates, que é cadastrada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)”, salienta.

No início de sua fala, o doutor Ronald Wolff destacou que o médico não entende sobre medicamentos como ele pensa que entende, por isso é importante saber sobre seu uso correto. “É necessário compreender que um medicamento apropriado para uma pessoa pode não ser adequado para outra, e que o uso racional de medicamentos requer que os pacientes recebam a medicação correta para as suas necessidades clínicas, na dose individual necessária, por um período de tempo adequado, e ao mais baixo custo para ele e para a sociedade”, explica.

Para Wollf, pode se comparar a ida ao médico como a ida a um shopping. “O paciente tem que sair com a sacola de medicamentos. Se o médico não listar uma série de medicamentos na receita, a consulta não vale. Porém, em muitos casos, o paciente precisa de remédio e não de medicamento, como por exemplo, parar de fumar, caminhar, e ter uma alimentação saudável”, conclui.

O evento foi gratuito e ainda contou com a presença dos seguintes farmacêuticos: Marina Weizenmann, Crista Lohmann, Daniela Maria Pederiva e com a aluna de Farmácia da Univates Chaiani Rogeri.

 

Perguntas que o paciente tem que fazer ao médico (Fonte: Health Action International)

1. Qual o nome do medicamento?

2. Existem denominações genéricas e mais baratas?

3. Posso usar este medicamento se estou grávida, amamentando ou se planejo ficar grávida?

4. Como atua este medicamento? Ele vai me curar ou somente aliviar os sintomas?

5. De que forma e quando devo tomá-lo?

6. Como saber se o medicamento está agindo? O que devo fazer se não estiver atuando? Por quanto tempo devo tomá-lo? Posso parar de tomar antes do prazo se me sentir bem?

7. Quais são os efeitos colaterais mais comuns? Há algum mais sério? O que devo fazer se senti-los?

8. O que devo fazer se esquecer de tomar o medicamento uma ou mais vezes?

9. Posso usar outros medicamentos ao mesmo tempo? Posso tomar bebidas alcoólicas? Existem alimentos que devo evitar? Posso dirigir?

10. Posso ficar dependente deste medicamento?

11. O que acontecerá se decidido não utilizar este medicamento?

12. Quais são as alternativas ao tratamento medicamentoso?

 

Texto: Ana Paula Vieira Labres