Notícias

Câmara de Internacionalização do Ensino Superior inicia atividades
Câmara de Internacionalização do Ensino Superior inicia atividades

Câmara de Internacionalização do Ensino Superior inicia atividades

Com o objetivo de discutir o processo de internacionalização do Ensino Superior, a Câmara de Internacionalização do Ensino Superior da Univates realiza sua primeira atividade na próxima quinta-feira, dia 12, a partir das 14h, na Sala dos Conselhos do Prédio 9. A reunião terá como convidada especial a assessora internacional da Universidade de Caxias do Sul (UCS), professora Luciane Stallivieri, que é doutora com estudo focado na internacionalização do Ensino Superior, incluindo questões de línguas e de comunicação intercultural.

Para a coordenadora da Assessoria para Assuntos Interinstitucionais e Internacionais (AAII) da Univates, Viviane Bischoff, o objetivo da criação da Câmara é pensar o processo de internacionalização da Univates e agir como um órgão assessor. “Os participantes irão atuar como disseminadores das propostas e assuntos internacionais dentro da Instituição”, explica.

As reuniões serão realizadas mensalmente e contarão com a presença de representantes os Centros, dos Programas de Pós-Graduação, da Reitoria e da AAII da Univates. Conforme Viviane, é importante não ver mais o Brasil e os “outros países”, mas sim ver o mundo como um só. “Não podemos mais fazer distinção entre o Brasil e os demais países, precisamos olhar como um todo, buscando eliminar barreiras e aproximar a comunidade acadêmica e empresarial, visando à cooperação”, completa.

Mais informações sobre a AAII podem ser obtidas pelo site www.univates.br/intercambio, pelo telefone (51) 3714-7000, ramal 5309, ou pelo e-mail aaii@univates.br.

Texto: Tuane Eggers

Inovates participa de edital Anprotec/Sebrae
Inovates participa de edital Anprotec/Sebrae

Inovates participa de edital Anprotec/Sebrae

Durante o ano de 2011 e 2012, o gestor da incubadora, Rogério Kober e a auxiliar administrativa, Marciane Carine Olbermann, participaram do Workshops de Nivelamento do CERNE e do Cursos de Implantação do CERNE 1. O CERNE (Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos) pressupõe um programa de melhoria continuada da qualidade das Incubadoras Brasileiras, é o início do processo para Implantação desses centros que contribuirão para o desenvolvimento sustentável do país e trarão maior visibilidade ao movimento nacional do Empreendedorismo Inovador.

A participação no Edital ANPROTEC E SEBRAE visa a captação de recursos para a implementação do Modelo CERNE na INOVATES, assim como em outras incubadoras que participarão do edital, onde as Incubadoras de empresas terão a oportunidade de melhorar a gestão e aumentar o número de empreendimentos atendidos em todo o país.

O Sebrae pretende apoiar 160 projetos. Serão selecionadas 40 incubadoras de maior porte que receberão recursos não reembolsáveis de R$ 300 mil cada uma. Além disso, 120 incubadoras de menor porte devem ser escolhidas para receber R$ 120 mil.

Para receberem os recursos, as incubadores devem adotar as práticas-chaves do Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos (Cerne), um modelo de gestão criado pela Anprotec, em parceria com o Sebrae, para certificação de incubadoras de empresas.

Univates/Florestal Alimentos/Bira viaja ao Paraná em busca da liderança
Univates/Florestal Alimentos/Bira viaja ao Paraná em busca da liderança

Univates/Florestal Alimentos/Bira viaja ao Paraná em busca da liderança

A equipe do Univates/Florestal Alimentos/Bira, comandada pelo técnico Pitu, parte nesta quinta-feira, dia 12, para o Paraná pelo returno da Copa Brasil Sul, onde enfrenta as equipes de Maringá e Campo Mourão. Os jogos acontecem nos dias 13 e 14 de abril. As vitórias garantem à equipe do Vale do Taquari a vantagem na quadrangular final, trazendo a final do campeonato para Lajeado.

Somente os dois primeiros colocados na Copa Sul conseguem vaga para a Super Copa, que envolve times de todo o Brasil. Participam o Univates/Florestal Alimentos/Bira e Santa Cruz do Sul, pelo Rio Grande do Sul, Blumenau e Brusque, representando Santa Catarina e Maringá e Campo Mourão, pelo Paraná.

Em clima de rivalidade

O clássico Bira x Santa Cruz já tem data: dia 18 de abril, no Complexo Esportivo da Univates. A partida inicia às 20h. O primeiro jogo entre as duas equipes aconteceu em Santa Cruz e o Bira levou a melhor, vencendo por 91 x 80 diante de mais de 2 mil torcedores na casa do adversário. Agora, o time do Vale do Taquari aguarda sua torcida: "É hora da torcida que já foi considerada a maior e melhor do estado mostrar o porque desta distinção, lotando o Complexo da Univates no clássico contra Santa Cruz e apoiar a nossa equipe do inicio ao fim", enfatiza Valmor Spellmeier, presidente do Clube.

O Clube conta com o patrocínio da Univates, Florestal Alimentos e Prefeitura Municipal de Lajeado. Como apoiadores, a Unimed VTRP, Construtora Diamond, Kikão Lanches, Imperatriz Hotel, CBTur, Fundação de esporte e lazer do RS (Fundergs) e Bergatur.

Texto e foto: Elise Bozzetto

Consumo e infância em discussão na Univates
Consumo e infância em discussão na Univates

Consumo e infância em discussão na Univates

A Univates realizou na noite desta terça-feira, dia 10, mais uma edição dos eventos Diálogos na
Pedagogia e Rodas de Conversa da Psicologia. A temática "Consumo e Infância" foi trabalhada pela jornalista e professora universitária, doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Saraí Patrícia Schmidt, que também atua como pesquisadora nas áreas de Comunicação e Educação, especialmente a respeito dos temas juventude, infância e consumo.

"Vivemos num tempo no qual nossas crianças nasceram na era do consumo e são persuadidas para seguir as lições da educação continuada ou para o eterno ato de consumir", disse ela no início de sua fala, ressaltando que não podemos mais pensar a identidade infantil sem levar em conta a educação para o consumo.

Saraí também defendeu que Educação e Comunicação são duas áreas que trabalham muito com a infância. Segundo ela, os profissionais do ensino atuarão sobre as crianças de nossa época, já os da comunicação tomarão a infância como público-alvo para a venda de inúmeros produtos. "Ambos estarão ativamente empenhados na produção de representações bastante específicas da infância", afirmou. Ela disse ainda que, como hoje é a criança quem decide tudo em casa, ela está sendo abocanhada pelas estratégias publicitárias.

"As certezas que configuravam o nosso olhar, o nosso entender e o nosso agir sobre as crianças já não são (e nunca serão) os mesmos. Durante muito tempo as crianças viviam o mundo adulto pela sua falta de visibilidade e hoje, ao contrário, estão cada vez mais inseridas nos hábitos e costumes 'dos grandes', justamente pelo fato de terem visibilidade em demasia, com o significativo investimento no marketing infantil", observou Saraí.

A jornalista destacou que a educação para o consumo desempenha um papel fulcral em uma engrenagem que visa manter em circulação permanente os materiais e os desejos de consumo. "A alegria está nas compras, no ato de consumir e não no processo de aquisição e posse. Numa sociedade de mercado, tudo é tratado como mercadoria, inclusive a infância", disse.

O evento foi prestigiado por alunos e professores, especialmente dos cursos de Pedagogia, Psicologia e Comunicação Social, e prosseguiu, na segunda metade da noite, com debate entre os participantes.

Texto: Tamara Bischoff
Alunos confeccionam foguete em oficinas gratuitas de Astronomia e Astronáutica
Alunos confeccionam foguete em oficinas gratuitas de Astronomia e Astronáutica

Alunos confeccionam foguete em oficinas gratuitas de Astronomia e Astronáutica

Na última segunda-feira, dia 9, cerca de 30 estudantes de Ensino Médio tiveram a oportunidade de aprender sobre astronomia de um jeito diferente. Eles participaram da oficina gratuita de
Astronomia e Astronáutica da Univates, que terá suas próximas edições nos dias 18 e 28 de abril.

Os participantes confeccionaram um foguete nos padrões indicados pelo regulamento da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBAA). Além disso, desenvolveram e discutiram conteúdos contemplados na prova anual da Olimpíada. Dessa forma, os alunos foram estimulados a participar da prova, além de desenvolverem conteúdos de Física e de Astronomia por meio de metodologias diferenciadas.

Para o professor de geografia do Colégio Gaspar Silveira Martins, de Venâncio Aires, Cristiano Stoelben, a participação dos alunos na atividade é importante para terem conhecimentos mais aprofundados sobre o tema. "Como a geografia abrange muitos aspectos, muitas vezes não temos tempo de abordar a astronomia em sala de aula como gostaríamos. Essa é uma boa oportunidade para aprenderem astronomia de um jeito diferente", salientou.

Conforme as alunas Jasmin Machado e Fernanda Buttini, que cursam o 2o ano do Ensino Médio na mesma escola, a participação na OBAA de 2011 motivou o interesse por esta oficina, pois pretendem participar novamente da próxima prova. "Foi divertido confeccionar o foguete. Já tivemos essa experiência na escola, mas faltou um pouco de conhecimento teórico. Agora podemos compreender melhor o funcionamento dele", contaram.

Entre os materiais utilizados na confecção do foguete estão garrafas pet, areia, fita adesiva, papelão e fios de cobre - todos fornecidos pela Univates. As próximas oficinas estão programadas para o dia 18, das 13h45min às 17h10min; e para o dia 28, das 8h30min às 11h45min. Podem participar alunos de 5ª a 8ª série (6º ao 9º ano) do Ensino Fundamental e estudantes de Ensino Médio. As vagas são limitadas.

Inscrições podem ser efetuadas, até quatro dias antes do início de cada turma, na Secretaria de Extensão e Pós-Graduação, sala 110 do Prédio 1 da Univates. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3714-7011 ou pelo e-mail propex@univates.br.

Texto: Tuane Eggers
Reitor participa de evento de lançamento dos editais para seleção de projetos
Reitor participa de evento de lançamento dos editais para seleção de projetos

Reitor participa de evento de lançamento dos editais para seleção de projetos

O reitor da Univates, Ney José Lazzari, participa, nesta quarta-feira, dia 11, da Solenidade de Lançamento dos Editais para seleção de projetos dos Polos e Parques Tecnológicos do RS, que ocorre às 10h, no Salão Negrinho do Pastoreio do Palácio Piratini, em Porto Alegre. A ocasião contará com a presença do governador do Estado do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, e do secretário de Estado da Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico, Cleber Cristiano Prodanov.

Editais somam R$ 29 milhões e contemplam programas estratégicos do Governo Estadual

Dois dos principais programas da Secretaria da Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico (SCIT), irão contar com R$ 29 milhões para investimentos em 2012. O valor deverá ser aplicado na transferência de tecnologia e fomento de ambientes inovadores, através dos programas para Apoio aos Polos Tecnológicos e Programa Gaúcho de Parques científicos e Tecnológicos ( PGTec), em uma ação estratégica que converge para a consolidação da nova Política Industrial do RS.

"Consolidar uma política industrial é também consolidar uma política de ciência e tecnologia o trará ganhos efetivos no ponto de vista produtividade, inserção, criação de empresas e produtos com potenciais nacionais e internacionais", explicou o secretário da SCIT, Cleber Prodanov.

Com um investimento de R$ 17 milhões, garantidos através do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD), o Programa de Apoio aos Polos Tecnológicos supera um passivo histórico. O valor é cinco vezes maior que o nos últimos anos, e o maior investimento desde a criação do programa, em 1989.

Para a estruturação de parques tecnológicos no Estado, serão investidos, em 2012, R$ 12,8 milhões, que serão aplicados para financiar projetos nos 14 parques credenciados distribuídos em todo o Estado, sendo que três estão consolidados e 11 em processo de implantação. Até 2014 a meta é investir R$ 48 milhões no setor, com recursos do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), BIRD e recursos próprios do tesouro do governo Estadual.

Fonte: Assessoria de Comunicação SCIT