Atividades Lúdicas para crianças na faixa etária de 0 a 10 anos: uma proposta com materiais de baixo custo

Cláudia Inês Horn, Jacqueline da Silva Harres e
Juliana Pothin (Organizadoras)

ISBN 85-86573-36-1

ESGOTADO

Todas as pessoas do mundo um dia já brincaram, mas esta deliciosa aventura, para muitos, fica escondida no seu tempo de criança, apenas lembram com saudades daqueles tempos. Somente alguns conservam, na idade adulta, a capacidade de brincar e a capacidade de reconhecer a importância desta atividade. Portanto, o tempo de brincar nunca passa, ele apenas tem trajetórias diferentes.

Durante quatro anos, brincar e construir brinquedos, utilizando sucata como matéria-prima, foi o trabalho realizado de forma profissional e, ao mesmo tempo, divertida, pelas educadoras Cláudia, Jacqueline e Juliana.

Como resultado de tanto brincar surge o livro Atividades lúdicas para crianças na faixa etária de 0 a 10 anos, em que mais de 150 crianças, entre zero a dez anos, testaram, brincando, 20 jogos criados pelas educadoras. Este livro oferece dicas de como construir um banco de atividades lúdicas com materiais de baixo custo, que pode ser utilizado para promover o desenvolvimento das crianças, abrindo caminhos para a criatividade, a fantasia e a aventura. Sua leitura é indicada a todos aqueles que almejam educar, de forma livre e cidadã, as crianças de nosso mundo: psicólogos, fonoaudiólogos, pedagogos... e os próprios pais.

O jogo é um meio para se atingir o desenvolvimento pleno. Acreditamos que a liberdade de ser criança está associada aos desafios de novas situações e a superação de suas limitações. Cabe ao adulto respeitar o direito fundamental destes seres em evolução, para que se tornem adultos mais livres e capazes, conscientes da necessidade de valorizar tudo aquilo que os rodeia, inclusive, ao seu próximo.

Santa Marli Pires dos Santos
Mestre em Educação pela UFSM
Presidente da AGAB (Associação Gaúcha de Brinquedotecas)

Sumário

1 NOSSA TRAJETÓRIA SOBRE A LUDICIDADE NA UNIVATES

2 HISTÓRICO DA CONSTRUÇÃO DA PROPOSTA

3 A BUSCA DE DADOS

3.1 Observações com as crianças
3.2 Entrevistas com os professores

4 IDÉIAS ENCONTRADAS

4.1 Preferência dos jogos por idade
4.2 Interesse das crianças na construção dos jogos
4.3 Visão do professor em relação ao lúdico
4.4 A escola em relação ao lúdico
4.5 Desencadeamento de atividades lúdicas na escola

5 BANCO DE ATIVIDADES LÚDICAS

5.1 Piano colorido
5.2 Gol do assoprão
5.3 Boneco operado
5.4 O que tem e o que não tem
5.5 Desafio dos esportes
5.6 Monta igual
5.7 Descoberta do par
5.8 A descoberta
5.9 Peso dos números
5.10 Montando o cachorrinho
5.11 Cheira-cheiro
5.12 Labirinto
5.13 Cadeira espinhenta
5.14 Soprador
5.15 Tijolinhos coloridos
5.16 Tabuleiro interativo
5.17 Nossa história
5.18 Tapete interativo
5.19 Nadita: o boneco das estações
5.20 Jogo do arremesso

6 REFLEXÕES SOBRE O BRINCAR

6.1 Brincadeiras ontem e hoje: com a palavra professores e alunos
Jacqueline da Silva Harres
6.2 O ritual escolar como “nutriz oculto” do apagar da imaginação
Jacqueline da Silva Harres
6.3 Mamãe, quantos passos posso dar?
Juliana Pothin e Rosilene Marques Pruvinelli
6.4 Brincar é coisa séria
Jacqueline da Silva Harres

7 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS