Detalhes do Projeto de Pesquisa

Detecção e remoção de micropoluentes em Sistemas de captação de águas superficiais e efluentes


Coordenação: Prof. Dra. Lucélia Hoehne

Pesquisador(a):
 

Voluntários(as):

1


Bolsistas:

2 Bolsas Iniciação Científica - Universidade do Vale do Taquari - Univates


Mestrandos:
1

Fontes Financiadoras:
FINEP
Universidade do Vale do Taquari - Univates
 

Resumo:
Micropoluentes são compostos orgânicos e inorgânicos difíceis de serem degradados e são capazes de causar alguma interferência no sistema endócrino de humanos e de outros animais. Estes compostos não são eliminados em estações de tratamentos de águas convencionais, dessa forma, torna-se importante avaliar e desenvolver tratamentos eficazes para melhorar a qualidade da água. Assim, o objetivo do estudo é analisar de forma qualitativa e quantitativa a presença de micropoluentes aquáticos, do tipo fármacos, em recursos hídricos e efluentes oriundos de estações de tratamento de efluentes, com ênfase em amostras de água superficial (rios e reservatórios) junto à captação, na saída da estação de tratamento de água e no final da rede de distribuição. Além disso, será analisada a utilização de tecnologias para a remoção desses micropoluentes por processos oxidativos avançados e estudos de toxicidade após tratamento. Também será desenvolvido nanobiossensores para a determinação de micropoluentes. Pretende-se ao final deste projeto desenvolver metodologia adequada para analisar e tratar alguns tipos de micropoluentes em águas superficiais. também são desenvolvidos testes de toxicidade no efluente tratado. O projeto é desenvolvido como uma rede de cooperação institucional entre a Univates e a Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI). Cada instituição desenvolve ações e atividades no âmbito do objetivo principal, em função de subprojetos específicos, organizados com base nas características socioambientais e econômicas da região em que estão inseridas. O subprojeto da Univates é desenvolvido pelos pesquisadores e professores Lucélia Hoehne, Rafael Rodrigo Eckhardt, Simone Stülp, Eduardo Miranda Ethur, Claucia Volken de Souza e Elisete Maria de Freitas. Do valor total do projeto, R$ 981.819,42 são destinados para a Univates, sendo R$ 82.800,00 para bolsas e R$ 899.009,42 para equipamentos e materiais de consumo. 
 

Sub projetos

Caracterização físico-química e fitoquímica de espécies vegetais nativas do Rio Grande do Sul
Coordenação: Lucélia Hoehne
Pesquisador(a):
 
Pesquisadores externos:
Claudimar Sidnei Fior (UFRGS)
Clélia Paulete Correia Neves Afonso (Leiria, Portugal)

 


Mestrandos:

1


Fontes Financiadoras:

CNPq


Resumo:

O Brasil é o detentor da maior riqueza de espécies vegetais do Planeta, cujo recurso fitogenético se constitui num dos principais ativos brasileiros, com potencial para desempenhar papel estratégico na consolidação do desenvolvimento nacional e elevação da qualidade de vida da população brasileira. No entanto, esse potencial tem sido negligenciado e subutilizado, apesar das políticas para a utilização sustentável da biodiversidade. Diante disso, e do estímulo do governo federal para a utilização de plantas medicinais e fitoterápicos na atenção básica da saúde, o presente projeto tem como objetivo, avaliar as características físico-químicas e fitoquímicas de espécies vegetais nativas do Rio Grande do Sul. Para tanto, exemplares das espécies Bromelia antiacantha, Plantago tomentosa, Rubus brasiliensis, Limonium brasiliense e Vasconcellea quercifolia, selecionadas a partir de informações obtidas com pesquisadores, comunidade em geral ou por estarem na lista da Espécies Alimentícias Não Convencionais, serão localizados, identificados, mapeados e estudados em relação às propriedades nutritivas, fitoquímicas e técnicas de propagação. Plantas matrizes serão obtidas e mantidas em cultivo em casas de vegetação para testar técnicas de propagação vegetativa e sexuada. Material botânico será coletado dos indivíduos registrados para estudos fitoquímicos, físico-químicos e aplicação dos extratos e óleo essencial em testes antibacterianos, antifúngicos, antioxidantes e de citotoxicidade. Espera-se como resultados, caracterizar substâncias vegetais presentes nas espécies estudadas, contribuindo para o aumento do número de espécies que possam vir a ser utilizadas como alimentos e na geração de fitoterápicos. A definição de técnicas para a produção de mudas garantirá a padronização das plantas, essenciais para a exploração comercial das espécies, viabilizará a implantação de novas atividades em pequenas propriedades fundamentadas na agricultura familiar e contribuirá para a valorização e preservação da biodiversidade.

Caracterização de bioprodutos obtidos por vermicultura
Coordenação: Prof. Dra. Lucélia Hoehne
Pesquisador(a):
 

Voluntários(as):
2

Bolsistas:
3

Fontes Financiadoras:
Univates-Tecnovates
 

Resumo:
O projeto tem o objetivo de caracterizar os produtos obtidos por vermicompostagem, avaliando seu uso na agricultura