Detalhes do Projeto de Pesquisa

Despertando a vocação científica e criatividade por meio da modelagem matemática em alunos do Ensino Médio


Coordenação: Prof. Dra. Márcia Jussara Hepp Rehfeldt

Pesquisador(a):

Voluntários(as):

4


Bolsistas:
1 Bolsista de Iniciação Científica - Universidade do Vale do Taquari - Univates
1 Bolsista de Iniciação Científica -  FAPERGS

Mestrandos:

1


Fontes Financiadoras:
Universidade do Vale do Taquari - Univates
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico- CNPq

Resumo:
Diversificar a forma de atuação dos professores, utilizando diversas técnicas no ensino como a modelagem matemática, pode facilitar a aprendizagem dos alunos do Ensino Médio Politécnico, visto que possibilita uma relação entre teoria, prática e as diferentes áreas do conhecimento. Em adição, uma proposta que busca o caminho inverso, no qual o aluno pesquisa informações e resolve problemas a partir de situações concretas e/ou contextualizadas, tornando-se protagonista desse processo também pode apresentar resultados favoráveis à aprendizagem. Assim, este projeto tem por objetivo analisar as implicações do uso da modelagem matemática como metodologia de ensino na área de Ciências Exatas num grupo de alunos do Ensino Médio Politécnico no interior do RS. Os aportes teóricos que sustentarão a futura pesquisa estão embasados em Bassanezi (2015), Barbosa (2003). Biembengut e Hein (2007), Demo (2011) além dos documentos que regulamentam o Ensino Médio Politécnico, expedidos pelo governo local. Metodologicamente é uma pesquisa qualitativa e quantitativa e descritiva quanto à análise de dados. Para o desenvolvimento da pesquisa são propostas as seguintes etapas: 1) Envio de questionário on line para direção/coordenação pedagógica de todas as escolas de Ensino Médio Politécnico localizadas no Vale do Taquari/RS; 2) Realização de entrevistas com pelo menos um professor de cada uma das três escolas acerca do uso da tendência modelagem matemática no ensino médio politécnico; 3) Criação de um ambiente virtual de ensino e de aprendizagem (AVEA) para disponibilização do material de pesquisa; 4) Realização de reuniões com integrantes da pesquisa (professores universitários, professores da escola, bolsistas IC e AT) para leituras teóricas e planejamento de práticas pedagógicas; 5) Acompanhamento por parte dosprofessores universitários e bolsistas da exploração de algumas práticas nas escolas parceiras; 6) Envio de questionário on line para alunos das três escolas parceiras para avaliar os resultados obtidos; 7) Produção de artigos para eventos, revistas e escrita das produções técnicas; 8) Participação em eventos com apresentação de trabalho; e 9) Divulgação dos resultados obtidos em redes sociais e outras formas na mídia. Espera-se, com a pesquisa, atingir alguns objetivos para os diversos sujeitos envolvidos no processo: a) Para os professores participantes - o desenvolvimento do projeto se constituirá numa oportunidade de compreender novas tendências no ensino na área de Ciências Exatas, bem como uma motivação para continuar o exercício profissional da docência, com vistas à formação de um aluno mais criativo, crítico e reflexivo. Também será uma possibilidade para disseminar, nas escolas contempladas, práticas pedagógicasque fomentam o espírito investigativo tornando o aluno sujeito do processo. Cabe ressaltar que a formação ocorrerá nas escolas, o que muda significativamente o cenário de pesquisa; b) Para os alunos - a contribuição se dará no desenvolvimento do gosto dos alunos pela área das Ciências Exatas por meio dasatividades de modelagem matemática, despertando-os assim para a vocação científica. Também fortalecerá a ideia do uso dos modelos matemáticos para a tomada de decisão de forma crítica e criativa, auxiliando na promoção da autonomia e fomentando a pesquisa. Especificamente espera-se que os alunos participem das atividades de planejamento das atividades relacionadas à modelagem matemática, proponham soluções e problematizem as alternativas encontradas no grupo de pesquisa, bem como com os demais colegas na sala de aula. Em adição, que compreendam as soluções e resultados encontrados a partir dos modelos matemáticos como justificativas de problemas extramatemáticos, bem como percebam as atividades realizadas no Ensino Politécnico como uma oportunidade de aproximar a teoria da prática e com o mundo do trabalho; e c) Para os pesquisadores - será uma possibilidade de observar as implicações da exploração da tendência modelagem matemática se constitui como uma possibilidade de ensino e de aprendizagem das Ciências Exatas, com vistas à formação de um cidadão que pode contribuir no desenvolvimento da ciência.