Preservação Ambiental

As Áreas de Preservação Permanente (APPs) presentes no campus de Lajeado são constantemente monitoradas e protegidas.

Atualmente a Univates tem uma área de mais de 80 mil m² de APP demarcada e protegida, além de contar com um inventário florestal que é atualizado periodicamente conforme ocorrem mudanças nos estágios de vegetação na área do campus. O inventário florestal é aprovado pela Secretaria de Meio Ambiente de Lajeado.

A Instituição conta ainda com diversas áreas de reposição florestal, locais onde realizamos o plantio de diversas mudas nativas para compensar os impactos das atividades. Após o plantio, realizamos o monitoramento, coroamento e as adubações para que as mudas se desenvolvam. A equipe prioriza que estes plantios de compensação sejam realizados em áreas próximas aos fragmentos florestais já existentes no campus, que somam uma área verde maior que 137 mil m², pois assim se expandem os remanescentes de vegetação permitindo um maior espaço para o desenvolvimento da fauna que ali habita.

Ainda, se opta o plantio de espécies com grau de ameaça à extinção para que as mesmas possam se dispersar através de suas sementes, auxiliando na conservação desta flora ameaçada, bem como do ecossistema natural íntegro. Como exemplo presente nos plantios podemos citar a espécie Ceiba speciosa, cujo nome popular é Paineira, que possui grau de ameaça à extinção no nível Vulnerável, conforme Lista Vermelha da Flora Gaúcha Ameaçada de Extinção.

O setor de Gestão Ambiental auxilia também nas atividades de ornamentação arbórea do campus, dando-se preferência à escolha de espécies nativas adaptadas às condições climáticas de cada local escolhido para o plantio.

Para promover a educação ambiental, foram coletadas sementes de plantas nativas pelo campus da Instituição a fim de distribuir para os visitantes do Complexo de Resíduos. Esta atitude reflete ao atendimento do Objetivo para o Desenvolvimento Sustentável (ODS) número 15 , que visa “proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade”. Dessa forma, o visitante receberá as sementes e poderá participará de todas etapas do desenvolvimento da planta, desde sua germinação até o plantio definitivo, promovendo a conscientização ambiental.